Tag Archives: cuidados

Saúde

Outubro rosa, confira como a nutrição pode ajudar na prevenção da doença

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres em países desenvolvidos e em desenvolvimento. As taxas estão aumentando em todo o mundo, em particular nos casos de pós-menopausa.
Entre os fatores de risco bem estabelecidos estão, histórico familiar, idade da menarca e da menopausa, vida reprodutiva, consumo excessivo de álcool, fumo e dietas ocidentais ricas em calorias e pobres em nutrientes.
As diretrizes de prevenção do World CâncerResearch Fund (WCRF) recomendam manter um peso saudável, praticar 150 minutos de exercícios físicos de intensidade moderada por semana, limitar o consumo de álcool e comer uma dieta estilo mediterrânea, rica em vegetais, grãos integrais e gorduras saudáveis. O WCRF também afirma que os hábitos alimentares têm papel importante na prevenção e tratamento da doença.

Por isso, listo aqui, alguns alimentos que podem fazer parte de uma rotina alimentar saudável e com isso ajudar a prevenir e a tratar câncer de mama:

Ácidos graxos ômega-3: Peixes gordurosos, incluindo salmão, sardinha e cavala, são conhecidos por seus impressionantes benefícios à saúde incluindo efeito protetor contra o câncer.

• No estudo de 2015 sobre os Ácidos graxos ômega-3 na prevenção ao câncer de mama, que avaliou mulheres com altas taxas de ingestão de ômega-3 marinhos eicosapentaenoico (EPA), e ácido docosaexaenoico (DHA) em relação ao ácido araquidônico ômega-6, o resultado apontou que os ácidos graxos EPA e DHA são mediadores lipídicos importantes, associados à diminuição da inflamação e estão associados na prevenção da doença.

• A associação entre o risco de câncer de mama e a ingestão de ácidos graxos poli-insaturados n-3 (PUFA), também foi avaliada por uma meta-análise com 21 estudos de coorte prospectivos envolvendo 20.905 casos da doença e 883.585 participantes. O resultado mostrou que o consumo mais alto de PUFA n-3 está associado a uma redução de 14% no risco de câncer de mama.

Quercetina: É um pigmento flavonoide, com atividade antioxidante encontrado em várias frutas evegetais como brócolis, cebola, maçã, pimentão, morango, mirtilo e uva.

• Estudos sugerem que os efeitos protetores da quercetina resultam da morte de células cancerosas, restauração de genes supressores de tumor e inibição da expressão de oncogene.
• A quercetina também aumenta os efeitos quimioterápicos da doxorrubicina(quimioterápico de primeira linha para câncer de mama) contra as células do câncer de mama, e reduz seus efeitos colaterais citotóxicos.

Epigalocatequina-3-Galato (EGCG): Esta substância presente no chá verde, foi amplamente estudado por seu potencial efeito protetor de vários tipos de cânceres em humanos. Em comparação com outros chás, ele contém a maior quantidade de compostos bioativos que pertencem ao grupo dos polifenóis.

• Há evidências de que o EGCG exerce efeitos protetores contra a tumorigênese.Estudos experimentais mostram que os polifenóis podem modular várias vias de sinalização, e regular o crescimento, a sobrevivência e a metástase de células cancerosas em vários níveis.Dados in vitro demonstraram que os polifenóis podem induzir a morte celular programada em células de câncer de mama, seja por uma indução específica, ou por modulação epigenética da expressão de genes relacionados à apoptose.

Ervas e especiarias: Salsa, alecrim, orégano, tomilho, cúrcuma, curry e gengibre, contêm compostos vegetais que podem ajudar a proteger contra o câncer de mama como vitamina A, C, K, zinco, ferro, magnésio, cálcio e potássio. Além disso, possuem propriedades antioxidantes antibactericidas, anti-inflamatórias e anticâncer.

Grãos integrais: Quinoa, arroz integral, aveia, arroz selvagem, painço, cevada
• Na revisão sistemática e meta-análise de 2018, sobre associação entre a ingestão de grãos integrais e o risco de câncer de mama, com 11 estudos, sendo 4 de coorte e 7 de caso-controle, envolvendo 131.151 participantes e 11.589 casos de câncer de mama, os resultados mostraram que a ingestão de grãos integrais, esta associada a um risco reduzido de câncer de mama.
Vegetais com folhas verdes: Couve, rúcula, espinafre, mostarda e acelga, são apenas alguns dos vegetais de folhas verdes que podem ter propriedades anticâncer.

• Uma análise conjunta de 8 estudos de coorte de 2012, compreendendo mais de 80% dos dados prospectivos publicados no mundo sobre carotenoides plasmáticos ou séricos e câncer de mama, incluindo 3.055 casos e 3956 indivíduos controle, sugere que mulheres com níveis circulantes mais elevados de α-caroteno, β-caroteno, luteína, zeaxantina, licopeno e carotenoides totais, podem ter risco reduzido de câncer de mama.

• Em outro estudo de 2015, sobre carotenoides plasmáticos e risco de câncer de mama ao longo de 20 anos de acompanhamento com 32.826 mulheres, os autores concluíram que, as mulheres com alto teor de carotenoides no plasma tinham risco reduzido de câncer de mama, particularmente para doença mais agressiva e fatal.

Folato (vitamina B9). Os feijões, lentilha, ervilha, grão de bico, ovo, carne e vísceras. Não é difícil conseguir um bom aporte da vitamina se o cardápio incluir estes alimentos.

• Uma análise conjunta de 23 estudos prospectivos envolvendo um total de 41.516 casos de câncer de mama e 1.171.048 indivíduos. Descobriu-se que a ingestão de folato está associada a uma redução de 18% no risco de desenvolver câncer de mama.

• Além disso a ingestão alimentar relativamente alta de folato, foi inversamente associada ao risco de câncer no útero, ovários. eendométrio.

Vitamina B6: É encontrada com maior frequência em alimentos de origem animal,como carnes, de porco, leite e ovos. Entre os alimentos de origem vegetal, as principais fontes são, batata inglesa, aveia, banana, gérmen de trigo, abacate, levedo de cerveja, cereais, sementes e nozes.

• Uma análise combinada de 5 estudos realizados nos Estados Unidos, incluindo 2.509 casos de câncer de mama, mostrou que níveis elevados de piridoxal 5fosfato sérico (forma ativa da vitamina B6), foram associados a redução de 20% no risco de câncer de mama, em comparação com níveis baixos entre mulheres na pós-menopausa.

Curcumina: A cúrcuma é uma especiaria amarela com um sabor específico, usada na culinária asiática. A curcumina é um composto poli fenólico secundário isolado da cúrcuma. O efeito quimiopreventivo da curcumina em relação à ao câncer de mama foi observado nas fases de iniciação e pós-iniciação, e foi descoberto que ela inibe significativamente o início do adenocarcinoma mamário.

• O uso concomitante de piperina aumenta a absorção, concentração sérica e biodisponibilidade da curcumina em humanos em até 20 vezes.

Frutas cítricas: Laranjas, limões, limas, tangerinas, acerola. Estas frutas possuem compostos que podem diminuir o fator de risco contra o câncer de mama, incluindo folato, vitamina C e carotenoides como beta criptoxantina e beta caroteno, além de antioxidantes flavonoides como quercetina, hesperidina e naringenina. Esses nutrientes fornecem efeitos antioxidantes, anticâncer e anti-inflamatórios.

• Uma revisão sistemática quantitativa de 2013, sobre a Ingestão de frutas cítricas e risco de câncer de mama, incluindo 6 estudos e 8.393 participantes, mostrou associação inversa entre a ingestão de frutas cítricas e a risco de câncer de mama.

Vegetais crucíferos: Brócolis, couve-flor, espinafre, couve manteiga, rúcula, couve-de-bruxelas, repolho, agrião, folha de mostarda, nabo e rabanete. Estes contêm compostos glicosinolatos, que o corpo pode converter em moléculas de isotiocianatos. Este possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e anticâncer

• No estudo de abril de 2020, sobre glicosinolatos e isotiocianatos e risco de câncer de mama, com 1493 mulheres, mostrou que, ingestões mais altas de vegetais crucíferos, foram inversamente associadas ao risco de câncer de mama.

• Indol-3-Carbinol: é outro fitoquímico produzido pela quebra dos glicosinolatos, também demonstrou ser um potente agente quimio-preventivo para câncer de mama.

Dieta mediterrânea: A dieta é considerada um dos fatores modificáveis mais importantes, que contribuem para a prevenção do câncer de mama.

• No estudo Dieta mediterrânea espanhola e risco de câncer de mama de 2014, os autores concluíram que o padrão alimentar mediterrâneo tem papel protetor contra o risco de mortalidade pela doença. Este benefício pode ser atribuído ao efeito de nutrientes específicos na inflamação, dano e reparo do DNA, estresse oxidativo e modificações genéticas. Esses nutrientes incluem ácidos graxos ômega-3, polifenóis, resveratrol, compostos organossulfurados, quercetina, zinco e selênio.

Evite
Álcool: o consumo excessivo, pode aumentar significativamente o risco de câncer de mama.
Frituras. Uma alimentação rica em alimentos fritos pode aumentar significativamente o risco de câncer de mama.

Carnes processadas: bacon, linguiça e salsicha estão associados a um maior risco de desenvolver a doença.

Açúcar simples/ Carboidratos refinados: açúcar refinado pode aumentar significativamente o risco de câncer de mama, aumentando a inflamação e a expressão de certas enzimas relacionadas ao crescimento e disseminação do câncer.

Mais sobre Adriana Stavro:

Instagram @adrianastavronutri
Adriana Stavro – Nutricionista Mestre pelo Centro Universitário São Camilo
Especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) pelo Hospital Israelita Albert Einstein
Pós graduada em Nutrição funcional pela VP e em Fitoterapia pela Courses4U

Informações à imprensa:
Ana Lima Comunicação

Ana Paula Felix | Contato@analimacomunicacao.com | (11) 98877 – 7811
Bruna Munhoz | Bruna@analimacomunicacao.com | (11) 98510 – 3271
Ana Lima | Imprensa@analimacomunicacao.com | (11) 94732 – 5578
Rodrigo Fioratti | Rodrigo@analimacomunicacao.com | (11) 94753 – 5327

Moda & Beleza

Biju do Corte, materializando sonhos!

Juliano Lima Oliveira conhecido como Biju do Corte na cidade de Santa Margarida, localizada no interior de Minas Gerais, iniciou sua carreira trabalhista ainda adolescente, sempre trabalhando para terceiros. No entanto, em seu coração sempre existiu o desejo de ter seu próprio negócio, constantemente via-se insatisfeito com a realidade experienciada.

Os anos se passaram e as chaves em sua mente iam girando, até que a coragem bateu na porta e resolveu correr atrás dos seus próprios sonhos. A decisão de iniciar algo novo causa desconforto e medo, entretanto, para Juliano a fé em Deus e a união da família movem montanhas e deixam as adversidades mais sutis e tranquilas de serem encaradas.

No ano de 2018 iniciou o curso de barbeiro, escrevendo em sua vida um capítulo de superação. “Na barbearia eu me redescobri, foi a minha volta por cima.”, afirma Juliano. A sua história pessoal hoje se reflete na barbearia, trazendo como pilar principal o carinho ao atender o cliente.

Biju coloca-se útil para as pessoas, oferecendo muito mais que o corte, como também atenção e o dom de escutar, buscando trazer a lembrança de que antes da prestação de serviço existe um ser humano. Outro diferencial da barbearia é trabalhar com agenda e horário marcado.

Atualmente encontra-se imerso em estudos sobre o universo da barbeira, trazendo novidades não somente para os clientes, mas para o enriquecimento do município. Como exemplo, confira os cursos que são oferecidos pela sua barbearia:

  • Gestão de barbearia;
  • Estratégia de negócio;
  • 100 % prático;
  • Iniciante;
  • Avançado;
  • Máquina e tesoura;
  • Penteados;
  • Freestyle;
  • Pigmentação;
  • Colorimetria;
  • Fade;
  • Navalhado.

Agora que você conhece sua história que tal dar mais valor à profissão do barbeiro e agendar um horário com o Biju do Corte?

Instagram: @bijuducorte
Contato: (31)9.8316-5873

Turismo & Lazer

Vai visitar uma cachoeira? Confira 7 cuidados essenciais!

Como todo mineiro que não perde o trem, você não pode perder as dicas a seguir e tornar o seu passeio nas belíssimas cachoeiras de Minas, ainda mais seguro, vamos lá?

Dica nº 1: Respeito à sinalização:

Nas cachoeiras encontramos sempre placas de alerta, que jamais devem ser ignoradas, portanto evite atalhos e sempre respeite as regras de cada local;

Dica nº 2: Vá com calçado adequado:

Mesmo sendo um momento para se refrescar não vá de chinelo, pois as cachoeiras possuem pedras escorregadias e na maioria das vezes trilhas de difícil acesso;

Dica nº 3: Evite consumo de álcool:

Por mais que seja divertido às vezes, o consumo de álcool nesses locais não é recomendado, pois em Cachoeiras cuidado e atenção são essenciais;

Dica nº 4: Porque observar o tempo?

É no calor de verão que muitas vezes ocorre fortes chuvas e há risco de cabeças d’água, um aumento repentino de volume de água das cachoeiras. Portanto, observe o tempo frequentemente, e se aparecer algum sinal de chuva saia rápido e vá para um lugar seguro!

Dica nº 5: Conheça o lugar!

Desbravar a natureza é muitas vezes fascinante, porém apenas mergulhe, salte, onde você conhece e consiga ver o fundo.

Dica nº 6: Nada de brincadeiras!

Muitos acham essa dica desnecessária, mas essencial como todas as outras. Empurrar, dar sustos, pode até ser divertido, mas não em cachoeiras, pois isto pode levar a um acidente fatal.

Dica nº 7: Sua vida vale mais que uma foto!

Temos observado muitos acidentes causados em busca do melhor ângulo, mas será que vale a pena se arriscar? Eu digo que não, nas cachoeiras principalmente, apenas busque ângulos seguros evitando acidentes!

Minha última dica é visitar Carrancas, a cidade das Cachoeiras.

Observou como é possível aproveitar nossas cachoeiras de forma segura? Agora é só preparar a mochila e pegar a trilha!

Até a próxima!

Cachoeira do Moinho – Carrancas
Poço do Coração – Carrancas

Complexo da Ponte – Carrancas

Cachoeira da Esmeralda – Carrancas

Complexo da Fumaça – Carrancas

Fonte: https://www.tripadvisor.com.br/LocationPhotoDirectLink-g2441389-i107740068-Carrancas_State_of_Minas_Gerais.html

Sociedade

Fernanda Amorim – a mineira especialista em transformar olhares

Fernanda Amorim, natural de Realeza, distrito de Manhuaçu, veio de uma família humilde e desestruturada emocional e financeiramente, começou a trabalhar com apenas 13 anos, no entanto, sonhava em fazer algo que fosse alavancar e transformar sua realidade. Inserida em um contexto totalmente fora de suas expectativas, após atingir a maioridade, adentrou-se ao estilo de vida nômade, passando por cidades, trabalhando em lojas, alimentando seu espirito comunicativo.

Sempre transformava o menos em mais, toda a oportunidade que o universo proporcionava para sua vida financeira, abraçava, isto é, se doava e reconhecia onde suas falhas e facilidades habitavam. Após passar pelo período de voo, estacionou-se na cidade de Muriaé e empregou-se na área de auxiliar administrativa, acreditava que esse seria seu último emprego, na época esse era seu auge financeiro, até que engravidou de seu primogênito Eduardo, e novamente sua vida virou de cabeça pra baixo.

Entretanto, as vezes é de baixo pra cima que a vida surpreende com adversidades. Ainda grávida e sem apoio, recebe a notícia que o pai está doente e volta para cuidar dele na cidade de São João do Manhuaçu, abandonando sua carreira como administradora. Novamente se encontra na mesma posição quando tinha 18 anos, só que dessa vez com o presente de uma criança vindo à luz.

Os dias foram passando e Fernanda conhece Antônio, e iniciam uma jornada familiar bonita e estruturada, entretanto em meio a muitas vitórias, o filho adquire intolerância alimentar, obrigando o casal a se reinventar financeiramente.

Fernanda é uma mulher de fibra, que nunca desiste, mesmo em meio a maré turbulenta, ela navega e encontra o cais. A fé move montanhas e a persistência levou a possibilidade de fazer um curso de designer de sobrancelhas pela prefeitura, como já tinha facilidade em cuidados com a auto estima, o curso caiu como uma luva!

Após este curso “básico”, permaneceu como atendente de uma loja de material de construção e aos finais de semana exercia a profissão de designer no salão de uma amiga (Salão Belíssima). Até que, após seis meses, decidiu apostar tudo e acreditar no seu potencial. “Me apeguei tanto à ideia de que ia crescer que não consegui deixar passar essa oportunidade de deslanchar no universo empreendedor”, conclui Fernanda.

Os meses foram passando e Fernanda foi se especializando, agregando capacitações à sua profissão e sendo conhecida dentro do município. Em menos de 1 ano, se especializou também em depilação corporal, precisando assim trabalhar em um local maior. Recebeu o convite de sua madrinha que, desde o momento em que Fernanda chegou a São João do Manhuaçu, foi a mulher que mais lhe estendeu a mão! Fernanda seguiu trabalhando em parceria com Edleia.

Em meio a tantas superações e o encontro com o equilíbrio, engravida novamente e passa por um período um pouco assustador, segundo ela. Afinal estava começando sua vida como chefe de si mesma. Mesmo com toda estrutura familiar que tinha no momento, passou pelo período da gestação com muitas inseguranças, principalmente profissionais.

A família cresceu, a turbulência passou e voltou a trabalhar, sendo surpreendida com a fidelidade da clientela que havia conquistado antes da gravidez. Como estava em período pós-parto, atendia em sua própria casa. Com feedbacks positivos sendo disseminados pela cidade e região, surge a oportunidade de parceria para atendimento de depilação a laser com a Clínica Inove, situada em Santa Margarida, virando assim, a chave em sua cabeça de que finalmente tinha chegado a hora de ser grande e doar-se por um inteiro para um propósito maior.

Atualmente é dona do Espaço Fernanda Amorim, e se sente na metade do caminho, sua trajetória está apenas no começo. Uma nova realidade vem aí! Fernanda pensa grande, pensa no futuro, e está trabalhando duro para seu crescimento e reconhecimento da profissional que vem se tornando!

Tem planos de expansão do seu espaço não somente no município, mas em outras cidades.

“Às vezes tem degraus tão grandes que parece que temos que escalar para subir por eles. O meu lema é a persistência!”

Acompanhe sua rotina e agende um horário pelo @espaco_fernandaamorim

Saúde

Veterinário dá dicas importantes de como cuidar de cães e gatos com a continuação do isolamento social

Tutores precisam estar atentos a saúde do animal, como parasitas, mesmo dentro de casa

Veterinário dá dicas importantes de como cuidar de cães e gatos com a continuação do isolamento social

A continuação do isolamento social em muitos estados brasileiros impacta diretamente na vida das pessoas e também dos animais, que seguem sendo a companhia de muita gente nesse período. No entanto o que pouca gente sabe é que alguns cuidados, como a utilização de antiparasitários, devem continuar sendo realizados com os cães e gatos. De acordo com Ahmed A. Álvarez, médico-veterinário e gerente de produto pet da MSD Saúde Animal, não é porque eles estão mais em casa que não estão expostos às doenças. Assim, separamos algumas dicas para o tutor ficar atento e continuar garantindo uma vida melhor ao pet neste isolamento social.

• Pulgas e carrapatos vivem dentro de casa!
Você sabia que as pulgas e carrapatos vivem mais dentro do que fora de casa? Então, se você acha que, fazendo isolamento social, seu pet não está arriscado a contrair esses parasitas, você está errado. De acordo com o pesquisador Nicolau Serra-Freire, do Laboratório de Diversidade Entomológica do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), apenas 5% deles estão no animal, enquanto 95% estão no ambiente, e a melhor maneira de prevenir a infestação é manter o lugar limpo e higienizado.

Para isso, além da limpeza tradicional, é preciso que o tutor utilize um medicamento antiparasitas, alerta Ahmed. “É muito importante que o dono administre um produto com rápida eficácia e longa duração. Assim, além de cuidar do animal, também está protegendo o lar e a família”, explica.

Além disso, o veterinário ressalta que a atenção deve ser mantida tanto com os cães quanto com os gatos, que, por serem animais mais independentes e caseiros, algumas pessoas acreditam serem insuscetíveis aos parasitas. Então, fica a dica: para ajudar na aplicação, existe até um produto transdermal, colocado no pescoço do felino, o que evita o estresse da administração.

• Carteira de vacinação em dia, hein?!
Não deixe de conceder as doses de vacinação e prevenção ao seu pet. Esse controle é muito importante para manter o sistema imunológico do animal bem e livre de inúmeras doenças.

“Manter a carteira de vacinação em dia é muito importante. Mas é sempre bom ter em mente que cada cachorro ou gato possui perfil, comportamento, raça e necessidades diferentes. Por isso a sugestão é que cada calendário vacinal seja avaliado e montado diretamente com o profissional de veterinária, para que assim ele possa montar um plano preciso para cada pet”, orienta o especialista.

• Dica final do vet!
Aproveite o momento para ficar ainda mais pertinho do seu pet. Além de ele ser especial, transmitir amor e carinho, diversas pesquisas comprovam que ele pode ajudá-lo neste momento tão delicado. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, em 2019 o Brasil foi o país com mais pessoas ansiosas do mundo, cerca de 18,6 milhões, e, olha que bacana, o convívio com animais de estimação estimula a produção e a liberação de endorfina e serotonina, o que proporciona sensação de bem-estar e relaxamento. Então, desfrute desse benefício!

Ketchum
Nathália Encina
– nathalia.encina@ketchum.com.br | (11) 95629-8957

Saúde

Cuidados com os cães e gatos nas férias

As férias estão chegando e muitas famílias costumam viajar com seus cães e gatos. Porém, os cuidados devem começar antes da viagem para garantir a manutenção da saúde do pet.

Se você vai para sítio ou fazenda, seu animal pode adquirir carrapatos e pulgas. Carrapatos são transmissores de doenças como Babesiose e Erlichiose e, para evitar essa contaminação e prevenir o contágio, um bom método profilático deve ser empregado.

Mas se o destino for a praia, é importante consultar o médico veterinário porque será necessário um vermífugo para prevenir a Dirofilariose, ou o parasita do coração, que é uma doença parasitária dos cães, podendo também afetar os gatos. Estes parasitas migram por meio da pele e da musculatura, penetram nos vasos sanguíneos e finalmente alojam-se no ventrículo direito, na artéria pulmonar e na veia cava. Dependendo do grau de infestação, os parasitas poderão provocar uma redução considerável da função cardíaca, dificuldades respiratórias e uma tosse crônica.

“A prevenção pode ser feita com medicamentos, que devem ser iniciados com alguma antecedência em relação ao início da época anual de atividade dos mosquitos transmissores da dirofilariose”, explica o médico veterinário Ricardo Cabral, coordenador de desenvolvimento de produtos pet na Vetnil. Estes tratamentos têm como objetivo a eliminação das formas larvares da Dirofilaria transmitidas pelos mosquitos, evitando que estas evoluam para parasitas adultos.

Na volta da viagem é importante a prescrição de um vermífugo para o seu animal. Ele pode ter tido contato com ambientes bastante contaminados. O diagnóstico da maioria das espécies de vermes é feito por meio do exame de fezes. “O tratamento é feito com vermífugos que devem ser determinados pelo médico veterinário”, diz Amanda.

Observe também o ouvido do seu animal. A presença de cera em excesso, cheiro desagradável, vermelhidão ou coceira, podem indicar otite e, neste caso, é necessário higienizar corretamente o pavilhão auricular e conduto auditivo e aplicar o produto indicado pelo médico veterinário (caso seja confirmada a inflamação).

“É importante observar todos estes aspectos na ida e na volta de uma viagem de férias para que um passeio agradável não acabe prejudicando a saúde de seu pet”, recomenda a analista técnica da Vetnil.

Mais informações:

A4&Holofote (11) 3897-4122

Priscilla Tavollassi: priscillatavollassi@a4eholofote.com.br

Elisa Zaghen: elisazaghen@a4eholofote.com.br