Tag Archives: Oscip

Turismo & Lazer

Obras do trem turístico Rio-Minas devem começar neste mês

Iniciativa que há anos busca sair do papel para, enfim, entrar nos trilhos, o trem turístico Rio-Minas teve uma novidade promissora nos últimos dias.

Segundo a presidente da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Amigos do Trem, Cyntia Nascimento Leite, as obras de reforma dos 37 quilômetros do trecho Três Rios-Sapucaia (RJ), passando pelo município mineiro de Chiador, devem ter início ainda em maio, pois começaram a chegar em Três Rios os insumos para as obras de infraestrutura e superestrutura (troca de dormentes, trilhos, lastro). Ainda de acordo com Cyntia, o serviço deve ter duração de seis meses, o que permitiria iniciar as atividades do trem Rio-Minas um mês depois, em dezembro.

Em julho de 2021, foi publicada no Diário Oficial da União a aprovação da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para o pedido de reforma da concessionária Ferrovia Centro Atlântica (FCA)/VLI Logística, que antes de iniciar as obras teve que cumprir trâmites burocráticos, como a apresentação de um plano de trabalho, que foi apresentado em 29 de março, em uma reunião que aconteceu na Prefeitura de Três Rios. O projeto da Oscip prevê que o trem de passageiros percorra oito cidades entre os dois estados, num total de cerca de 170 quilômetros de extensão, chegando até Cataguases. As obras devem gerar cerca de 250 postos de trabalhos, com preferência para os moradores dos três municípios, segundo informou Cyntia.

Por parte da Oscip, a presidente da Organização diz que já estão estruturados com todo o material rodante (locomotivas, vagões, guindaste) e que a burocracia está em dia. ”Temos ainda toda a equipe preparada para atuar no projeto, já recebemos contato por parte das agências de turismo e as prefeituras estão bem envolvidas, assim como o Sebrae, que está fazendo um trabalho para capacitar a população para receber os turistas. O trem Rio-Minas poderá receber até 837 passageiros. Então é necessário uma estrutura para atender a essa demanda”, relata. “Um dos nossos projetos, o Ferrovia-Escola, deu uma parada por causa da reforma, pois é preciso fazer atividades de campo, mas retornará o mais breve possível, pois a mão de obra para o setor é escassa. E temos outras iniciativas pensadas para as regionais que a Amigos do Trem sedia no Espírito Santo, Sergipe e Pernambuco.”

Fonte: https://barrosoemdia.com.br/