Tag Archives: museus

Turismo & Lazer

Turismo na pandemia – como viajar com segurança por Minas Gerais

Após mais de um ano em isolamento social devido à pandemia do coronavírus, aos poucos as viagens em família
vão sendo retomadas. Porém, a dúvida de grande parte das pessoas que viajam com os filhos é como fazer isso
de forma segura.
Mesmo com a vacinação, os casos de Covid-19 continuam sendo notificados. E o distanciamento, o uso de máscara e a
higienização das mãos seguem sendo as medidas mais eficazes para conter as contaminações. Por isso, viajar de forma
responsável se tornou essencial para segurança das pessoas que amamos.

Minas Gerais sempre foi um Estado muito procurado para viagens familiares. Pensando nisso, preparamos algumas
dicas de roteiros que vão desde grutas até museus, passeio de trem e hotéis, para garantir a diversão da garotada.
Programe o próximo passeio em família e fique de olho nas restrições de cada cidade, mudanças nos horários e lotação permitida para não perder nada.

Conheça as grutas mineiras

750x500_parna_cavernasdoperuacu_Fernando-Tatagiba-28.png

Além de proporcionar contato com a natureza, algumas se encontram em belos parques, e suas visitas são
guiadas para a maior segurança dos visitantes. Nossa indicação é a Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas. Ela tem
220 metros para visitação, sendo que seu último salão é o mais aguardado, pois há nele duas grandes colunas de
cristal calcita com 12 metros.
Outra opção é a Gruta de Maquiné, em Cordisburgo. Seu nome foi dado em homenagem a quem fez sua descoberta,
Joaquim Maria Maquiné. Tem 400 metros de extensão e esculturas moldadas pelas águas e estalactites.

Visite os museus

Conhecer a História além dos livros é sempre uma programação que encanta crianças e adultos. Em Minas,
há várias opções de museus dinâmicos que vão cativar o olhar, sobretudo dos pequenos. Uma dessas opções
é o Museu dos Brinquedos, em Belo Horizonte. Formado por uma grande coleção de brinquedos que Luiza de Azevedo Meyer reuniu ao longo de décadas, tem um acervo de mais de cinco mil brinquedos com vários jogos, carrinhos, bonecas, livros, entre outros.
Também na capital mineira, as crianças vão adorar conhecer o Museu Giramundo, que une educação e cultura. O espaço se tornou guardião do maior acervo de teatro de bonecos das Américas. Outro ponto interessante é que ele tem boa parte de seus espetáculos originais em atividade.

Faça um incrível passeio de trem

Os visitantes de Minas podem viajar em locomotivas centenárias e apreciar as belas serras e montes do Estado.
Um desses passeios é o trajeto entre São João del-Rei e Tiradentes. Passando pela parte velha da Estrada de Ferro Oeste de Minas, com percurso de 12km, você viaja a bordo de uma das locomotivas a vapor mais antigas do Brasil: a Maria Fumaça.
Outra cidade histórica que oferece um trajeto interessante para se fazer em família é Ouro Preto. As opções vão
desde vagão comum ao panorâmico, que é climatizado e tem janelas maiores que facilitam a visão. O trajeto é de 18km até Mariana.

Qualquer que seja a sua escolha, lembre-se de respeitar as regras estabelecidas em cada cidade, de acordo com a situação local da pandemia. Leve a sério os protocolos básicos para evitar surpresas desagradáveis em seu passeio e não se esqueça de sempre conferir horários de funcionamento e condições de cada local que deseja visitar.

Cidades

Museus de Congonhas terão atividades educativas em clima de Carnaval

No período de 18 a 22 de fevereiro, o Museu de Congonhas e o Museu da Ladeira vão realizar uma série de oficinas e atividades educativas para relembrar os antigos carnavais da Cidade dos Profetas. Está chegando a Folia nos Museus!

Crianças e adolescentes estão convidados a viajar no tempo e conhecer as Escolas de Sambas que já desfilaram na cidade, ouvir os samba-enredos, as marchinhas e entender como os carnavais também carregam as histórias e tradições de um povo. Além de aprenderem a confeccionar máscaras, acessório momesco que não pode faltar.

No Museu da Ladeira a folia terá um gostinho ainda mais especial com a exposição “Vicki: A dama das artes”, a mostra reúne uma série de figurinos e adereços que lembram a festividade, além de ser um motivo a mais para conhecer a história de Victória Parcus, a Tia Vicki, que foi umas das grandes produtoras de cultura de Congonhas, homenageada no Carnaval de 1986.

Participe! Inscrições e mais informações: (31)3731-6747

Fonte: http://www.fatoreal.com.br/

Cultura

Museu de Congonhas participa da 17ª Semana Nacional de Museus

O Museu de Congonhas participa da 17ª Semana Nacional de Museus, promovendo diversas atividades por meio do setor educativo, durante todo o mês de maio, levando em conta o tema de 2019: “Museus como núcleos culturais: o futuro das tradições, proposto pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM) e pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

A Semana foi idealizada para potencializar as comemorações do dia 18 de maio, celebrado como o Dia Internacional dos Museus. Estão na pauta das ações o resgate da história do surgimento dos museus e da memória da cidade; a história dos ex-votos, desde suas origens até suas diversas formas atuais; e a pintura nos estilos barroco e rococó, tendo como base o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos. Todas as atividades são abertas ao público.

Oficinas museus de Congonhas – foto Eliane Gouvea

 

“A cada ano, procuramos envolver os visitantes, a comunidade e os estudantes dentro dos temas propostos pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Com essas atividades, buscamos instigar a preservação da memória, promovendo o conhecimento de diversas gerações para manter a salvo as tradições, principalmente no que tange a história de Congonhas, nossa cidade. As ações vêm de encontro ao trabalho desenvolvido no Museu de Congonhas, desde a abertura, em dezembro de 2015”, explica Sérgio Rodrigo Reis, diretor do Museu de Congonhas.

Atividades – Museu de Congonhas – 17ª. Semana Nacional de Museus

Em busca de uma lenda perdida

Para se compreender a origem dos Museus e a importância social que eles possuem, a ação visa resgatar os primórdios do espaço museológico, os gabinetes de curiosidades. Durante o processo de aprendizagem questionamentos como: O porquê da criação dos gabinetes de curiosidades, para que servem, o processo que deu vida aos Museus, como os Museus são capazes de resgatar a memória local e a forma que afeta a construção do cidadão, irão permear o debate e as atividades realizadas.

Ex-votos: A história

Visa trabalhar a história dos ex-votos, desde suas origens até suas diversas formas atuais. Regatando essa cultura de maneira ampla e lúdica onde os próprios participantes confeccionarão tabuas votivas, ex-voto amplamente utilizado em Minas Gerais nos séculos XVIII e XIX, como forma de aprenderem mais a fundo, para que posteriormente possam ser reprodutores desse conhecimento, mantendo viva a tradição dos ex-votos.

Desvendando a arte

Visa por meio lúdico ensinar alguns dos processos artísticos utilizados na feitura de um dos maiores monumentos arquitetônicos do mundo, Santuário do Bom Jesus de Matosinhos.Assim, será realizado pelos participantes, uma pintura com elementos dos dois movimentos artísticos presentes no Santuário, o barroco e rococó, em um quadro feito de palito de picolé confeccionados por eles mesmos.

Serviço:

Museu de Congonhas – (Alameda Cidade de Matosinhos de Portugal, 77, Basílica – Congonhas/MG)

Funcionamento: às terças, quintas, sextas, sábado e domingo, de 9h às 17h. Na quarta-feira, funcionamento de 13h às 21h, com entrada franca.

Ingresso R$10,00, exceto nas quartas-feiras, em que a entrada é franca. Até 11 anos não é cobrada a entrada. Idosos pagam meia entrada. O estudante que apresentar carteirinha, pagará meia entrada, independente da idade.

Informações: (31) 3731 6747

Fonte: foconanoticia.com.br