Tag Archives: patrimônio natural klem

Turismo & Lazer

Criada a Reserva Particular do Patrimônio Natural Klem em Luisburgo

A palavra “preservar” tem aqui uma expressão mais forte. Serve para refletir e, assim evitar a destruição da floresta e, ainda preservá-la dos amigos falsos. Esse foi sempre o trabalho incansável do produtor rural, Nagipe Viana Klem. Hoje está feliz em ver seu sonho se tornando realidade. O sonho teve início há mais de 35 anos entre dois amigos apaixonados pela natureza, com uma preocupação e visão futura para a preservação ambiental.

O proprietário dos 139,0831 hectares de terra, Nagipe Viana Klem conheceu o ambientalista Eduardo Bazém e, juntos passaram a sonhar com a transformação de toda a área na reserva da Pedra Dourada, que está a 1810 metros de altitude e geografia favorável. Agora, se torna uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

A Portaria do IEF N° 3 foi publicada na terça-feira, 19/01/22, assinada pela Diretora Geral do IEF, Maria Amélia de Coni e Moura Matos Lins, reconhecendo como Reserva Particular do Patrimônio Natural, a RPPN “Klem”, de propriedade de Nagipe Viana Klem e Adelina Pires Viana, localizada no município de Luisburgo, de interesse público e  em caráter de perpetuidade, na totalidade dos imóveis inscritos nas matriculas 34.814 e 34.815, registrados no Cartório de Ofício de Registro de Imóveis na Comarca de Manhuaçu.

A RPPN tem uma área de 139,0831 hectares averbada. É uma área privada, gravada com perpetuidade, com o objetivo de conservar a diversidade biológica do local onde se encontra. No artigo 3° da Portaria cita que, as condutas e atividades lesivas à área desconhecida, sujeitam o infrator às penalidades e sansões civis cabíveis.

Para o engenheiro florestal do escritório do IEF/ Manhuaçu, responsável pelo levantamento, Kildare de Lima Brandão, a área é de uma biodiversidade fantástica, que faz jus ao nome do local, conhecido como “Pedra da Dourada”, de propriedade do Sr. Nagipe Viana Klem.

Conhecendo o santuário ecológico a primeira vez

Em março de 2017, a reportagem fez uma visita à reserva da Pedra Dourada, juntamente com um grupo de escoteiros de Manhuaçu, acompanhados de biólogos, um botânico e equipes de apoio, foi feito o registro da primeira visita à reserva da Pedra Dourada, localizada no município de Luisburgo. A expedição foi o marco inicial da visitação ao público àquele santuário ecológico. Localizada na Pedra Dourada, a unidade de conservação foi criada e sempre mantida por particular.

A reserva traz um encantamento a quem visita e, no ponto mais alto oferece visibilidade capaz de levar os olhares aos quatro cantos, onde é possível observar a existência de uma riqueza ambiental muito singular. Passeando pela reserva, percebe-se que a natureza encarregou de mesclar vegetação da Mata Atlântica, e espécies da flora que dão o tom da beleza natural. A fauna também aparece em vários pontos da reserva, com sua diversificação. A trilha principal tem nível de dificuldade moderado e, pode ser feita por pessoas acima de 10 anos.

Durante o passeio pela reserva, a reportagem conversou durante o percurso com Cesar Klem. Ele contou que seu pai, Nagipe Viana Klem começou a se preocupar com o meio ambiente, no momento em que pouco se falava em preservação. Durante a caminhada pela trilha, Cesar mostrava com orgulho as árvores nativas com troncos enormes, as pequenas plantas que estavam surgindo, além das orquídeas e bromélias que enfeitam o lugar escondido no vale encantado. Nos explicou que a reserva é um local para admirar. “Queremos que as pessoas venham, para terem consciência sobre o meio ambiente e possam usufruir de toda essa beleza, que tem aqui em cima. Esse é um sonho de todos da família, recebendo visitantes nesse santuário”, ressaltou Cesar Kleim.

Agora com a criação da RPPN “Klem”, a localidade conhecida como Pedra Dourada será um ponto turístico, a atrair principalmente às pessoas que amam e admiram a natureza.

Eduardo Satil / Cidade Total
Fonte: https://www.portalcaparao.com.br/