Tag Archives: unesco

Cidades

Conheça Minas Gerais – Congonhas

Patrimônio Cultural da Humanidade, título concedido pela Unesco desde 1985, a cidade abriga o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos. A fama não se deve apenas à questão religiosa, mas, também por guardar um dos maiores patrimônios artísticos do Brasil, as esplêndidas obras executadas pelo mestre Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Para conhecer mais sobre este atrativo não deixe de visitar o Museu de Congonhas, que mostra de forma interativa e moderna as diversas concepções que existem no Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, juntamente com as obras de Aleijadinho.

A atividade mineradora é a base da economia local, devido às ricas jazidas de minério de ferro. O Museu da Romaria (Museu de Mineralogia de Congonhas) é o atrativo certo se você deseja conhecer mais sobre a história da mineração em Minas Gerais.

O nome Congonhas deriva de uma planta chamada “Congonha”, da palavra tupi “Kô gôi” que significa “o que sustenta” ou “o que alimenta”. A planta era muito utilizada para fazer um chá que, segundo a população, é benéfico para vários tipos de males. Entre as atrações naturais da cidade, a Cachoeira da Água Limpa tem um tobogã natural, perfeito para divertir os turistas. No Horto Florestal, trilhas levam o visitante até o alto de um morro, onde foi construído um mirante. Já a Lagoa da Água Preta recebe visitantes em busca do efeito de luz criado pelas luzes da cidade.
A cidade também ganhou fama na década de 60 em virtude das curas efetuadas pelo médium Zé Arigó, que incorporava o espírito do médico alemão Fritz. Pessoas do mundo inteiro visitavam Congonhas em busca de cura. Até cientistas americanos da NASA estudaram o fenômeno.

Dicas de Viagem: No Santuário Bom Jesus de Matosinhos, no adro da igreja e nos Passos da Paixão, há esculturas de Aleijadinho. São 12 profetas em pedra-sabão e 66 figuras em cedro nos Passos da Paixão.

ATRAÇÕES NATURAIS EM CONGONHAS

Parque da Cachoeira

Lazer garantido para toda a família, o local tem piscinas de água natural, quadras para a prática de esportes, campo gramado, área de camping, churrasqueiras, restaurante, lanchonete e sorveteria. A linda cachoeira que dá nome ao parque é formada pela queda das águas do Rio São Francisco e tem 20m de queda.

ATRAÇÕES CULTURAIS EM CONGONHAS

Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos

Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos
Foto: Acervo Setur-MG / Marcus Vinicius

O maior conjunto de arte colonial do país é composto por uma igreja e seis capelas marcando os passos da Paixão de Cristo. A enorme basílica, que leva o nome do santuário conta com altares folhados a ouro e adornos impecavelmente entalhados. No amplo adro, estão os 12 profetas bíblicos, esculpidos em pedra-sabão, em tamanho real, pelo gênio Aleijadinho. As seis capelas abrigam impressionantes esculturas de cedro, também em tamanho natural, esculpidas por Aleijadinho e colorizadas por Mestre Ataíde. Vale a pena fazer uma visita guiada, para entender a história e curiosidades do santuário.

Romaria

O local servia de abrigo aos romeiros que chegavam à cidade para o Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. A obra original foi demolida, restando apenas o pórtico principal, composto por duas torres e um arco. O lugar passou por restauração e foi reaberto em 1995. Atualmente, a construção circular abriga os museus da mineralogia, sacro além de edifícios públicos.

Museu de Congonhas

Museu de Congonhas / Gustavo Penna Arquiteto e Associados | ArchDaily Brasil

Com o objetivo de potencializar o Santuário do senhor Bom Jesus de Matosinhos, o Museu de Congonhas mostra de uma forma interativa e moderna as diversas concepções que existem no Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos , juntamente com as obras de Aleijadinho. Retrata a parte devocional e histórica do maior museu a céu aberto das Américas.

Museu da Imagem

Museu que conta a história de pessoas e personalidades que nasceram em Congonhas e que de alguma forma contribuíram para o desenvolvimento da cultura e da própria cidade.

Igreja do Rosário

Igreja mais antiga da cidade feita pelos escravos e para os escravos. Possui interior singelo com entalhe feito pelos escravos. Destaque para a imagem de Nossa Senhora do Rosário feita em madeira cedro com douramento e pinturas no teto retratando as ladainhas de Nossa Senhora . Sineira na frente da igreja. Os festejos que celebram as comemorações do dia em homenagem a Nossa Senhora do Rosário encantam turistas e visitantes com apresentações de Congado.

Igreja de São José

A igreja de São José foi construída no início do século XIX em 1817 e possui características do estilo rocócó e do neoclássico, sua fachada é esculpida em pedra-sabão , suas torres são arredondadas é a única igreja da cidade que possui características do estilo neoclássico e com torres arredondadas. Ainda tem debaixo do telhado eiras e beiras . Seu interior é muito simples e belo com destaque para a imagem de São José usando botas.

Profetas

Congonhas / MG: Os Profetas

As 12 esculturas em pedra sabão e tamanho natural retratam os apóstolos Amós, Abdias, Jonas, Baruque, Isaías, Daniel, Jeremias, Oseias, Ezequiel, Joel, Habacuque e Naum. As peças foram confeccionadas entre 1794 a 1804 pelo artista Antônio Francisco Lisboa, conhecido como Aleijadinho, e estão localizadas no adro do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos. As peças são consideradas a obra máxima do artista e expressão máxima do Barroco Mineiro.

Sala dos Milagres

Turismo em Minas Gerais | Congonhas

Local de peregrinação religiosa e possui uma grande coleção de ex votos desde o século XVIII até os dias atuais. Ainda hoje durante as festividades do Jubileu que acontecem entre 07 e 14 de setembro , os romeiros expõem ali seus ex votos em sinal de agradecimento de uma graça alcançada.

Estação Ferroviária Congonhas do Campo

Turismo em Minas Gerais | Congonhas

Antiga estação ferroviária de embarque e desembarque de passageiros. Construção do início do século XIX. Prédio inaugurado em 1914 até hoje possui suas características originais da época, muito utilizada durante as festividades do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Congonhas. No local existe um espaço dedicado ao lazer com playground para as crianças e ainda é possível visualizar os trens de carga que passam pelo local, além disso no interior do prédio é possível visitar uma coleção de fotos que contam a história do local.

Solar da Intendência

Solar da Intendência

O prédio foi construído no início do século XIX , no estilo colonial. Hoje o espaço é utilizado como prefeitura, no interior do prédio existe uma galeria de fotos de todos os prefeitos de Congonhas. No pátio existe uma réplica do profeta Jonas em tamanho natural em pedra- sabão.

Museu da Romaria

Museu da Romaria

Antiga hospedaria de romeiros. Hoje é um centro cultural e onde funciona o Museu de Mineralogia de Congonhas. Um dos museus mais completos de Minas Gerais. Conta toda a história da mineração em Minas Gerais desde o século XVII até os dias atuais.

Para conhecer outras atrações turísticas na cidade acesse https://www.minasgerais.com.br/

Fonte: https://www.minasgerais.com.br/ ; http://www.institutoestradareal.com.br/

Cidades

Professores da UFOP ofertam curso de fabricação de sabão artesanal

O projeto é realizado em parceria com a Unesco

O curso “Fabricação do sabão artesanal: proteção dos recursos hídricos e auxílio no combate à pandemia da Covid-19” será disponibilizado em um canal do YouTube de forma totalmente gratuita. O sabão artesanal será feito a partir de óleo usado e o curso vai incluir noções de sustentabilidade e empreendedorismo. Também serão oferecidas dicas de como vender os produtos, além de noções de higiene, preservação do meio ambiente e manuseio correto da água em casa.  

A professora do Programa de Pós-Graduação em Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental, Vera Guarda, uma das idealizadoras do projeto, explica a relevância da iniciativa: “No âmbito da saúde e higiene, auxiliará na diminuição da expansão da Covid-19. No tocante à sustentabilidade, ainda ajudará a proteger nossos corpos de água dos impactos negativos do óleo”. As aulas começam na segunda (18) e o curso oferece certificado. Confira o vídeo de apresentação.

Mais informações pelo e-mail: cursosabao@gmail.com

A IDEIA

A ação, que faz parte do Programa “100 horas para Senhoras” vinculado ao Núcleo da Cátedra da Unesco, já foi oferecido como um curso de extensão. “Devido à condição de pandemia da Covid-19 e ao papel do sabão na sua prevenção, o Programa Hidrológico Internacional (PHI) para América Latina e Caribe nos convidou a oferecer esse curso para comunidades vulneráveis em todo o continente”, conta Vera. Pensando em aumentar o alcance da ação, tanto no Brasil quanto nos países da América Latina, os professores envolvidos decidiram disponibilizar gratuitamente as aulas no YouTube.

Fonte: https://ufop.br/