Tag Archives: rota do café

Economia

Agricultura Familiar presente na Rota do Café!

Distante de Santa Rita do Sapucaí, a 18 km, está o Sítio Serra dos Borges, onde é produzido o Café Jacu Açu do Alto da Serra, o melhor café do sul de Minas. A Propriedade pertence ao Sr. Donésio Silvério que desde os 7 anos de idade trabalha com café, e hoje constrói sua história na Rota de mesmo nome em Santa Rita do Sapucaí.

No Sítio são produzidos cafés da variedade Catucaí Amarelo e Catuaí Vermelho, Com a ajuda de sua esposa, colhe o café e faz as seletivas necessárias para entregar ao consumidor final cafés especiais acima de 86 pontos.  A qualidade de sua produção se dá através de várias seletivas de grãos especiais. Vale ressaltar que o nome Catuaí significa “muito bom” em tupi-guarani, o que com certeza é confirmado pelos produtores da variedade. Há um ano o Sr. Donésio abriu as porteiras do Sítio Serra dos Borges para receber o turista que deseja viver a experiência “Da semente à xícara” das seletivas, até o produto final. 

Outros parceiros importantes são a Agrorigem, uma plataforma que comercializa cafés especiais direto do produtor, e uma das maiores Cooperativas do Sul de Minas, a Cooper Rita, que certifica a produção com o selo ABIC que reconhece e certifica a pureza do produto, sendo certificado também pelo Certifica Minas que comprova a qualidade do produto.

Conheça mais sobre a história do Sr. Donésio em seu perfil!
Instagram: @donesiosilverio

Saiba mais: Agricultura familiar é toda forma de cultivo de terra que é administrada por uma família e emprega como mão de obra os membros da mesma. A produção de alimentos acontece em pequenas propriedades de terra e se destina a subsistência do produtor rural e ao mercado interno do país.

Turismo & Lazer

Do pé à xícara: roteiro completo para conhecer o café de São Lourenço

Viajar por Minas Gerais sem ter um pão de queijo com café incluídos no roteiro não é uma experiência genuinamente mineira. Aliás, por aqui, tudo é motivo para um cafezinho: seja para dar um gás no trabalho, receber uma visita, dar aquela pausa nas atividades. A gente sempre arruma uma boa desculpa para mais uma xícara — ou uma caneca bem cheia, para os verdadeiros amantes da bebida.

No entanto, se você for para os lados da Serra da Mantiqueira, mais especificamente em São Lourenço, vai experimentar não só o sabor inconfundível de um bom café quente e fresquinho, como também vai aprender todo o seu processo de produção.

Sim, na Rota do Café Especial, o visitante da cidade mineira tem a chance de conhecer desde as plantações até o momento de passar o pozinho no coador — de preferência aquele de pano, bem caseiro, com gosto de fazenda ou casa de vó.

Rota do Café Especial

O passeio é promovido pela Unique Cafés, marca da região que já foi eleita diversas vezes a melhor do mundo. A experiência, que pode ser individual ou em grupo, é uma verdadeira aula sobre a história do café no Brasil e no mundo.

O visitante também descobre como escolher e separar os grãos e aprende a preparar aquele cafezinho de qualidade. Na Fazenda Sertão, com 800 hectares e 1 milhão de pés de café plantados, você nunca mais vai beber sua dose da mesma maneira.

Depois da visita guiada — que ainda tem a opção de vir acompanhada de vários cursos, treinamentos e aperfeiçoamento para os amantes e profissionais do café —, o visitante participa de uma degustação, com vários quitutes mineiros, incluindo o autêntico pão de queijo.

Passeio de balão e pôr do sol

Para deixar o programa ainda mais especial, ainda é possível adicionar o balonismo ao passeio ou contemplar o pôr do sol na Pedra do Rapel, a 1400 metros de altura. Assim, você vê os cafezais de um ângulo perfeito: das alturas! A vista, privilegiadíssima, contempla as plantações e as mais belas paisagens das montanhas de Minas.

Banho de Café

Considere o que acabou de ler ao pé da letra: em São Lourenço, você toma um banho de café, literalmente. A experiência é única, o banho é revigorante (assim como a bebida) e traz vários benefícios para a saúde e para a pele.

Numa cidade como São Lourenço, em que as temperaturas no inverno chegam a marcar 0°C, ter todo esse contato com o café dá mais vontade ainda de tomar uma xícara bem quentinha. E, é claro, de planejar a viagem! Se você quiser incluir nela os passeios, é só fazer as reservas pelo reserva@rotadocafeespecial.com.br ou pelos telefones (35) 3331-1086 e (35) 9 8417-5735.

A Unique Cafés fica na Rua Wenceslau Braz, 35, São Lourenço, Minas Gerais. Os horários de atendimento são de terça a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, de 8h às 13h.

Texto: Walquíria Domingues Fotos: Lucas Amorelli

Turismo & Lazer

ROTA DO CAFÉ ESPECIAL – ROTEIRO “DO PÉ A XÍCARA”

Visita guiada pela centenária Fazenda Sertão, que há mais de dez anos é reconhecida por produzir os melhores cafés especiais do mundo. A propriedade está localizada no município de Carmo de Minas, no Sul de Minas Gerais, entre as Montanhas da Serra da Mantiqueira, e tem atraído anualmente mais de 2500 visitantes.

Durante o percurso, abordamos os processos do café especial desde o pé até a xicara! além das explicações técnicas, é possível conhecer um pouco mais sobre a família e entender como o café especial mudou a realidade de uma região – Mantiqueira de Minas.

A Fazenda Sertão conserva uma longa história de quatro gerações de produtores de cafés de montanha. O primeiro registro de venda de café é de 1912. A propriedade foi herdada por Nazareth Dias Pereira e atualmente é administrada por seus filhos e netos.

Em 2005, o café Santa Inês foi eleito o melhor do mundo, com nota recorde de 95,85 pontos. Desde 2002 o grupo tem se destacado no mais renomado concurso de cafés especiais realizado em todo o mundo, o “Cup Of Excellence”.

O ponto de partida da Rota é a Unique Cafés, no calçadão de São Lourenço, cidade vizinha à Carmo de Minas. É nessa charmosa cafeteria que os grupos se reúnem e recebem as primeiras explicações sobre o percurso. Em seguida, seguem de van para a Fazenda Sertão. Durante o caminho já é possível apreciar as belezas naturais da região.

Primeira parada é o Mirante da Cachoeira, de onde é possível observar a grandeza do cafezal. São mais de um milhão de pés de café plantados. Segunda parada, mirante Central que fica a 1145m de altitude. Ali reiteramos as características do café

A parada a seguir é o mirante da Casa da Arvore um platô de madeira a 1260m de altitude de onde é possível observar de um lado a lavoura centenária, com suas características preservadas, e de outro a produção moderna.

Última parada é a sede da fazenda, um casarão colonial que hoje foi montado um museu do café, onde a história é contada através de objetos, fotos, arquivos e revistas. E guarda o acervo da família. La os participantes têm a oportunidade de degustar vários perfis de cafés especiais acompanhado de quitutes da fazenda;

O passeio com duração de cerca de três horas deve ser agendado com antecedência. Além da visitação à Fazenda, a Rota do Café Especial também oferece Cursos, Eventos e Workshops. O roteiro “do pé a xicara” se apresenta em 3 versões: Turistico, pedagógico e corporativo.

 

 

 

 

 

Contato : Renata Prado
(35)9.8417-5735
@rotadocafeespecial