Tag Archives: jazz

Cultura

A edição 2020 do Festival Tudo é Jazz será um tributo à Maria Alice Martins, idealizadora e curadora do projeto

Excepcionalmente, este ano, a programação será online, de 25 a 27 de novembro

Produtora cultural visionária, Maria Alice “Biiça” Martins (agosto 1951 – novembro 2020) foi pioneira na criação de um festival totalmente dedicado ao jazz em Minas Gerais, abrindo caminho para que outros eventos do gênero viessem. A edição de 2020 do Festival Tudo é Jazz, que marca sua última curadoria, será em tributo à sua criadora, que também atuou como coordenadora em suas dezessete edições anteriores.

Excepcionalmente, este ano o festival não será realizado em Ouro Preto, cidade que tem sido sua casa, e acontecerá em formato online, com shows transmitidos via streaming no www.tudoejazz.com, de 25 a 27 de novembro, sempre a partir das 20h, reunindo artistas novos e consagrados, brasileiros e estrangeiros.  A programação contará com nomes como Amaro Freitas, Madeleine Peyroux e Celio Balona, Tulio Mourão e trio (lançamento do novo CD), Natasha Agrama e Rogerio Delayon, Pianissimo Jazz, Marcos Valle e Stacey Kent.

A cultura como caminho e o amor pelo jazz 

Além de curadora e coordenadora do Tudo é Jazz, em Belo Horizonte e Ouro Preto, além de curadora e coordenadora do “Tudo é Jazz no Porto” em 2013 e do projeto Som Clube, em 2001, 2014, 2016 e 2018 em Belo Horizonte. Nascida em Ponte Nova e formada em arquitetura pela UFMG, o interesse pelo jazz vem ainda da adolescência, quando teve contato com a música negra norte-americana através do intercâmbio cultural que, segundo ela, era muito comum na sua cidade, graças a uma professora chamada Vera Soares que enviava alunos para estudar nos EUA e os mesmos voltavam com vários discos, muitos deles com o ritmo criado pela comunidade afro-americana de Nova Orleans. Apesar da formação acadêmica foi na música que Biiça, como é carinhosamente chamada pelos amigos, se encontrou.

Com intensa trajetória cultural atuou em projetos de grande importância, como a coordenação da 1ª edição da Mostra de Cinema de Tiradentes, em 1998, o 1º Tiradentes Jazz Festival, em 2000.  Foi responsável também pelas 14 edições Festival da Vida de Mariana, cuja programação contou com nomes como Gringo Cárdia, Benki Pikãko -, Ashaninka entre outros, contando também com grandes nomes da música popular brasileira como Rita Lee, Nando Reis e Maria Betânia.

Com olhar atento para aspectos fundamentais como a diversidade cultural, o fortalecimento da cena local e para os novos artistas, Biiça, indo além do obvio, sempre trouxe como marca das suas curadorias novos e promissores nomes da música, a exemplo de artistas como Thiago Pethit, Cobra Coral, Liniker, Gui Hargreaves, entre outros, evidenciando uma sensibilidade rara, de quem assume um compromisso com o desenvolvimento do cenário musical.

Além da atuação marcante como programadora de grandes festivais, Maria Alice compreendeu cedo a importância do fortalecimento das conexões com os demais elos da chamada cadeia produtiva da música, trazendo para a cidade, além de músicos renomados, jornalistas de importantes, do Brasil e do mundo, a exemplo de Zuza Homem de Mello, jornalista e musicólogo falecido em outubro de 2020, foi a maior especialista em música popular brasileira que se tem notícia.

O Tudo é Jazz reúne a tradição e a inovação, conectando artistas de gerações e nacionalidades distintas, levando ao público o que há de mais relevante na música produzida atualmente, não apenas no Brasil, mas também em outras partes do mundo. O urbano, o clássico e o contemporâneo se encontram neste espaço marcado pela pluralidade sonora onde o jazz é o fio condutor.

O Festival Tudo é Jazz 2020 é viabilizado pela Lei estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, com patrocínio da Cemig. Realização: ALCE – Associação Livre de Cultura e Esporte. Co-realização Rede Minas. 

Produção: New View Entretenimento e Comunicação

Rádio Oficial: CDL FM

Programação 

Quarta dia 25: 20h

Amaro Freitas

Madeleine Peyroux feat Celio Balona

Quinta dia 26: 20h

Tulio Mourão e trio, lançamento do novo CD

Natasha Agrama feat Rogerio Delayon 

Sexta dia 27: 20h

Pianíssimo Jazz

Marcos Valle feat Stacey Kent

Serviço

Festival Tudo é Jazz 2020

Quando: 25 a 27 de novembro, às 20h

Onde: www.tudoejazz.com

Evento gratuito

Programação:

Quarta dia 25: 20h

Amaro Freitas

Madeleine Peyroux fest Celio Balona

Quinta dia 26: 20h

Tulio Mourão e trio, lançamento do novo cd

Natasha Agrama feat Rogerio Delayon 

Sexta dia 26: 20h

Pianíssimo Jazz

Marcos Valle feat Stacey Kent

Fonte: www.ouropreto.com.br

Cultura

FESTIVAL DE BLUES & JAZZ DE TIRADENTES COMEÇA NO DIA 27

8ª edição homenageia o grande bluseiro americano JJ Jackson, que faleceu no ano passado

De 27 a 29 de junho, Tiradentes (MG) recebe o Festival de Blues & Jazz 2019, evento muito esperado na região, atraindo um público cada vez maior. São esperadas 15 mil pessoas.  

A 8ª edição vai prestar uma homenagem a JJ Jackson, cantor, compositor e arranjador de blues americano que, desde 1980, escolheu o Brasil como segundo casa. Ele faleceu no ano passado, em São Paulo, aos 75 anos.

Uma novidade na edição 2019 foi o concurso Novos Talentos do Blues, que elegeu uma banda para fazer parte da programação do festival. A final do concurso aconteceu no dia 21 de junho na Cervejaria Backer em BH. Quem venceu foi a banda Zé e Blues Rock Road Band, que vai abrir a programação do Festival em Tiradentes na quinta-feira, dia 27 de junho.

Os shows serão realizados na Praça da Rodoviária, que receberá a programação diurna, e no Resort Santíssimo, que apresenta o palco principal e a programação da noite.

Para Milton Furtado, diretor da Production Eventos e realizador do Festival, o evento já se consolidou como um dos principais do gênero. “O Festival se mistura ao clima histórico e aconchegante que Tiradentes proporciona aos visitantes. Isso traz ainda mais charme à programação e ao evento” revela.

ATRAÇÕES
A curadoria do evento foi feita por Giovanni Mendes -, baixista, professor, produtor e diretor da AvantGarde Escola de Música -, que escolheu as bandas que se apresentam na 8ª edição do Festival de Blues & Jazz de Tiradentes. A parceria com a escola de música vai apresentar bandas no palco da Praça da Rodoviária.

Além disso, o Festival vai promover um intercâmbio entre grandes nomes da música instrumental internacional e daqui do Brasil. “Esse é um dos objetivos que temos a cada edição: promover o encontro entre os músicos, novas parcerias e amizades”, explica Giovanni.

Confira alguns nomes que se apresentam:

Big Joe Manfra

Com quase 23 anos de carreira, dois discos solo (“Big Joe Manfra” e “Big Joe Manfra 2”) e o CD “Blues ETC.” (com o gaitista Jefferson Gonçalves), Big Joe é um dos principais artistas do blues no Brasil nos dias de hoje. O músico gravou neste ano o DVD “Big Band Ao Vivo”, registro do encontro com outros grandes artistas do blues, o primeiro DVD de um intérprete brasileiro do estilo.

Cuca Teixeira

Baterista conceito da cena instrumental e jazz no Brasil, já trabalhou com grandes nomes da música brasileira como Maria Rita, Hermeto Pascoal, Dominguinhos e Raul de Souza. Seu novo trabalho, “Cuca Teixeira Groove Reunion”, é um projeto instrumental que contém músicas autorais e arranjos coletivos para canções de Miles Davis, Michael Jackson, Yaniel Matos, entre outros, com um quarteto formado por Fábio Leal (guitarra), Nino Nascimento (baixo), Maycon Mesquita (trumpete) e Cuca Teixeira (bateria).

Jefferson Gonçalves

Uma das principais referências no cenário da gaita no Brasil e no mundo, já teve seu trabalho elogiado por vários músicos, revistas e sites internacionais. Com seu estilo inconfundível e original consolida de vez sua competência e criatividade fazendo misturas autênticas, onde estilos diferentes se unem para criar uma atmosfera tipicamente brasileira, sua gaita faz um mix entre a música negra norte americana e o regionalismo dos ritmos nordestinos como o forró, o baião, o xaxado, o maracatu, entre outros.

Igor Prado

Guitarrista paulistano com 16 anos de carreira, recentemente teve o álbum mais tocado dentro no gênero nos EUA (Living Blues Charts) e em 2016 se tornou o único artista sul-americano indicado ao 34th Blues Music Awards, considerado o “Oscar” do blues americano. Já tocou nos principais festivais do mundo e, em 2018, produziu seu mais novo projeto com renomados músicos do circuito de Soul, Funk & Gospel paulistano misturando elementos da música brasileira com o Blues, Soul e Funk do Sul dos Estados Unidos.

Radio Bounce 
É uma fusão musical experimental que passeia por diversas influências como Jazz, Hip-Hop, Fusion, Soul, Pop e Música Brasileira. Em uma linguagem moderna, os experientes músicos criam releituras para clássicos da música mundial de artistas como Stevie Wonder, Tom Jobim, Gilberto Gil, Cassiano, Ray Charles, Bob Caldwell, Simply Red, Isley Brothers, George Benson, Michael Jackson, Roberta Flack, All Jarreau, entre outros. Radio Bounce é música e energia que agrada a todos os públicos!

Tia Carroll

Constantemente comparada a lendas como Tina Turner, Koko Taylor, Aretha Franklin, Carroll nasceu em Richmond, California (USA), e começou cantando na igreja batista ainda muito jovem influenciada por artistas como Stevie Wonder, Larry Graham e Sam Cooke. Deu início à carreira profissional no final dos anos 70 acompanhando o lendário bluesman Jimmy McCracklin e a cantora Sugar Pie DeSanto. Dona de uma voz impressionante e uma presença de palco sem igual, Carroll lançou em 2018 seu terceiro álbum: “Survivor”.

Lorenzo Thompson

Nascido em Greenwood, Mississippi (Eua), nos anos 50, Lorenzo teve sua primeira experiência de canto no coral da igreja. É um artista verdadeiramente dinâmico que tem a capacidade única de se conectar com o público em todos os lugares onde se apresenta. Sua energia é contagiante e ele transforma cada show em uma grande festa. Para a turnê no Brasil será acompanhado pela Bruno Marques Band, de Belo Horizonte, formada por Bruno Marques, Christian Weber, Alexandre Mourão e Walner Lucas.

Victor Biglione

Eleito pela Washburn como um dos maiores guitarristas do planeta, Victor é dono de um currículo invejável. Já lançou 16 álbuns individuais e um em duo, além de ter participado de shows e fonogramas de mais de 300 artistas do Brasil e do mundo. No show em Tiradentes, será acompanhado pela banda mineira Caixa Preta.

PROGRAMAÇÃO:

RESORT SANTÍSSIMO

Dia 27/06 – 5ª feira

19h: Abertura Oficial do evento

        Show Zé e Blues Rock Road Band

21h: Show AvantGarde Blues Band

22h30: Show Igor Prado Quarteto

Dia 28/06 – 6ª feira

12h: Show AvantGarde Blues Band 

13h: Show Avant Quinteto

14h: Show Flying Sticks

18h45: Show Cuca Teixeira Groove Reunion

20h45: Show Radio Bounce

22h30: Show Tia Carroll e Banda

Dia 29/06 – Sábado

12h: Show AvantGarde Blues Band

13h: Show Flying Sticks

18h45: Show Victor Biglione e Caixa Preta

20h45: Show do Big Joe Manfra e Jeferson Gonçalves

22h30: Show Lorenzo Thompson

PRAÇA DA RODOVIÁRIA

Dia 28 – 6ª feira

15h: Show AvantGarde Blues Band 

16h30: Show Flying Sticks

Dia 29 – Sábado

15h: Show AvantGarde Blues Band

16h30: Show Flying Sticks

O Festival de Blues & Jazz de Tiradentes 2019 é apresentado pelo Ministério da Cidadania – Secretaria Especial da Cultura e X11 Expert Riders e realizado pela Production Eventos.Tem como patrocinadores a Honda e a Cervejaria Backer, como copatrocínio da BH Harley-Davison, Euroville, Pirelli/Zoom, O2BH Kawasaki, O2 BH Ducati e Triumph BH. O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Tiradentes e Supermercado Carrossel.

Mais informações pelo site www.productioneventos.com.br

O evento acontece paralelamente à 27ª edição da Bike Fest, um dos maiores encontros de motos do Brasil, de 26 a 30 de junho (as informações completas seguem em anexo).

Serviço
8º Festival Blues & Jazz Tiradentes
Data:
 27 a 29 de junho de 2019
Local: Santíssimo Resort 
(Rua dos Inconfidentes, 140 – Centro Histórico, Tiradentes-MG)
Praça da Rodoviária
(Rua São Francisco de Paula, 71, Tiradentes – MG)
Programação completa e informações: www.productioneventos.com.br

Paula Bicalho

Relacionamento com a Imprensa – Rede Comunicação de Resultado

Fotos: Fred Mancini

Cultura

TIRADENTES RECEBE 5° FESTIVAL DE BLUES & JAZZ

A charmosa cidade de Tiradentes recebe entre esta quinta-feira (23) e sábado (25), o 5º Festival de Blues & Jazz reunindo os amantes dos gêneros musicais em torno de oito bandas, com entrada gratuita. Realizado desde 2012, o evento se tornou um sucesso com a mistura dos dois ritmos e vem atraindo cada vez mais público: a expectativa para essa edição é que 9 mil pessoas prestigiem o Festival, que será realizado pela primeira vez no Santíssimo Resort.

Os shows acontecem na Tenda Bar, espaço que conta com estrutura ampla, coberta, com praça de alimentação e bebidas para receber com mais conforto e segurança o público do festival. Além de manter a aclamada mistura de jazz e blues a organização do evento aposta também em atrações que foram sucesso nas edições anteriores, como o artista Mark Lambert, que volta aos palcos do festival pelo quinto ano consecutivo.

Para Milton Furtado, diretor da Production Eventos e um dos organizadores do Festival, o evento já se consolidou como um dos principais do gênero. “O Festival de Blues & Jazz é aguardado com ansiedade pelo público que marca presença durante os três dias do evento. A cada ano o formato vem se consolidando e atraindo mais público, principalmente pelo clima histórico e aconchegante que Tiradentes proporciona os visitantes”, conta.

FESTIVAL DE BLUES & JAZZ - FOTO- FRED MANCINI (2)O festival começa às 19h30 no dia 23, quinta-feira, com apresentações de Alexandre da Mata & The Black Dogs, Affonsinho e Radio Blues. Na sexta-feira, dia 24, às 18h, é a vez do público curtir a apresentação de The Yer Blues Band, Igor Prado Band e Jackie Scott. Para fechar a programação, no sábado, começando às 12h30, sobem ao palco Pro-Music Blues Band, Big Joe Manfra e Mark Lambert & Trio.

O Festival de Blues & Jazz é apresentado por X11 Expert Riders, organizado pela Production Eventos, produzido pelo Grupo Berg e realizado pelo Ministério da Cultura com o incentivo da Secretaria Estadual de Cultura. E tem como patrocinador a Honda, com o co-patrocínio da Pirelli, Zoom Moto Center, Cervejaria Backer, BH Harley-Davidson, Kawasaki, Triumph BH, Indian Motorcycle BH, Urban Helmets e Mobil Super Moto. O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Tiradentes, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Informações –www.productioneventos.com.br e www.fbjt.com.br

Programação do 5° Festival de Blues & Jazz de Tiradentes

Data: 23/06 – Quinta-feira

Local: Santíssimo Resort

19h30 – Alexandre da Mata & The Black Dogs

21h30 – Affonsinho e Radio Blues

Data: 24/06 – Sexta-feira

Local: Santíssimo Resort

18h00 – The Yer Blues Band

19h30 – Igor Prado Band

22h00 – Jackie Scott

 

Data: 25/06 – Sábado

Local: Santíssimo Resort

12h30 às 15h – Pro-Music Blues Band

19h00 – Big Joe Manfra

22h00 – Mark Lambert & Trio

 

Sobre algumas atrações do Festival

Mark Lambert & Trio – Comandado pelo guitarrista Mark Lambert tem seu foco no Swing Jazz da década de 30, mas passeiam pelo funk de James Brown e pelo R&B de Ray Charles. O repertório do show inclui sucessos como “Let the Good Times Roll” (Ray Charles), “Caldonia” (Louis Jordan) e “Jump, Jive an’ Wail” (Louis Prima). Além das melhores músicas dançantes do R&B, Soul & Funk, como “Sex Machine”(James Brown) e “Dance To The Music” (Sly & the Family Stone) e também um pouco de Banda Black Rio. Popularizado nos anos após a Segunda Guerra Mundial por Louis Jordan, Ray Charles e Louis Prima, o gênero junta a espontaneidade do Jazz improvisado com os ritmos dançantes de R&B.

Affonsinho – Cantor, compositor, instrumentista e produtor, Affonsinho foi um dos fundadores do grupo carioca Hanoi Hanoi. É autor de “Gentil Loucura”, primeiro sucesso do Skank. Estudou na famosa Berklee College of Music (EUA) e é considerado um dos melhores guitarristas de blues e rock do Brasil. Foi eleito o melhor instrumentista do Festbelô 2000 e agraciado com o Troféu ProMúsica, na categoria de melhor cantor. Antes desse novo disco de blues, o músico já havia lançado dez discos autorais no Brasil e Japão (Dubas e NRT) e outros dois de releituras. Emplacou diversas canções em várias FMs do país e foi gravado por dezenas de artistas, como Sandra de Sá, Fernanda Takai, Verônica Ferriani, Samuel Rosa, Celso Fonseca, Alexia Bomtempo, Vander Lee, Marina Machado, entre outros.

Big Joe Manfra – Com 20 anos de estrada, dois CDs solo (Big Joe Manfra e Big Joe Manfra 2) e o CD “Blues Etc” (com o gaitista Jefferson Gonçalves), o músico se consolidou como um dos principais artistas do meio blues no país. Para comemorar uma década de carreira, o guitarrista e cantor Big Joe Manfra gravou o DVD “Big Band Ao Vivo”, registro do encontro de grandes instrumentistas e intérpretes do blues, além de ser o primeiro DVD de um intérprete brasileiro de blues. Ao longo de sua carreira Big Joe Manfra procurou uma sonoridade que tivesse sua marca pessoal. A frente dos vocais a partir do segundo CD, buscou não se restringir ao blues tradicional, aliando a energia de seu lado rocke a influência do jazz em seus arranjos ao estilo nascido no Mississipi.

Igor Prado Band – O músico Igor Prado começa a se interessar pela guitarra aos 11 anos e logo se apaixonou pela linguagem do blues, com 16 anos já tocava em bares e festivais com liminar da justiça por causa da pouca idade. Desenvolveu um estilo um pouco diferente de tocar, pois autodidata e canhoto aprendeu virando uma guitarra de destro de cabeça para baixo, Igor é um canhoto que toca com as cordas invertidas do instrumento. Aprofundou-se na linguagem do Blues tradicional e West Coast Swing, estilo que mistura o blues com elementos do Swing, famoso movimento de jazz dançante dos anos quarenta. A Igor Prado Band é formada por seu irmão Yuri Prado na bateria, Rodrigo Mantovani no contrabaixo elétrico e acústico e Denílson Martins no Saxofone Barítono. Em 2016 foram indicados ao Blues Music Awards, o “Oscar” do Blues Americano na categoria “Best New Artist Album”, um feito histórico, se tornando o único artista não-americano indicado na renomada premiação.

The Yer Blues Band – A Yer Blues é uma banda formada em 1997 dedicada à memória dos mestres do blues. Carrega a marca forte de BB King, Muddy Watters, Albert King, Robert Johnson, Buddy Guy. Seu repertório contempla também o que há de melhor do rhythm and blues como Eric Clapton, Stevie Ray Vaughan, Jonh Mayall, Peter Green, entre outros, além de composições próprias. A Yer Blues traz um som consistente e se compromete com uma viagem no tempo e no espaço, fazendo uma ponte entre o passado e o presente, entre Belo Horizonte e o blues do Mississipi, Texas e Chicago, trazendo na alma de seus músicos toda a intensidade do gênero.