Tag Archives: inverno

Turismo & Lazer

Inverno em Monte Verde inicia com mínima de 1ºC e geada

No primeiro dia de solstício, vila amanheceu com temperaturas baixas, que podem cair ainda mais durante a estação

O inverno “deu as caras” com força em seu primeiro dia em Monte Verde, Sul de Minas Gerais. O distrito de Camanducaia teve temperatura mínima de 1º C na manhã desta segunda-feira (21), com registros de geada por toda a vila. O solstício marca o começo da alta temporada do turismo no local.

Monte Verde está localizado a mais de 1,6 mil metros de altitude, na Serra da Mantiqueira, o que contribui para a manutenção da natureza preservada, com lindos Bosques de Araucária. A temperatura atinge valores negativos no inverno, principalmente em julho, chegando a -4ºC com sensação térmica de até -10ºC. Fenômenos como geada e até a precipitação de neve são comuns.

Previsão para os próximos dias
Segundo o Climatempo, na próxima semana, as temperaturas devem se manter baixas na vila. A mínima esperada é de 7º C, na quinta-feira (24), enquanto a máxima é de 28º C, na sexta-feira (25), com possibilidade de chuva apenas na terça-feira (22), que deve ser o dia mais frio da semana.

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Eventos marcam o inverno
Desde 11 de junho, Monte Verde promove três eventos simultaneamente: Amor nas Montanhas, Inverno nas Montanhas e o Festival de Gastronomia, todos organizados pela MOVE (Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região), com o patrocínio da Passalacqua, Wals, OPX Incorporadora e Melhoramentos e apoio da Produção Espaço Ampliar, Nossa Senhora das Produções e Nossa Produtora. A expectativa é receber cerca de 500 mil turistas e movimentar R$ 250 milhões na economia do segundo destino mais acolhedor do Brasil, segundo ranking anual do site de hospedagens Booking.com.

De acordo com Rebecca Wagner, presidente da MOVE, fazem parte da programação cultural apresentações de cortejo e gaita de fole na Avenida Monte Verde. Além disso, a vila conta com três cenários instagramáveis remetendo a cada festival e criando o ambiente perfeito para fotografias. “Em paralelo ao Amor nas Montanhas, damos início à 8ª edição do Festival de Inverno, enquanto o Festival de Gastronomia será no dia 13 de agosto com as melhores receitas criadas por nossos estabelecimentos”, afirmou.

Turismo consciente
A tríade de eventos nas montanhas faz parte das ações elaboradas pela MOVE para estimular a economia local e mitigar os prejuízos ocorridos durante os fechamentos do turismo, em razão da pandemia do novo coronavírus. Monte Verde retomou as atividades econômicas em 17 de abril, após 31 dias de lockdown, e funciona com 60% da capacidade de atendimento.

“É importante ressaltar que respeitamos e seguimos todos os protocolos indicados pelas autoridades de saúde e obedecemos a todos os decretos impostos, o que nos levou a ser reconhecidos como exemplo nacional de retomada segura pelo Ministério do Turismo”, ressalta Rebecca.

Serviços
Evento: Amor nas Montanhas, Inverno nas Montanhas e Gastronomia nas Montanhas
Data: Até 15 de agosto
Programação: Facebook: Visite Monte Verde ; Instagram: visite .monteverde ; https://monteverde.org.br/

Apresentações culturais, sempre às 16h:
26/06: Gaita de Fole
17/07: Cortejo Artístico
24/07: Gaita de Fole
07/08: Cortejo Artístico
14/08: Gaita de Fole

Sobre a MOVE
Entidade associativa, apartidária e sem fins lucrativos, a MOVE (Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região) foi criada no início de 2020 para promover o desenvolvimento econômico sustentável e ético do distrito de Monte Verde, polo turístico que pertence ao município de Camanducaia (MG). A agência atua com o objetivo de fortalecer e dar voz ao empresariado, a fim de potencializar a vocação turística local sob os seguintes escopos: hotelaria, comércio, receptivos, alimentação, ambiental, social, industrial, esportivo, artístico e cultural. Tem, ainda, como valores a participação da sociedade na tomada das decisões e o cuidado e valorização da paisagem e da cultura local. Atualmente, com 140 associados, a MOVE apoia e oferece auxílio estratégico a empresas, poder público e comunidade para o enfrentamento de desafios comuns; identifica, fomenta e divulga oportunidades de investimentos; promove novos negócios e parcerias; apoia, produz e viabiliza eventos turísticos na região; e promove turismo diversificado e economia de alternativas para negócios sustentáveis.

Raquel Lima  raquel.lima@wgocomunicacao.com.br (19)9.9703-2480
André Coutinho  andre.coutinho@wgocomunicacao.com.br (16)9.9722-2885

Saúde

Como lidar com o medo de engordar no inverno?

Chegou a estação mais fria do ano. E este ano o inverno está bem diferente que o normal, pois estamos em isolamento social. Muitas pessoas estão em casa, trabalhando em home office e com a queda da temperatura vem o aumento do apetite e com ele o medo de engordar.

Mas será que realmente é verdade que engordamos mais no inverno?

Muitas pesquisas explicam e responde essa questão. Durante essa época o apetite aumenta porque o nosso gasto energético é maior, ou seja, o nosso metabolismo aumenta porque o corpo gasta mais energia e com isso comemos mais, porque o nosso apetite aumenta para manter a temperatura do corpo normal.

E com o aumento da fome ficamos mais propensos a consumir alimentos ricos em gorduras e carboidratos, que são fontes de energia rápida. Por isso é comum desejar comer uma sopa, um caldo ou uma lasanha, chocolate quente… do que comer uma salada.

Isso é normal, acontece com todos nós. E não deve ser motivo para você se preocupar e começar com dietas malucas, restritivas.

Segundo a OMS, Organização Mundial de Saúde, 95% das pessoas que emagrecem fazendo dieta, tem um reganho de peso ou engordam ainda mais. Então se as dietas não são sustentáveis a longo prazo, será que você precisa se submeter a mais uma dieta no inverno? Por que quando a primavera chegar, os quilos perdidos podem vir juntos.

O melhor caminho ao invés de passar fome é ficar atento aos sinais do seu corpo. Quando estiver com o estomago vazio, que é um dos sinais de fome, significa que é hora de comer. Quando o estomago estiver confortavelmente cheio, significa que é hora de parar de comer, pois a saciedade chegou. Perceber os sinais de fome e saciedade é tão importante quanto respeita-los, porque desta forma iremos evitar excessos alimentares futuros e estaremos fornecendo energia necessário para o corpo.

E quando você respeita os sinais do seu corpo, você não precisa deixar de comer os alimentos mais calóricos por medo de engordar, porque ao respeitar esses sinais você come o suficiente, sem exageros.

Então permita-se comer os alimentos que você gosta. Faça aquela sopinha caprichada, varie a sua alimentação e não esqueça de usar um bom agasalho para ajudar aquecer o seu corpo.

Para te ajudar vou disponibilizar um e-book com receitinhas fáceis, nutritivas e muito gostosas para aquecer o seu corpo e espantar o frio.

Para baixar o e-book gratuitamente acesso o link abaixo.

Bom apetite.

Link do e-book: https://forms.gle/yxVECi3ArvU2vxff6

Gastronomia

Oito receitas de sopas fitness para não quebrar a dieta

O frio do outono e do inverno faz despertar aquela vontade de comer sopas, muitas sopas! Para quem quer ou precisa perder alguns quilinhos e, por isso, procura fugir de ingredientes tradicionais mais calóricos (como as massas), existem opções deliciosas de sopas fitness à base de legumes, cogumelos, verduras, tubérculos e cereais.

Selecionamos, com o auxílio de duas nutricionistas e de uma chef, oito receitas de sopas que podem ajudar a emagrecer: são nutritivas e com poucas calorias. Seus preparos são simples e os resultados, maravilhosos. Escolha as suas para ficar quentinha e fiel à dieta durante as baixas temperaturas.

1. Sopa de cogumelos

1

Os cogumelos são o sonho realizado de qualquer dieta: têm poucas calorias e alto valor nutritivo. “Eles possuem baixo teor de gordura e são ricos em proteínas, vitaminas e minerais que contribuem para a saúde. Por terem vitaminas A, C e D, betacaroteno, compostos fenólicos e terpenos, apresentam efeito antioxidante”, afirma a nutricionista Thaisa Galvão, do Hotel Hilton São Paulo Morumbi, que cedeu esta receita de sopa de cogumelos. Nham nham!

2. Creme de ervilha

2
O creme de ervilha é um clássico do inverno, e não é para menos: a ervilha é rica em diversos tipos de vitaminas (A, B, C e K), cálcio, ferro, fósforo, potássio e enxofre. Tem poucas calorias e, de quebra, ajuda no emagrecimento, pois impede a absorção da gordura ruim dos outros alimentos. Nesta receita de creme de ervilha da chef Rê Cruz, do Saudável [to be], ela reina absoluta. Delicie-se!

3. Sopa de abóbora com queijo cottage

3

Poucas calorias e muitos benefícios para a saúde: a abóbora é rica em vitaminas antioxidantes (A, C e E), vitamina B, ferro, cálcio e zinco. Nesta receita de sopa de abóbora com queijo cottage, a nutricionista Maria Cecília Corsi, da LivLight Nutrição Gourmet, uniu tudo isso ao sabor especial do queijo cottage. Uma delícia!

4. Creme de mandioquinha

4

Com um gostinho típico (e delicioso) de inverno, a mandioquinha é rica em nutrientes e facilmente digerível. Autora desta receita, a nutricionista Thaisa Galvão conta que o tubérculo é fonte de fibras solúveis e insolúveis, vitaminas C, B, K e E, fósforo, cálcio, potássio e magnésio. Siga a receita de creme de mandioquinha e dê uma turbinada no organismo com poucas calorias.

5. Sopa de legumes

5

Eis uma sopa rica em nutrientes, devido à variedade de legumes, e adorada por praticamente todas as pessoas que gostam de sopa. Nesta tradicionalíssima receita de sopa de legumes, a chef Rê Cruz uniu mandioquinha, brócolis, cenoura e abobrinhas. O resultado é saboroso demais e perfeito para quem está contando as calorias durante a dieta.

6. Sopa de tomate com gengibre

6

A nutricionista Thaisa Galvão, que cedeu ao MdeMulher esta receita de sopa de tomate com gengibre, explica que “o tomate é rico em licopeno e tem propriedade antioxidante, combate os radicais livres, retarda o envelhecimento precoce do organismo e protege o sistema cardiovascular”. Já o gengibre, segundo ela, protege o corpo de bactérias e fungos por possuir uma substância chamada gingerol, com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Tudo isso é unido nesta sopa gostosinha, com pouquíssimas calorias por porção!

7. Sopa de tomate com brócolis e quinoa

7

Além de todas as propriedades do tomate, esta sopa fitness traz o cálcio, ácido fólico, magnésio e potássio do brócolis e as proteínas, ferro e ômega 3 e 6 da quinoa. Seu preparo exige um pouquinho de tempo, mas o resultado encorpado e cheio de sabor vale muitíssimo a pena. Confira a receita de sopa de tomate com brócolis e quinoa da nutricionista Maria Cecília Corsi.

8. Sopa de couve-flor com cebola dourada

8

Nesta receita de sopa de couve-flor com cebola dourada, da nutricionista Maria Cecília Corsi, o sabor da couve-flor é valorizado pela cebola refogada que entra no final da montagem dos pratos. A couve-flor fornece muitos nutrientes – vitaminas C e do complexo B, fibras, potássio e proteínas, entre outros – e é pobre em calorias. Se a dieta estiver rígida, exclua os croutons da receita e mantenha o corpo quentinho apenas com a sopa.

Fonte :http://mdemulher.abril.com.br
Fotos : (LivLight Nutrição Gourmet/Divulgação)