Tag Archives: Flávia Siqueira

Sociedade

O Dia da Mulher e a luta pelos direitos femininos

Nesta quinta, 08 de março, o mundo inteiro comemora o Dia Internacional da Mulher. Essa data é marcada desde o início pela luta das mulheres seja pela sua valorização, igualdade de gênero e seus direitos em geral. Foi em 08 de março de 1857, que 129 mulheres entraram em greve, em uma tecelagem em Nova York, exigindo melhores condições de trabalho e redução da jornada de trabalho de 16 para 10 horas diárias. Em 1910, um congresso na Dinamarca adotou a data para celebrar o Dia da Mulher, porém a escolha só foi oficializada em 1975, pela ONU.

Desde então, milhares de mulheres no mundo todo lutam por melhorias, seja nas condições de trabalho ou em reinvindicações sociais, que acabaram se tornando leis com o passar dos anos. Como no Brasil, onde o voto feminino foi aceito em 1932, a mulher casada deixou de ser considerada incapaz, a partir de 1962, e, em nossa história recente, a Lei Maria da Penha, de 2006, que defende a mulher da violência doméstica.

Foram muitas as vitórias conquistadas desde então e, ainda assim, a mulher continua a sua luta. A mulher moderna luta pela igualdade de gênero, luta pelo reconhecimento profissional, luta contra as pressões da sociedade.

As mulheres representam 52% de nossa população, cada vez mais mulheres alcançam graus de graduação e pós-graduação universitária, já são admitidas na enorme maioria das profissões, são empreendedoras e criativas, mas ainda assim, são raras as vezes que atingem os mais altos níveis da administração privada ou pública. Mais de 2 milhões de mulheres passaram a exercer a função de chefe de família no país, de acordo com levantamento feito pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). De acordo com o Sebrae, as mineiras já representam 46,8% dos microempreendedores individuais do estado. Apesar de tudo isso, uma pesquisa recente realizada pela Workana revelou que 90% das mulheres já sentiram menos respeitadas que os homens no trabalho.

dia-da-mulher-imagem-destaqueEm 2017, muito se falou sobre as adversidades sofridas pelas mulheres no âmbito profissional e a pesquisa confirmou que o ano foi decisivo para uma virada de comportamento. Diante de diversas manifestações, muitas delas vistas por todo o mundo em protestos e denúncias que tiveram grande repercussão nos segmentos artístico e esportivo, 69,7% das entrevistadas acreditam que as mulheres tiveram maior poder de decisão no último ano e 95,7% entendem que esse foi um passo importante para que o assunto fosse ainda mais discutido em 2018.

Em relação a questões salariais, enquanto na Islândia o início deste ano foi marcado pela implementação de uma lei que garante igualdade salarial entre os gêneros, no Brasil, 60,3% das entrevistadas afirmaram que ganham ou já ganharam menos do que um homem para executar um trabalho igual ou superior e 62,7% disseram ainda que em sua área de atuação não há igualdade de oportunidades.

Já sobre abuso psicológico, 67,6% afirmaram que já foram contrariadas no trabalho para se sentirem erradas mesmo estando certas, 68,3% já foram interrompidas por homens em reuniões e 58,7% afirmam que algum homem já levou crédito por algo que elas fizeram. Quando se fala da aparência, 52,6% já foram julgadas no ambiente de trabalho.

Quando o assunto é assédio, o Brasil apresenta números alarmantes: 48,4% das mulheres já se sentiram perseguidas por algum homem do trabalho, enquanto 28,8% deixaram de denunciar algum abuso sofrido por medo de serem demitidas. Questionadas sobre algumas situações desagradáveis no ambiente profissional, 40,3% das entrevistas afirmaram ter sofrido assédio ou abuso de uma autoridade, 38,3% notaram discriminação ou preconceito e 19% sofreram com assédio sexual. Além disso, 17% sentiram desconforto antes mesmo de começar no emprego: os casos foram logo na entrevista.

Grande parte das mulheres entrevistadas têm entre 21 e 40 anos (75%), são solteiras (54,7%), não têm filhos (76%) e possuem Ensino Superior completo (36,7%).
Flávia Siqueira
Publicitária | Jornalista
(32) 98479.2772

Foto : Guilherme Bandeira
Cartunista e Ilustrador
@guilherme_bandeira

Economia

De cada 10 pequenos negócios mineiros, 3 são familiares

Mais de um terço dos pequenos negócios em Minas Gerais tem familiares como sócios ou empregados. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo Sebrae em nível nacional, entre outubro e novembro de 2016. Segundo o estudo, 36% dos pequenos negócios brasileiros podem ser consideradas familiares.

As empresas de pequeno porte (EPP) são as que concentram a maior proporção (59%) de parentes em seus quadros funcionais. Entre as microempresas (ME), 52% são familiares e os MEI reúnem 25% de empreendimentos com essas características.

A pesquisa Empresas Familiares foi feita com uma amostra de 6.617 entrevistados em todo o país. Minas Gerais é o segundo estado com o maior número de empresas pesquisadas, 382, atrás apenas de São Paulo, com 385.

O universo dos pequenos negócios

As Micro e Pequenas Empresas (MPE) representam 99% dos negócios formais constituídos no Brasil. São mais de 6,8 milhões de empresas nessa categoria. Somadas aos Microempreendedores Individuais (MEI), o universo dos pequenos negócios ultrapassa 12,4 milhões de empreendimentos. Cerca de 16% desse contingente está em Minas Gerais.

Empresas familiares

O conceito de empresa familiar é abrangente. Na literatura há várias definições sobre a respeito. Apesar disso, é consenso que as empresas familiares são maioria entre os negócios formalmente constituídos.

• Está sob o controle do empresário que a criou;

• Tem sua origem vinculada a uma família;

• Mantém membros da família na administração dos negócios;

• Apresenta estreita relação entre propriedade e controle;

• A propriedade é exercida por uma (ou por mais de uma) família;

• Passa por processo sucessório familiar (entre gerações);

 
Assessoria de Imprensa Sebrae Minas

Flávia Siqueira
Publicitária | Jornalista
(32) 98479.2772

Economia

Faça você mesmo – A cultura do Do It Yourself está de volta

A cultura do DIY, sigla inglesa para a expressão Faça Você Mesmo, está de volta e tem atraído diversos adeptos. A ideia de “botar a mão na massa” tem chamado a atenção dos brasileiros, seja para evitar gastos ou até mesmo como forma de terapia.

O retorno e crescimento dessa cultura é explicado pelos hábitos dos mais jovens em pesquisar por tutoriais no Youtube, que vai de um pequeno objeto a reformas de móveis e pequenos espaços.

Essa mudança no hábito da população se deve, em grande parte, da relação direta com a internet e através da colaboração promovida por ela através de centenas de tutoriais disponíveis na rede social, e que facilitam o aprendizado de diversas atividades por pessoas não especializadas. Os vídeos ensinam as pessoas a aproveitarem o máximo de recursos que têm para fazer em casa, usando ferramentas básicas e produtos acessíveis financeiramente e de fácil aplicação, atividades que normalmente pagariam para serem feitas caso não tivessem acesso aos tutoriais.

Conheça alguns canais brasileiros de DIY

Maddu Magalhães – o canal é muito diversificado, com tutoriais geeks, de decoração, presentes para datas comemorativas, beleza e até algumas comidinhas e dicas de customização de roupas

tumblr_inline_nizxmaOtDV1t5yv17

Diycore com Karla Amadori – este canal é voltado para tutoriais de decoração, ensina a fazer móveis e outros objetos que estão em alta.

header

Dica da Ka – tutoriais de customização de roupas e acessórios, e tutoriais de decoração inspirados no Pinterest

-1071137459

Flávia Siqueira

Foto: Divulgação

Sociedade

O que te impede de realizar seus sonhos?

Qual o seu maior sonho? Conhecer a Europa, encontrar o amor da sua vida e formar uma família, montar o seu próprio negócio, ser um grande líder em uma multinacional, fazer uma faculdade em outro país, mudar de cidade ou largar tudo e todos e viver viajando com uma mochila nas costas? O que falta para realizar seus sonhos?

Seja qual for o seu sonho, saiba que apenas você é capaz de fazer com que ele se torne realidade. Por isso, se ainda não foi possível fazer com que o seu maior sonho se torne realidade, reflita um pouco e pense em tudo que o está impedindo de realizar seu desejo.

Agindo dessa forma, será possível eliminar tudo que está inibindo suas conquistas e vitórias, encontrando os verdadeiros motivos, será possível seguir a diante e colocar em prática tudo que é preciso para alcançar os objetivos.

Como identificar as barreiras que te impede de realizar seus sonhos?

Comece prestando atenção nas pessoas que estão a sua volta. Quando você comenta de alguma vontade, desejo ou sonho, como elas reagem? Existe compreensão por parte dessa pessoa em relação ao seu desejo? Ou existe desconforto, questionamento e imposição de dificuldades?

A partir disso, observe como você reage quando o comportamento de uma dessas pessoas é negativo. Você logo desiste e encontra dificuldades que antes não tinha visto? Ou você nem liga e continua com seus planos?

São com essas observações que se torna possível enxergar de onde vem as barreiras que estão impedindo você de realizar seus sonhos. Por isso, veja quais são os principais fatores que influenciam as pessoas a não realizarem seus desejos e alcançar seus objetivos:

Ignorar Sua Própria Vontade

Geralmente, as pessoas que se sabotam e ignoram suas próprias vontades, são pessoas que preferem agradar outras pessoas a fazer aquilo que é a sua maior vontade. Não se mostrar e não impor seus desejos e vontades de forma saudável pode ser uma barreira que impede você de conquistar seus sonhos.

Diante disso, comece a falar o que está pensando, fale suas vontades, seus sonhos e tudo aquilo que deseja, passe a fazer coisas pequenas que você queira, ainda que outra pessoa diga que não goste ou não queira.

Dê prioridade as suas vontades, mesmo que isso acabe desagradando outras pessoas. Pense que você não precisa estar presente em todos os encontros chatos de família ou de amigos que não tem muito haver com você. Faça o que você tem vontade e com o tempo verá que realizar o seu sonho está muito mais fácil que antes.

Fazer Comparações

Ao se comparar com outras pessoas sempre se colocando menor, no sentido de inferioridade, consequentemente sua autoestima fica baixa, a insegurança e o medo tomam conta do seu estado emocional, e com isso, seus desejos e sonhos são “jogados para escanteio”.

E o que fazer? Comece a perceber quantas vezes você se compara a outras pessoas, e como essa comparação é feita, você se inferioriza? Tente valorizar seus pontos positivos, mantenha o foco e procure não se comparar a ninguém, e se ainda assim se encontrar em meio a uma comparação, pare e reconheça que isso não está certo, aos poucos as comparações vão diminuindo e com isso sua autoestima vai aumentando, seu medo vai sumindo e a vontade de realizar seus sonhos volta.

Seguir Regras

Criar, estabelecer ou seguir regras nem sempre é conveniente. Muitas vezes, as melhores ideias são extintas porque as pessoas possuem medo de violar algumas regras que muitas vezes a sociedade impõe.

Quando as regras são avaliadas como ‘normas sociais’, é fundamental que as pessoas parem e pensem que se deixar levar por essas regras, pode ser um caminho sem volta.

Uma sugestão para quem costuma agir dessa forma é tentar mostrar seu ponto de vista antes das pessoas, é tentar liderar um grupo de pessoas ou debater sobre um assunto sem desistir na primeira opinião contrária.

Ser Perfeccionista

É natural que as pessoas queiram fazer tudo da maneira correta, mas exagerar no perfeccionismo não é saudável. Pessoas perfeccionistas não gostam de arriscar e tem medo de cometer erros, consequentemente deixam seus sonhos e desejos de lado. Algumas pesquisam dizem que o perfeccionismo exagerado pode levar a pessoa ao caminho da depressão, ansiedade e paralisia.

Por isso, deixar de lado a armadura e viver a vida de maneira mais leve, relevando alguns deslizes e passando por cima de bobagens do dia a dia, fazendo aquilo que você verdadeiramente gosta, pode ajudar na realização de alguns sonhos.

Exagerar no trabalho

Se manter sempre ocupado e exausto é uma barreira que as pessoas criam como “justificativa” para boicotar seus sonhos. Muitas vezes, as pessoas que trabalham demais, ou os Workaholics, sofrem em suas vidas pessoais e entram de cara no trabalho para evitar a solidão e a tristeza.

A solução para deixar de lado tudo que está te impedindo de seguir rumo aos seus sonhos sempre será: Passar a fazer aquilo que tem vontade, sem deixar que as pessoas interfiram com ações ou opiniões, se agrupe a pessoas que goste de fazer o mesmo que você esteja ao lado de pessoas que torçam verdadeiramente para o seu crescimento pessoal e profissional, trabalhe o seu pensamento positivo, aprenda a relevar coisas fúteis e se importe apenas com o que realmente faz sentido.

Por José Roberto Marques

Flávia Siqueira
Publicitária | Jornalista
(32) 98479.2772

Sociedade

5 dicas para conseguir o primeiro emprego

Entrar no mercado de trabalho não é tarefa fácil, mas um dia todos conseguem. Se você não quer qualquer emprego, então deve empenhar-se nessa busca.

Querer aprender e mostrar iniciativa são atitudes importantes para quem quer iniciar a vida profissional. Marcelo Nóbrega, Diretor de Recursos Humanos do McDonald’s Brasil, dá dicas de como começar.

“Ir pelos caminhos mais óbvios, por onde todos vão, tornará a busca mais difícil. Tem que estar atento, ter foco e paciência”, afirma o executivo, acostumado a selecionar pessoas sem experiência para o primeiro emprego. O McDonald’s é reconhecidamente o maior gerador de primeiro emprego do país. Hoje, trabalham na empresa cerca de 40 mil pessoas – muitos deles tiveram na companhia a sua primeira oportunidade de assinar a Carteira de Trabalho.

1 – Olhe direito, há vagas!

O momento atual pode dar a impressão de que o mercado está ruim e que os empregos sumiram. Mas há bons empregos disponíveis. Fale com seus amigos, cadastre seu CV em bancos de dados, busque nas redes sociais ou vá diretamente às empresas.

2 – Corra, você está atrasado!

Um emprego leva tempo para ser conquistado e o preparo deve começar cedo. Tudo o que você faz durante os anos de escola é também parte dessa preparação. Esse aprendizado vai permitir que você se destaque.

3 – Amigos para sempre

A maioria das oportunidades de emprego virá por meio da rede de relacionamentos, que você vai tecendo ao longo da vida. Por isso, pergunte se há vagas nas empresas onde eles trabalham.

4 – Mostre iniciativa

Muita gente tem o péssimo costume de esperar passivamente que “as coisas aconteçam” – e de achar que, as oportunidades vão bater à sua porta. Porém, à medida que o tempo passa, as coisas ficam mais difíceis para quem está fora do jogo. Vá à luta.

5 – Rejeição? Aprenda a lidar com ela

Prepare-se para “dar com a cara na porta” várias vezes. Esteja pronto, também, para enfrentar períodos de silêncio, desencontros, cancelamentos de entrevistas, etc. Isso é da natureza de um processo seletivo de emprego e não uma questão pessoal. Não desanime.

Infografico_PrimeiroEmprego_-_Cópia170116_153317

 

 

 

 

 

 

 

Flávia Siqueira
Publicitária | Jornalista
(32) 98479.2772

Esporte

49ª edição do Troféu Independência chega ao fim

estadual-trofeu-independencia-2016

Chegou ao fim na última sexta-feira, 07, a 49ª Edição do Troféu Independência. Foram 18 dias de torneio, 116 jogos, 59 equipes inscritas, sendo 17 escolas, um projeto social e oito equipes na categoria Adulto. As equipes foram divididas em categorias por idade, sendo, Feminino A, Feminino B, Masculino I, Masculino II, Masculino III e Adulto. Mais de 600 atletas participaram do campeonato, que também contou com forte presença das torcidas.

Este ano as equipes do Desafio (Fem. B), Alberto Vieira (Masc. I), Escola Normal (Fem. A), Aprendiz (Masc. II), Canal Transportes (Adulto) e Estadual (Masc. III) se consagraram campeãs, nos jogos da última sexta-feira, 07, no Ginásio Delmo Maria.

Confira os resultados das partidas de finais:

t

O Aprendiz esteve em três finais – Feminino A, Masculino II e Masculino III – mas perdeu a chance de conquistar três troféus no campeonato. A torcida da escola foi destaque e marcou presença em peso.

No adulto, o jogo já parecia definido, dando a vitória por 2×0 para o Sangue Azul, mas a equipe do Canal Transportes virou o jogo e garantiu o troféu. Já passava da meia-noite quando o Estadual pôde finalmente comemorar a vitória em cima do Aprendiz. Com o merecido placar de 5×3, a equipe foi campeã das categorias escolares na edição 2016.

Flávia Siqueira
Publicitária | Jornalista
(32) 8479.2772

Esporte

Final do Troféu Independência será definida nesta quarta, 05

12 equipes se enfrentam nesta quarta por uma vaga na final

Aconteceu nesta terça-feira, os primeiros jogos do Troféu Independência 2016. As equipes Desafio (Feminino B), Amilcar (Masculino I), Escola Normal (Feminino A), Aprendiz (Masculino II), Estadual (Masculino III) e Sangue Azul (Adulto) já estão classificadas para a final na sexta-feira, 07. Confira abaixo os resultados do primeiro dia de semifinais:

1

Hoje acontece a segunda rodada de semifinais e 12 equipes se enfrentam em busca de uma vaga para a final. Apenas seis se classificam (uma equipe por categoria). Confira os jogos de hoje que terão início as 16h45, no Ginásio Delmo Maria.

2

Equipes semifinalistas que deixaram a competição receberam um troféu de participação ao final das partidas.

Flávia Siqueira
Publicitária | Jornalista
(32) 8479.2772

Esporte

Jogos de Quartas de Final começam nesta terça, 27

14508601_1158868510819096_1502197751_n

Nesta segunda CIC x Conexão e Senhora das Dores x EFAFEM disputam a repescagem

O Troféu Independência 2016 se aproxima da reta final. Nesta segunda-feira, 26, as equipes CIC e Conexão jogam pela repescagem no Módulo Feminino A e Senhora das Dores e EFAFEM disputam a vaga pelo Módulo Masculino III.
De terça até sexta-feira acontecem os jogos de Quartas de Finais. Na terça-feira, 27, Amilcar e CIC disputam a vaga na semifinal pelo Estudantil Masculino I, no Feminino A a disputa fica por conta de Escola Normal e EFAFEM e no Módulo Masculino III, Amilcar e Estadual se enfrentam a partir das 20h45.
Haverá jogos todos os dias, com início às 16h15. Confira no link os jogos da semana http://issuu.com/flaviapedrosa6/docs/tabela-trofeu-independencia-2016-26/1

 
Flávia Siqueira
Assessoria de Imprensa – Troféu Independência
(32) 8479.2772

Esporte

Aprendiz goleia Escola Normal em partida do Troféu Independência

Confira os resultados da rodada desta segunda-feira, 19

Nem mesmo a chuva que caiu nesta segunda-feira, 19, desanimou a torcida que mais uma vez se fez presente no Ginásio Delmo Maria. Quem passou por lá assistiu a um jogaço entre Aprendiz e Escola Normal, pelo módulo Estudantil Masculino III, onde o Aprendiz goleou a Escola Normal por 6×1. Pelo Estudantil Masculino I, o Colégio Desafio venceu o Esporte & Cidadania por WO.

Confira os resultados desta segunda-feira e os jogos que vão acontecer nesta terça a partir de 16h15:

1

2

Flávia Siqueira
Assessoria de Comunicação – Troféu Independência
(32) 8479.2772

Esporte

Troféu Independência continua nesta segunda, 19

Após o feriado municipal a competição continua com sete jogos nesta segunda-feira

Em quatro dias de partidas já foram disputados 28 jogos pelo Troféu Independência 2016, sendo 4 na categoria Adulto, 4 na categoria Estudantil masculino III, 8 na categoria Estundantil Masculino II, 5 na categoria Estudantil Masculino I, 4 jogos pelo Estudantil Feminino A e 3 jogos pelo Estudantil Feminino B.

Nesta segunda-feira, os jogos continuam a partir das 16h15 com a  partida entre Desafio e Esporte e Cidadania pelo Estudantil Masculino I e a última partida inicia às 22h com a disputa entre Canal Transportes e Sangue Azul, pela categoria Adulto.

Confira abaixo as partidas que acontecerão hoje:

g

img1471989698271
Flávia Siqueira
Assessora de Imprensa – Troféu Independência
(32) 8479.2772