Tag Archives: itabirito

Economia

A importância do planejamento financeiro

O planejamento é uma ferramenta essencial em nossas vidas, seja para iniciar uma construção, seja para realizar uma viagem — e com as finanças pessoais não é diferente. Em um cenário macroeconômico com elevado número de desempregados, pressão inflacionária e atividade econômica caminhando a passos de tartaruga, estar com o planejamento financeiro em dia deixou de ser um privilégio das pessoas que têm um bom nível de educação financeira para se tornar uma necessidade de todos em tempos de crise.

O intuito desta coluna é justamente despertar nos leitores a importância de planejar as suas finanças pessoais, no curto, médio ou longo prazo. Infelizmente, este economista que aqui escreve não tem poderes sobrenaturais
de premonição ou uma bola de cristal para dizer, com exatidão, os rumos da economia e o impacto que vai causar na sua vida nos próximos meses ou anos. Todavia, é possível dotar você de conhecimento e das ferramentas necessárias para não repetir as decisões errôneas do passado, propiciar um presente mais tranquilo e um futuro próspero.
Ao exercitar um pouco a memória e voltar brevemente ao passado, eu pergunto: você foi capaz de prever o surgimento da pandemia?

Acredito que, tirando os aficionados por filmes de apocalipse zumbi ou profetas do fim dos tempos, ninguém teria imaginado uma situação dessa magnitude, responsável por impactar avida de toda população mundial.
O contexto econômico que estamos vivenciando nos remete a uma das principais bases do planejamento financeiro: a única certeza que temos é que imprevistos e situações fora do nosso controle sempre vão acontecer. Quando vai acontecer é impossível saber, agora, o quanto esse imprevisto ou situação vai impactar sua vida financeira, isso pode e deve ser minimizado por um planejamento financeiro de qualidade.

Com base nesse raciocínio, fica a pergunta: se por acaso hoje você ficasse sem renda alguma, por quantos meses seria capaz de sobreviver sem se desfazer dos seus bens ou recorrer a empréstimos?

Em meu instagram @willer.moraes, diariamente, posto dicas que poderão ajudar você a colocar sua educação e vida financeiras em dia!

Texto: Willer Moraes
Economista e Consultor Financeiro

Cidades

Conheça Minas Gerais – Itabirito

No fim do século 17, as descobertas de ouro nas imediações de Sabará e Ouro Preto provocaram um grande deslocamento de pessoas para a região central de Minas Gerais. Colonos e imigrantes de vários lugares começaram a povoar as terras que, em pouco tempo, transformaram-se em arraiais, freguesias e vilas.

Crédito: Arthur Seabra

Segundo o historiador mineiro Augusto de Lima Júnior, a chegada do Capitão-mor Luiz de Figueiredo Monterroio e de Francisco Homem Del Rey à região do Pico de Itaubyra (atual Pico de Itabirito), em 1709, deu início aos primeiros núcleos fixos de habitantes e a intensificação da extração de ouro no atual distrito-sede de Itabirito. As minas de Cata Branca e Córrego Seco, situadas na localidade de Arêdes, são parte deste período.

Inspirados pela imagem de Nossa Senhora presente no retábulo retirado da Nau do Capitão-mor, os habitantes começaram a denominar a localidade como Arraial de Nossa Senhora da Boa Viagem de Itaubyra do Rio de Janeiro. Na parte alta dessa localidade, foi construída a Ermida de Nossa Senhora da Boa Viagem que, posteriormente, tornou-se uma capela curada. Em 1745, devido ao crescimento da população, o arraial foi elevado à categoria de freguesia, passando a ser denominado como Itabira do Campo, e a capela transformada em matriz.

Créditos: Arthur Seabra

A economia de Itabira do Campo, apesar da crise econômica provocada pela diminuição do ouro em Minas Gerais a partir de 1760, continuou sendo alimentada pelos trabalhos de extrações auríferas e pelas atividades agrícolas e pecuárias. Na Mina de Cata Branca, por exemplo, a empresa inglesa The Brasilian Company Ltda estruturou um dos principais processos tecnológicos de mineração subterrânea existentes no Brasil durante a primeira metade do século XIX. No entanto, o desabamento dessa mina, em 1844, e os maus rendimentos de outras lavras colaboraram para que a crise econômica aumentasse os seus efeitos na freguesia de Itabira do Campo.

Esse cenário arrastou-se até a década de 1880, quando as instalações dos trilhos da Estrada de Ferro Dom Pedro II e a abertura de empresas nos ramos da siderurgia, tecidos e couro acarretaram no crescimento da população, que passou a modificar a feição da freguesia. A antiga paisagem colonial começou a ser substituída pela paisagem industrial. Esse desenvolvimento tornou a base de sustentação para os desejos de emancipação municipal. Em 7 de setembro de 1923, nascia a cidade de Itabirito que, em tupi guarani, significa “pedra que risca vermelho”.

Pastel de Angu, Patrimônio de Itabirito
Considerada a joia gastronômica de Itabirito, o Pastel de Angu surgiu na Fazenda dos Portões, no Século XIX, quando a cidade ainda tinha o nome de Itabira do Campo. Conta a lenda, que a iguaria foi criada pelas escravas Philó e Maria Conga, que aproveitavam a sobra de angu, principal refeição dos escravos, e para complementar a comida usavam como recheio um guisado feito com umbigo de banana e restos de carne. Posteriormente, fritavam o quitute na banha de porco. Com o passar do tempo, o prato se tornou paixão dos itabiritenses e de turistas que visitam a cidade só para experimentar a delícia, que foi se aprimorando com recheios mais sofisticados de carne, queijo, presunto, frango com catupiry, bacalhau e carne seca com catupiry.

CORAL CANARINHOS DE ITABIRITO

Coral Canarinhos de Itabirito

Fundada em 06 de setembro de 1973 pelo então vigário da Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem em Itabirito, Padre Francisco Xavier Gomes. Em 1974, através de apresentação na televisão o coral foi convidado a participar da Federação Nacional dos Meninos Cantores do Brasil, filiando-se logo em seguida. Hoje, está em sua sede própria que é o antigo Museu do Ferro e a senzala, casarão do sec. XIII tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal e cedido pela Prefeitura Municipal de Itabirito à essa entidade. O coral possui atualmente mais de 250 componentes entre jovens e crianças. A admissão dos cantores é a partir de teste de teoria musical e técnica vocal. O coral possui também um grupo paralelo de flautistas chamados “Menestréis”, estes participam de aula de teoria musical, técnica vocal. O coral oferece aula de violão, flauta, tem aulas só para solistas e musicalização. Os Canarinhos de Itabirito têm suas atividades concentradas na liturgia católica. É um coro de vozes mistas. Desde 1976 o coral é filiado à Federação dos Meninos Cantores, uma das mais respeitadas do país e do mundo. Durante todos esses anos, o Coral vem divulgando o talento artístico dos jovens itabiritense com apresentações locais e cidades dos outros estados. Ainda dentro do Coral Canarinhos, há subgrupos: • Quarteto Sons da Terra, criado em 2003, formado por componentes do coral, possui um repertório variado. • Grupo de Flautas Doce Menestréis, grupo composto por 20 jovens que, com flautas integra as atividades do coral Canarinhos. • Pequenos Canarinhos, grupo formado apenas por crianças. • Camerata de Cordas Padre Xavier , possui 16 componentes, sendo seus instrumentos: violino, viola e violoncelo.

Igreja Matriz de São Sebastião

Igreja Matriz de São Sebastião

Datada da metade do século XX, a Igreja Matriz de São Sebastião foi erguida por iniciativa do Padre Adelmo Ferreira da Silva, primeiro pároco da Paróquia. Com a extensão da cidade e criação dos bairros Santa Efigênia e São José, notou-se a necessidade da edificação de uma nova Matriz, em suporte a até então única, Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem. No local havia uma capela primitiva, dedicada ao santo, datada do XIX que foi mantida dentro da nova igreja até sua finalização, quando por fim, foi demolida. A nova; alta, esguia, mas imponente, destaca-se no centro da cidade com seu conjunto de vitrais coloridos e sua torre única com relógios que ditam o ritmo da cidade.

Igreja de São Gonçalo do Bação

A Igreja está assentada dentro de adro calçado de pedra, no centro do distrito e, sobre a colina. O português Antônio Alves Bação construiu a capela em pagamento de promessa a Padre Gonçalo, Santo português, pela cura da febre amarela. Conta à lenda, que o lugar escolhido seria aquele em que o burro da tropa parasse com a imagem do santo proveniente de Portugal. O local foi perto do rancho da tropa, e a demarcação foi feita com estaquinhas. A forma de bandeirolas em cobre, que hoje ainda existe. O portal das escadas tem as datas do início e do fim da primeira construção: 1740 e 1870, e as datas da segunda construção: 1921 a 1924. Como São Gonçalo é o protetor das mães solteiras, todas as mães solteiras da região tinham o costume de batizar seus bebês nesta igreja.

Alto Forno

Alto Forno

O Alto Forno edificado na portaria da atual VDL Siderurgia (antiga Usina Esperança) faz menção a importância da siderurgia para o desenvolvimento da cidade. O alto forno foi o primeiro na América Latina em couraça de aço, inaugurado no ano de 1910.

Capela do Senhor Bom Jesus de Matozinhos

A capela do Senhor Bom Jesus de Matozinhos localiza-se no alto da ladeira de mesmo nome, num terreno aberto e gramado de onde é possível avistar parte da cidade. A construção data de 1765, sendo o projeto de autor desconhecido. A capela é de dimensões reduzidas com a sacristia lateral recuada, nave única, sem capela-mor. Toda a construção é em alvenaria de pedra de mão. Em seu interior o maior destaque está em sua rica ornamentação. A pintura do forro retrata a cena bíblia de Cristo, Maria e os Apóstolos no descimento da cruz. No interior, encontra-se o altar-mor em estilo rococó, com pinturas nas cores vermelho, ocre e dourado. Há uma grande imagem do Cristo na cruz e, abaixo, o sacrário encimado por conchas. O altar-mor é elevado por supedâneo em pedra lavrada almofadada, com quatro degraus ao meio. O piso é em lajes de pedra. A sacristia, também pequena, possui janela com conversadeira em cantaria e duas pias em formato de conchas, também em cantaria.

Mercado Municipal

É um espaço onde cores e sabores se misturam. Nele é possível encontrar iguarias, artesanato, alimentos saudáveis nas lojas e bancas e uma culinária tipicamente mineira nos bares, além de boa música e alegria de nosso povo.

Cachoeira Benvinda

A cachoeira desce, em corredeira, rodeada por mata de galeria, que se estende à direita em mata fechada. A Benvinda se dá em uma queda forte por aproximadamente 30 metros de altura e em seguida forma três quedas d’água em degraus. Após as quedas, a cachoeira continua em corredeira formando piscinas naturais. Sua trilha de acesso se dá pela antiga casa da dona Benvinda, um belo atrativo histórico.

Cachoeira Carrancas

Cachoeira Carrancas

Tem sua queda d’água sobre uma muralha de pedra com formato de uma carranca. Com uma altura aproximada de 10 metros e baixo volume de água, cai sobre a muralha e forma uma piscina natural de pequenas dimensões de águas frias e rasas, margeadas por uma pequena praia de cascalho. Possui ao entorno mata de galeria, com grande variedade de espécies florísticas. Seu entorno, porém, possuem vegetação de cerrado, com árvores esparsas e gramíneas e em elevações pouco maiores, os campos rupestres.

Cachoeira Chicadona

A cachoeira possui três quedas. A primeira, no lado direito da estrada, possui uma queda de aproximadamente 40 metros. Ao final da queda, forma um poço propício para crianças, pela sua pouca profundidade e falta de correnteza. A segunda queda à esquerda da estrada possui aproximadamente 70 metros de altura, formando um lago de maior profundidade rodeado por rochas. A terceira queda, com aproximadamente 40 metros e rodeada por mata fechada é acessada por trilha e forma um pequeno lago.

Cachoeira do Cascalho

A Cachoeira do Cascalho ou Três quedas, como também é conhecida, tem suas quedas livres em forma de “véu de noiva”, caindo sobre muralhas de pedras em semi-circulo de aproximadamente 10 metros, formando três quedas d’águas com volume de água mediano e um lago de águas frias e rasas. Possui ainda uma pequena praia de cascalho, motivo que deu origem a um dos nomes da cachoeira. Em seu entorno há abundante vegetação, com grande variedade de espécies florísticas em sua Mata ciliar, que acompanha todo o curso d’água. A região ao redor, caracteriza-se como cerrado, com espécies arbustivas esparsas e gramíneas. Em alguns pontos mais elevados encontram-se ainda, os campos rupestres constituindo-se sobre solo quartizítico. Em pontos da trilha de acesso à cachoeira, há ruínas de muros de pedras construídos por escravos, sendo também um atrativo histórico.

Cachoeira do Cruzado

Cachoeira do Cruzado

A cachoeira do Cruzado localiza-se na região denominada Capanema e está a uma elevação de 1.100m. Possui sua queda em forma de véu de noiva. Suas águas caem sobre uma muralha de pedra de aproximadamente 20 metros, com volume mediano, formando ao final um grande lago de águas verdes e frias, com temperaturas de 20ºC e profundidade variando entre 1 e 3 metros. Após a queda, suas águas seguem em pequenas corredeiras, formando a alguns metros à frente uma pequena cascata e lago. A vegetação ao entorno da queda é caracterizada por densa mata de galeria, e a região possui espécies típicas de Cerrado, apresentando grande número de espécies de Arnica e arbustos esparsos, cascas grossas e um solo coberto por afloramentos rochosos. Devido à altitude e condições ambientais podem ser observadas espécies características dos Campos Rupestres, como a canela-de-ema.

Cachoeira do Sossego

A cachoeira fica no interior do Camping Itabirito, seguindo uma trilha de 800 metros, de notável beleza cênica, onde se contempla uma rica diversidade da fauna e flora, além de um cenário vislumbrante dos contra fortes da Serra da Jaguara, que compõe a Cordilheira do Espinhaço. Possui uma queda de aproximadamente 30 metros de altura, e ao final dela há um poço propício para banho, pela sua pouca profundidade e falta de correnteza. Em volta do poço há a formação de uma pequena praia de areia branca e cascalho, rodeada por uma natureza exuberante, com bromélias, orquídeas e uma grande diversidade de plantas do Bioma Cerrado. O local possui uma infraestrutura com banheiros, área coberta por telhado e com bancos para descansar e contemplar o belo cenário.

Fonte: https://itabirito.mg.gov.br/ ; https://www.adesita.org.br/ ; https://www.minasgerais.com.br/

Sociedade

Vale abre processo seletivo exclusivo para mulheres engenheiras, analistas e gestoras com 32 vagas para MG

Empresa oferece oportunidades na área de projetos de capital e avança para se tornar ainda mais diversa e inclusiva

Vale abre processo seletivo exclusivo para mulheres engenheiras, analistas e gestoras com 32 vagas para MG

Nesta quarta-feira (11), a Vale abre inscrições para um novo processo seletivo exclusivo para o gênero feminino. Ao todo, 45 vagas nos níveis gerencial e staff (analistas e engenheiras sênior, master e especialista) serão ofertadas nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás e Pará para a área de projetos de capital. As 32 vagas para Minas Gerais estão distribuídas entre as cidades de Nova Lima, Itabirito, Mariana, Itabira e São Gonçalo do Rio Abaixo. Com este processo seletivo, a Vale busca profissionais com formação em Engenharia para preencher 30 vagas, e em Administração, Ciências Contábeis, Saúde e Segurança e Ferrovia para ocupar outras 15 vagas de analistas.

As inscrições ficam abertas até o dia 24 de agosto no site www.vale.com/mulheres2021. As candidatas precisam ter disponibilidade para mudança e início de trabalho imediato. A remuneração e os benefícios serão definidos de acordo com cada nível/vaga. Por meio de um processo seletivo 100% online, a Vale espera encontrar profissionais alinhadas com o propósito e os valores da empresa, com comportamentos que enfatizem o diálogo e a diversidade, priorizando soluções sustentáveis e decisões nas quais a segurança das pessoas esteja em primeiro lugar.

(Na foto, as empregadas Juliana Cunha e Sonia Marcia atuam no Projeto Gelado em Parauapebas, Pará. Crédito: Ricardo Teles)

E esse ambiente de valorização e respeito já é destacado por Lorena Carvalho, que está há apenas dois meses e meio na empresa atuando como trainee na Gerência de Inovação e Processos da Diretoria de Projetos de Capital, na unidade de Nova Lima (MG). “Tem sido uma experiência repleta de aprendizados e desafios. Tenho a oportunidade de interagir com pessoas diferentes em um ambiente onde minhas opiniões são válidas. Me sinto empoderada e encorajada, posso ser exatamente quem sou. Trabalho com uma equipe diversa e acolhedora, com colegas e líderes que me receberam muito bem”, afirma.

Mira Noronha, gerente global de Atração de Talentos na Vale, ressalta que a empresa tem buscado, cada vez mais, garantir práticas, políticas e processos inclusivos. “Todos os programas de porta de entrada e recrutamentos em geral levam em conta a diversidade. O propósito da empresa é melhorar a vida das pessoas e transformar a sociedade. E, para isso, a Vale acredita ser essencial promover um ambiente de valorização, onde todos tenham igualdade de oportunidades para desenvolver seu potencial”, destaca.

Mineração Por Elas

A Vale lançou, na última sexta-feira (6), a segunda temporada da websérie Mineração Por Elas, que tem como objetivo mostrar a bem-sucedida presença de mulheres em áreas técnicas, operacionais e de gestão na empresa. No episódio de estreia da temporada, mulheres pioneiras falam sobre suas histórias e desafios ao serem as primeiras na sua área ou função nessa indústria historicamente masculina.

Os episódios seguintes abordarão as diversidades étnico-racial e de orientação sexual, além de mostrar histórias de pessoas com deficiência, jovens talentos e lideranças. Cada filme dura cerca de cinco minutos e traz, em formato documental e com protagonismo das personagens, o olhar de empregadas da Vale de várias regiões do Brasil e de outros países sobre a diversidade na mineração. Serão seis episódios até dezembro de 2021. Saiba mais em www.vale.com/mineracaoporelas.

Fonte: https://correiodeminas.com.br/

Cidades

Fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil abre cinco vagas de emprego em Itabirito (MG)

Empresa contrata profissionais para auxiliar de almoxarifado, operador de empilhadeira e operador

A Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, abriu processo seletivo para a fábrica de bebidas em Itabirito (MG). As vagas são para auxiliar de almoxarifado, operador de empilhadeira e operador. Todas as oportunidades estão disponíveis também para pessoas com deficiência (PCD). As pessoas interessadas podem consultar informações sobre as vagas e se cadastrar no site trabalheconosco.vagas.com.br/femsa ou comparecer ao Sine de Itabirito (Praça Doutor Guilherme, 169 – Centro), até o dia 8 de julho, para buscar a carta de encaminhamento.

Para a vaga de auxiliar de almoxarifado, a escolaridade mínima exigida é Ensino Médio completo e precisa ter disponibilidade para trabalhar em turnos. Estão abertas duas vagas para o cargo de “Operador de empilhadeira”, que exige Ensino Médio completo e curso de operador de empilhadeira. Já para concorrer às duas vagas de “Operador”, é necessário Ensino Médio completo. Entre os principais benefícios oferecidos pela empresa, além de salário compatível com o mercado, estão assistência médica e odontológica, programa de remuneração variável, seguro de vida, vale-alimentação e vale-refeição ou refeitório na empresa (a depender do cargo).

A Coca-Cola FEMSA Brasil alerta que todas as suas vagas de emprego são divulgadas nos canais oficiais: trabalheconosco.vagas.com.br/femsa, www.vagas.com e redes sociais Facebook e Instagram da empresa (perfis com sinal de verificado). A companhia orienta que, em caso de recebimento de informações relacionadas à empresa, a pessoa faça a checagem nos canais oficiais e não clique ou compartilhe links que possam redirecionar para sites falsos.

Sobre a Coca-Cola FEMSA Brasil
A Coca-Cola FEMSA, S.A.B de C.V é a maior engarrafadora de produtos Coca-Cola do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas sob as marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 129 marcas para mais de 265 milhões de consumidores. Com mais de 80 mil funcionários, a companhia comercializa e vende por ano aproximadamente 3,3 bilhões de caixas unitárias por meio de quase 2 milhões de pontos de venda. Operando em 49 unidades fabris e 268 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a geração de valor econômico, social e ambiental para todos os stakeholders em sua cadeia de valor.

A companhia é membro do Índice Dow Jones de Sustentabilidade MILA Pacific Alliance, do Índice FTSE4Good Emerging e do Índice S&P/BMV total México ESG, entre outros. Suas operações cobrem territórios no México, Brasil –onde atua há 18 anos– Guatemala, Colômbia e Argentina e, em nível nacional, na Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela, por meio do investimento na KOF Venezuela. Para mais informações, visite www.coca-colafemsa.com.

Texto: Silvia Pires

Turismo & Lazer

Governo de Minas assina decreto para reativar a linha de trem que liga Ouro Preto a Belo Horizonte
Governo de Minas assina decreto para reativar a linha de trem que liga Ouro Preto à Belo Horizonte

O Governo de Minas Gerais assinou um decreto que prevê a reativação da linha de trem que liga Ouro Preto a Belo Horizonte. O transporte ferroviário passa por Sabará, Raposos, Nova Lima, Rio Acima e Itabirito. A proposta é que o trecho seja para transporte de passageiros. No entanto, a antiga linha férrea em Itabirito foi retirada para a construção de uma avenida chamada José Farid Rhame.

O decreto assinado pelo governador Romeu Zema (Novo) trata da regulamentação da Lei 23.748/2020 que viabiliza a ativação de linhas ferroviárias de menor extensão, conectada à vias férreas de maior alcance. A ideia é que uma iniciativa privada atue nessas linhas através de uma outorga, que é o direito de uso emitido pelo estado.

Além da linha que liga Ouro Preto à capital, o decreto inclui 19 projetos pré-definidos, divididos em transporte de cargas e de passageiros. Em Minas Gerais, os investimentos podem chegar a R$ 26,7 bilhões em obras de construção de ferrovias, material rodante e instalações fixas.

Em 2019, foi considerada a reativação do trecho ferroviário conhecido como “Linha Mineira” para ser uma alternativa segura para ligar Belo Horizonte a Ouro Preto e Mariana, por conta das ameaças de rompimento de barragens às margens da BR-356 e, além do forte apelo turístico. A iniciativa era tida pela Vale, mas que não se concretizou até então. Neste ano, a ideia retornou através do Governo de Minas Gerais, mas ainda sem iniciativa privada definida para arcar com a reativação da linha férrea.

Fonte: https://maisminas.org/

Economia

Coca-Cola FEMSA Brasil oferece qualificação profissional para o mundo do trabalho em curso 100% on-line e gratuito para jovens em Minas Gerais

No estado, o programa está presente em Belo Horizonte (Cabana, Coqueiros, Morro das Pedras, Nazaré, Sumaré e Suzana), Betim e Itabirito

Estão abertas as inscrições para o “Coletivo Online”, programa de empregabilidade 100% digital, realizado pelo Instituto Coca-Cola Brasil em parceria com a Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas. A iniciativa tem como objetivo conectar jovens de 16 a 25 anos, em situação de vulnerabilidade, ao mercado de trabalho a partir de uma rede de cerca de 400 parceiros empregadores. Em Minas Gerais, o programa está presente em Belo Horizonte (Cabana, Coqueiros, Morro das Pedras, Nazaré, Sumaré e Suzana), Betim e Itabirito.

Para participar, além da faixa etária, os requisitos são: ter concluído o Ensino Médio ou estar cursando e possuir um número de WhatsApp, já que o curso é 100% on-line e será realizado pelo aplicativo.  Os interessados devem se cadastrar, até o dia 21 de junho, por meio do link http://bit.ly/coletivafemsa

O conteúdo do “Coletivo Online” é focado em temas do mundo do trabalho, elaboração de um plano de vida, planejamento financeiro, construção de currículo e como se preparar para entrevistas e processos seletivos. Quem assistir às videoaulas e fizer as atividades práticas recebe um certificado de conclusão e, ao final do curso, os participantes são convidados a se cadastrarem nas comunidades de vagas do programa, podendo se candidatar aos processos seletivos de uma rede de parceiros empregadores.



Atuação que gera impacto

A iniciativa faz parte da plataforma Coletivo, que conta também com o bem-sucedido programa Coletivo Jovem, que já beneficiou cerca de 88 mil jovens nas regiões que a Coca-Cola FEMSA Brasil atua. Desde o início de sua implementação, em 2009, a plataforma Coletivo impactou mais de 256 mil jovens em comunidades brasileiras espalhadas em 22 estados mais o Distrito Federal —incluindo as suas duas versões: o Coletivo Jovem, com aulas presenciais, e o Coletivo Online, com turmas 100% digitais. Desses, mais de 77 mil tiveram acesso ao mercado de trabalho. Apenas em 2020, 7.500 se formaram nas aulas dos programas presencial e on-line, sendo 68% negros e 70% mulheres. Os resultados mostram que, até seis meses depois da conclusão do curso, 53% dos jovens formados conseguiram se inserir no mercado de trabalho, antes da pandemia, e 41% durante a pandemia. No caso do “Coletivo Online”, 91% dos jovens acreditam que o curso contribuiu para o desenvolvimento pessoal e a taxa de empregabilidade desse programa será aferida ainda este ano.


Sobre o Instituto Coca-Cola Brasil
O Instituto Coca-Cola Brasil (ICCB) é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que, há mais de 20 anos, tem como missão a transformação social em larga escala por meio da articulação de parceiros e da capilaridade do Sistema Coca-Cola Brasil. Reconhecido por sua tecnologia social e capacidade de escala, assumiu o compromisso público de, até 2030, elevar o patamar de milhares para milhões de jovens impactados por suas iniciativas, incluindo intencionalmente as perspectivas de equidade de gênero e raça. Para cumprir seu compromisso, redesenhou sua estratégia para focar exclusivamente na inclusão produtiva de jovens e expandiu novas formas de atuação para além de seus programas proprietários. Até hoje, o ICCB já beneficiou 426 mil pessoas.

Sobre a empresa
A Coca-Cola FEMSA, S.A.B de C.V é a maior engarrafadora de produtos Coca-Cola do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas sob as marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 129 marcas para mais de 265 milhões de consumidores. Com mais de 80 mil funcionários, a companhia comercializa e vende por ano aproximadamente 3,3 bilhões de caixas unitárias por meio de quase 2 milhões de pontos de venda. Operando em 49 unidades fabris e 268 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a geração de valor econômico, social e ambiental para todos os stakeholders em sua cadeia de valor. A companhia é membro do Índice Dow Jones de Sustentabilidade MILA Pacific Alliance, do Índice FTSE4Good Emerging e do Índice S&P/BMV total México ESG, entre outros. Suas operações cobrem territórios no México, Brasil –onde atua há 18 anos– Guatemala, Colômbia e Argentina e, em nível nacional, na Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela, por meio do investimento na KOF Venezuela. Para mais informações, visite www.coca-colafemsa.com.

Fonte: Taiane Rocha 
(31)9.9839-4670 (WhatsApp) / (31)9.9839-1670 (ligações)
www.interfacecomunicacao.com.br

Sociedade

ONGs de Minas Gerais serão beneficiadas pela iniciativa “Por Todas as Mesas” da Coca-Cola em apoio à campanha Brasil Sem Fome

Iniciativa em parceria com a Coca-Cola FEMSA Brasil e o Sistema Coca-Cola Brasil soma R$ 9,5 milhões para fazer chegar alimentos às populações mais vulneráveis em todo o país

A Coca-Cola FEMSA Brasil, que produz Coca-Cola em Minas Gerais, integra a iniciativa Por Todas as Mesas, que visa alcançar a doação de 2,5 milhões de refeições com bebida para a Rede Ação da Cidadania no prazo de dois meses. Para isso, a Coca-Cola Brasil vai doar 50 centavos a cada pedido que contenha produtos de seu portfólio feito nas plataformas de delivery iFood, Rappi, Uber Eats, Aiqfome e Wabi. Em Minas Gerais, as ONGs beneficiadas serão Adesiap (Itabirito), Casa do Sol (Belo Horizonte) e Salão do Encontro (Betim).

“Estamos usando o poder convocatório da marca Coca-Cola, aliada à capilaridade da cadeia de varejo do Sistema Coca-Cola Brasil, para convidar as pessoas a se juntarem a nós nessa agenda tão urgente de auxílio aos mais vulneráveis”, afirma Silmara Olívio, head de Relações Corporativas da Coca-Cola.

Além disso, a marca Coca-Cola disponibilizará R$ 1 milhão em vouchers de R$ 5 para pedidos realizados em pequenos restaurantes cadastrados no iFood que estejam participando da campanha. “Com essa iniciativa, nosso olhar também está voltado para o estímulo ao pequeno comércio, segmento muito afetado pela pandemia”, explica Silmara.

As refeições com bebidas serão distribuídas pela ONG Ação da Cidadania, por meio da campanha Brasil Sem Fome. A instituição conta com uma rede de mais de 2 mil entidades parceiras espalhadas por 26 estados e Distrito Federal. “Juntamos a sede com a vontade de comer. Nós, da Ação da Cidadania, e toda nossa rede de comitês estamos felizes e satisfeitos com essa inédita parceria com a Coca-Cola Brasil. Quando empresas que têm propósito se conscientizam do apoio que podem proporcionar às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade, toda a sociedade sai ganhando”, afirma o diretor executivo da Ação da Cidadania, Kiko Afonso.

O lançamento de “Por Todas as Mesas” é marcado por uma campanha que remete ao hábito de compartilhar fotos de comida nas redes sociais, comportamento que ficou ainda mais popular durante a pandemia. Com a mensagem “Troque curtidas por sorrisos na vida real. Junte-se a nós para doar comida para quem precisa”, a Coca-Cola convida o público a dar um passo a mais e fazer a diferença na vida de quem mais precisa neste momento.

Além do Brasil, a iniciativa se estenderá a outros países da América Latina, como Argentina e Chile.

Outras ações

“Por Todas as Mesas” faz parte de um novo conjunto de ações diretas de combate à fome iniciado em fevereiro pelo Sistema Coca-Cola Brasil, num total de R$ 9,5 milhões. As iniciativas dão continuidade ao plano de mitigação da Covid-19 iniciado no ano passado, quando a empresa empregou R$ 45 milhões no auxílio ao sistema de saúde, amplificação das medidas de segurança e apoio a comunidades vulneráveis.

Por intermédio do Instituto Coca-Cola Brasil (ICCB), cerca de 1,4 milhão de pessoas serão beneficiadas com a doação de cestas básicas e ações de conscientização promovidas junto com ONGs parceiras em 70 comunidades de 14 estados e do Distrito Federal.

Além disso, em parceria com a ONG Gastromotiva, o ICCB está distribuindo 50 mil refeições no Amazonas, através do projeto Cozinhas Solidárias. As refeições são preparadas por cozinheiros voluntários em suas próprias casas.

Sobre a Coca-Cola Brasil

O Sistema Coca-Cola Brasil atua em nove segmentos — refrigerantes, sucos, lácteos, bebidas vegetais, água, águas especiais, água de coco, bebidas esportivas e chás — com uma linha de mais de 200 produtos, entre sabores regulares e versões sem açúcar ou de baixa caloria. Composto por nove grupos de fabricantes franqueados, o Instituto Coca-Cola Brasil, mais Verde Campo e a parceria com Leão Alimentos e Bebidas, o Sistema emprega diretamente 57,2 mil funcionários, gerando cerca de 500 mil empregos indiretos. A empresa aposta em inovação para ampliar seu portfólio e atingir o objetivo de ajudar a coletar e reciclar o equivalente a 100% de suas embalagens até 2030. A Coca-Cola Brasil trabalha para oferecer cada vez mais opções com menos açúcar adicionado e no incentivo a iniciativas que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde atua.

Sobre a Coca-Cola FEMSA

A Coca-Cola FEMSA, S.A.B de C.V é a maior engarrafadora de produtos Coca-Cola do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas sob as marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 129 marcas para mais de 265 milhões de consumidores. Com mais de 80 mil funcionários, a companhia comercializa e vende por ano aproximadamente 3,3 bilhões de caixas unitárias por meio de quase 2 milhões de pontos de venda. Operando em 49 unidades fabris e 268 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a geração de valor econômico, social e ambiental para todos os stakeholders em sua cadeia de valor. A companhia é membro do Índice Dow Jones de Sustentabilidade MILA Pacific Alliance, do Índice FTSE4Good Emerging e do Índice S&P/BMV total México ESG, entre outros. Suas operações cobrem territórios no México, Brasil –onde atua há 18 anos– Guatemala, Colômbia e Argentina e, em nível nacional, na Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela, por meio do investimento na KOF Venezuela. Para mais informações, visite www.coca-colafemsa.com.

Fonte: Taiane Rocha 
(31)9.9839-4670 (WhatsApp) / (31)9.9839-1670 (ligações)

Rod. Stael Mary Bicalho Motta Magalhães, 385 | 4°andar 
Belvedere 30320.760 
Belo Horizonte | MG
www.interfacecomunicacao.com.br

Sociedade

Campanha do Agasalho e do Cobertor 2021 – Itabirito

Faça sua doação até 31 de maio

A doação de agasalhos se faz mais necessária neste ano, uma vez que, em função da pandemia do novo corona vírus, as pessoas em situação de vulnerabilidade estão ainda mais sem recursos e muitas entidades beneficentes têm perdido patrocínios de empresas.

Pensando nisso, as Entidades Integradas, ACE, Adesiap, CDL e Sincovita, junto ao Rotary de Itabirito, realizará a Campanha do Agasalho 2021. As doações serão encaminhadas para pessoas em situação de vulnerabilidade social e entidades que devido ao tipo de serviços prestados, necessitem da mesma para atender a demanda neste período.


Como posso doar?
Pessoas e empresas que quiserem realizar doações deveram encaminhar a mesma para os pontos de coletas em nosso município, respeitando os critérios de higienização da OMS é programa Minas Consciente.


Doações devidamente higienizadas, identificadas e embaladas em sacos plásticos por tamanho e gênero:
Exemplo: Camisa/Blusa M – Feminino
Camisa G – Masculino
Cobertor – casal
Cobertor – Solteiro.


O que pode doar? Roupas e Agasalhos para bebê, criança, adolescente e adultos, cobertores de Solteiros e de Casal


Pontos de Coletas: ACE – Edificio Eurico Rodrigues / ADESIAP / Sincovita / G2 Contabilidade – praça dos correios.

Fonte: CDL Itabirito

Cidades

Fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil abre vagas de emprego em Itabirito – MG

Empresa contrata profissionais para as áreas de manutenção e enfermagem do trabalho

Visualização da imagem

A Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, abriu processo seletivo para a fábrica de bebidas em Itabirito (MG). As oportunidades são para planejador(a) de manutenção e enfermeiro(a) do trabalho. As pessoas interessadas podem consultar informações sobre as vagas e se cadastrar no site www.trabalheconosco.vagas.com.br/femsa ou entregar currículo no Sine de Itabirito (Praça Doutor Guilherme, 169 – Centro). Entre os principais benefícios oferecidos pela empresa, além de salário compatível com o mercado, estão assistência médica e odontológica, programa de remuneração variável, seguro de vida, vale-alimentação e vale-refeição ou refeitório na empresa (a depender do cargo).

Para a vaga de “Enfermeiro(a) do Trabalho”, o candidato precisa ter formação superior em enfermagem, conhecimento em gestão de processos ambulatoriais e registro ativo no Conselho Regional de Enfermagem (Coren). Já a oportunidade de “Planejador(a) de Manutenção” exige do candidato formação superior e é desejável que tenha experiência na área de planejamento de manutenção, análises de falhas e confiabilidade dos equipamentos. O profissional será responsável por elaborar planos de ação, propondo melhorias e aumento de confiabilidade, e realizar estudos de utilização de materiais necessários com o tempo e frequência para manutenção dos equipamentos, entre outras atividades.

A Coca-Cola FEMSA Brasil alerta que todas as suas vagas de emprego são divulgadas nos canais oficiais: trabalheconosco.vagas.com.br/femsawww.vagas.com e redes sociais Facebook e Instagram da empresa (perfis com sinal de verificado). A companhia orienta que, em caso de recebimento de informações relacionadas à empresa, a pessoa faça a checagem nos canais oficiais e não clique ou compartilhe links que possam redirecionar para sites falsos.

Sobre a Coca-Cola FEMSA              

A Coca-Cola FEMSA, S.A.B de C.V é a maior engarrafadora de produtos Coca-Cola do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas sob as marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 129 marcas para mais de 265 milhões de consumidores. Com mais de 80 mil funcionários, a companhia comercializa e vende por ano aproximadamente 3,3 bilhões de caixas unitárias por meio de quase 2 milhões de pontos de venda. Operando em 49 unidades fabris e 268 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a geração de valor econômico, social e ambiental para todos os stakeholders em sua cadeia de valor. A companhia é membro do Índice Dow Jones de Sustentabilidade MILA Pacific Alliance, do Índice FTSE4Good Emerging e do Índice S&P/BMV total México ESG, entre outros. Suas operações cobrem territórios no México, Brasil –onde atua há 18 anos– Guatemala, Colômbia e Argentina e, em nível nacional, na Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela, por meio do investimento na KOF Venezuela. Para mais informações, visite www.coca-colafemsa.com.

Taiane Rocha 
(31) 99839-4670 (WhatsApp) / (31) 99839-1670 (ligações)
www.interfacecomunicacao.com.br

Cidades

Coca-Cola FEMSA Brasil transforma seu edital ‘Ideais para um mundo melhor’ em instrumento de apoio ao combate da Covid-19

Companhia destina R$ 500 mil a projetos focados em mitigar os impactos da pandemia

Atuando em diversas frentes para apoiar o combate ao coronavírus, a Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, lançou nesta quarta-feira, 2 de setembro, a 5° edição do edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’, que este ano destinará R$ 500 mil para projetos sociais de ONGs que apresentem soluções com potencial para minimizar os impactos da pandemia nas comunidades onde a companhia está presente. O valor é 60% maior que o do ano passado, que foi de R$300 mil. Nos últimos cinco anos, a iniciativa já destinou R$ 1,250 milhão a projetos alinhados aos pilares de sustentabilidade da companhia.

“Neste ano atípico e de muitos desafios, aumentamos o aporte e incluímos o edital “Ideias para um mundo melhor” entre as nossas iniciativas de apoio ao combate da pandemia. O edital vem se mostrando um instrumento muito relevante dentro da Coca-Cola FEMSA Brasil de gerar bem-estar social nos lugares em que está presente”, afirma Camila Amaral, diretora Jurídica e Assuntos Corporativos.

Para incentivar o maior número de inscrições de projetos, a companhia vai oferecer, em parceria com a ONG Parceiros Voluntários, instituição sem fins lucrativos que dissemina a cultura do trabalho organizado, cursos de capacitação voltados para a elaboração de projetos, metas e indicadores, além de conceitos de inovação e ferramentas digitais. Este ano, cada cidade poderá receber aportes de até R$ 50 mil, a serem distribuídos entre os projetos selecionados. Serão contempladas as cidades de Bauru, Jundiaí, Marilia, Mogi das Cruzes (SP), Antônio Carlos (SC), Porto Alegre (RS), Maringá e Curitiba (PR), Itabirito (MG) e Campo Grande (MS).

O edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’, que já impactou 7.600 pessoas por intermédio de 25 ONGs, é uma iniciativa da Coca-Cola FEMSA Brasil que há cinco anos colabora com as comunidades nos territórios de atuação, por meio do apoio a projetos de organizações legalmente constituídas sem fins lucrativos.

Os interessados em participar da edição 2020 podem se inscrever pelo site http://ideiasmundomelhorposcovid.com.br/ entre os dias 2 e 23 de setembro. Os cursos de capacitação estarão disponíveis a partir do dia 1º de outubro e serão divulgados nas redes sociais da empresa.

Ações no combate à Covid

Desde o início da pandemia, a Coca-Cola FEMSA Brasil tem contribuído com diversas ações, com especial atenção aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do atendimento à população e as comunidades de baixa renda. A empresa em parceria com o Bradesco Seguros, Coca-Cola Brasil e Grupo Fleury, destinou recursos para processar 26 mil testes aplicados prioritariamente aos profissionais de saúde do Estado de São Paulo. Em parceria com as usinas associadas à União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) disponibilizou sua frota de caminhões para transportar 500 mil litros de álcool 70% líquido para a rede pública de saúde de São Paulo.

Já hospitais e instituições ligadas à saúde do RJ, RS, SC e SP receberam doações de 600 mil máscaras de proteção e 83 mil aventais hospitalares viabilizadas a partir de uma parceria entre a Coca-Cola FEMSA, Braskem, Fitesa, Lojas Renner e Coca-Cola Brasil. E ainda, mais de 300 mil cartazes do TELESUS estão sendo distribuídos em pontos de vendas de sete estados com o objetivo de levar à população informações sobre o serviço do Ministério da Saúde que auxilia na checagem de sintomas do coronavírus e monitora o estado de saúde das pessoas durante o período de isolamento.

Sobre a Coca-Cola FEMSA

Coca-Cola FEMSA, SAB de C.V é a maior engarrafadora do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas das marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 131 marcas para mais de 257 milhões de consumidores. Com mais de 83 mil funcionários, a empresa vende anualmente cerca de 3,3 bilhões de caixas unitárias por meio de 2 milhões de pontos de venda. Operando 49 fábricas e 275 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a geração de valor econômico, social e ambiental para todos os seus grupos de interesse em toda a cadeia de valor.

A companhia é membro do Índice de Sustentabilidade de Mercados Emergentes da Dow Jones, Índice de Sustentabilidade MILA Pacific Alliance da Dow Jones, FTSE4Good Emerging Index, dos índices IPC e de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da Bolsa Mexicana de Valores, entre outros. Tem operações em determinados territórios de México, Brasil, Guatemala, Colômbia e Argentina e atende nacionalmente Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela. Para mais informações, visite http://www.coca-colafemsa.com .

No Brasil, a empresa está presente como Coca-Cola FEMSA Brasil em 48% do território nacional, empregando cerca de 20 mil funcionários e atendendo mais de 88 milhões de consumidores, distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em parte do estado de Goiás. No Brasil, são 10 fábricas, 41 centros de distribuição, 23 Cross Dockings e 21 Cross Trucks, sendo a unidade de Jundiaí (SP) a maior do sistema Coca-Cola no mundo em volume de produção.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Mara Moraes – (11) 99492-7890 / mara.moraes@fsb.com.br

Flavia Trece – (21) 99996-6881 / flavia.trece@fsb.com.br

Anna Catharina Siqueira – (21) 98119-9193 / anna.catharina@fsb.com.br