Tag Archives: covid-19

Cidades

Coca-Cola FEMSA Brasil transforma seu edital ‘Ideais para um mundo melhor’ em instrumento de apoio ao combate da Covid-19

Companhia destina R$ 500 mil a projetos focados em mitigar os impactos da pandemia

Atuando em diversas frentes para apoiar o combate ao coronavírus, a Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, lançou nesta quarta-feira, 2 de setembro, a 5° edição do edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’, que este ano destinará R$ 500 mil para projetos sociais de ONGs que apresentem soluções com potencial para minimizar os impactos da pandemia nas comunidades onde a companhia está presente. O valor é 60% maior que o do ano passado, que foi de R$300 mil. Nos últimos cinco anos, a iniciativa já destinou R$ 1,250 milhão a projetos alinhados aos pilares de sustentabilidade da companhia.

“Neste ano atípico e de muitos desafios, aumentamos o aporte e incluímos o edital “Ideias para um mundo melhor” entre as nossas iniciativas de apoio ao combate da pandemia. O edital vem se mostrando um instrumento muito relevante dentro da Coca-Cola FEMSA Brasil de gerar bem-estar social nos lugares em que está presente”, afirma Camila Amaral, diretora Jurídica e Assuntos Corporativos.

Para incentivar o maior número de inscrições de projetos, a companhia vai oferecer, em parceria com a ONG Parceiros Voluntários, instituição sem fins lucrativos que dissemina a cultura do trabalho organizado, cursos de capacitação voltados para a elaboração de projetos, metas e indicadores, além de conceitos de inovação e ferramentas digitais. Este ano, cada cidade poderá receber aportes de até R$ 50 mil, a serem distribuídos entre os projetos selecionados. Serão contempladas as cidades de Bauru, Jundiaí, Marilia, Mogi das Cruzes (SP), Antônio Carlos (SC), Porto Alegre (RS), Maringá e Curitiba (PR), Itabirito (MG) e Campo Grande (MS).

O edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’, que já impactou 7.600 pessoas por intermédio de 25 ONGs, é uma iniciativa da Coca-Cola FEMSA Brasil que há cinco anos colabora com as comunidades nos territórios de atuação, por meio do apoio a projetos de organizações legalmente constituídas sem fins lucrativos.

Os interessados em participar da edição 2020 podem se inscrever pelo site http://ideiasmundomelhorposcovid.com.br/ entre os dias 2 e 23 de setembro. Os cursos de capacitação estarão disponíveis a partir do dia 1º de outubro e serão divulgados nas redes sociais da empresa.

Ações no combate à Covid

Desde o início da pandemia, a Coca-Cola FEMSA Brasil tem contribuído com diversas ações, com especial atenção aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do atendimento à população e as comunidades de baixa renda. A empresa em parceria com o Bradesco Seguros, Coca-Cola Brasil e Grupo Fleury, destinou recursos para processar 26 mil testes aplicados prioritariamente aos profissionais de saúde do Estado de São Paulo. Em parceria com as usinas associadas à União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) disponibilizou sua frota de caminhões para transportar 500 mil litros de álcool 70% líquido para a rede pública de saúde de São Paulo.

Já hospitais e instituições ligadas à saúde do RJ, RS, SC e SP receberam doações de 600 mil máscaras de proteção e 83 mil aventais hospitalares viabilizadas a partir de uma parceria entre a Coca-Cola FEMSA, Braskem, Fitesa, Lojas Renner e Coca-Cola Brasil. E ainda, mais de 300 mil cartazes do TELESUS estão sendo distribuídos em pontos de vendas de sete estados com o objetivo de levar à população informações sobre o serviço do Ministério da Saúde que auxilia na checagem de sintomas do coronavírus e monitora o estado de saúde das pessoas durante o período de isolamento.

Sobre a Coca-Cola FEMSA

Coca-Cola FEMSA, SAB de C.V é a maior engarrafadora do mundo em volume de vendas. A empresa produz e distribui bebidas das marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 131 marcas para mais de 257 milhões de consumidores. Com mais de 83 mil funcionários, a empresa vende anualmente cerca de 3,3 bilhões de caixas unitárias por meio de 2 milhões de pontos de venda. Operando 49 fábricas e 275 centros de distribuição, a Coca-Cola FEMSA está comprometida com a geração de valor econômico, social e ambiental para todos os seus grupos de interesse em toda a cadeia de valor.

A companhia é membro do Índice de Sustentabilidade de Mercados Emergentes da Dow Jones, Índice de Sustentabilidade MILA Pacific Alliance da Dow Jones, FTSE4Good Emerging Index, dos índices IPC e de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da Bolsa Mexicana de Valores, entre outros. Tem operações em determinados territórios de México, Brasil, Guatemala, Colômbia e Argentina e atende nacionalmente Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela. Para mais informações, visite http://www.coca-colafemsa.com .

No Brasil, a empresa está presente como Coca-Cola FEMSA Brasil em 48% do território nacional, empregando cerca de 20 mil funcionários e atendendo mais de 88 milhões de consumidores, distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em parte do estado de Goiás. No Brasil, são 10 fábricas, 41 centros de distribuição, 23 Cross Dockings e 21 Cross Trucks, sendo a unidade de Jundiaí (SP) a maior do sistema Coca-Cola no mundo em volume de produção.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Mara Moraes – (11) 99492-7890 / mara.moraes@fsb.com.br

Flavia Trece – (21) 99996-6881 / flavia.trece@fsb.com.br

Anna Catharina Siqueira – (21) 98119-9193 / anna.catharina@fsb.com.br

Cidades

Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac e APAC produzem máscaras de pano para proteção contra a Covid-19

Máscaras serão doadas para instituições sociais, que irão distribuir esses materiais para quem não tem condições de adquiri-los

As máscaras são grandes aliadas para evitar a proliferação da Covid-19. Devido à importância desse equipamento, diversas ações estão sendo realizadas para reforçar, junto à sociedade, sua necessidade em tempos de pandemia. Entre elas, a determinação da obrigatoriedade de uso desse material em diversas cidades do mundo. No entanto, diante das desigualdades sociais, muitas pessoas não possuem condições de adquiri-las.

Pensando nisso, o Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac iniciou um projeto com a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC) em Minas Gerais, que está produzindo cerca de 100 mil máscaras de pano. Parte desse material ficará com a APAC e a outra será destinada para os 43 sindicatos filiados representados pela Fecomércio MG, que irão enviá-las para doação.

A construção dessa iniciativa só foi possível graças à disponibilidade de mão de obra dos internos da APAC e do Sistema, com o Sesc doando todo o material (tecido, linhas e elásticos) e emprestando 18 máquinas de costura para a confecção das máscaras. A ação com a APAC é apoiada pelo Instituto Minas Pela Paz, Brazil Foundation, Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC) e Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A presidente interina da Fecomércio MG, Maria Luiza Maia Oliveira, explica que o Sistema já desenvolve há anos atividades sociais nas APACs do Estado. Entre elas, o apoio do programa Rede de Carreiras, um serviço gratuito prestado pelo Senac em Minas que auxilia profissionais e empresas em processos de recolocação e seleção para o mercado de trabalho.

“O Sistema Fecomércio MG tem atuação ampla no Estado, prestando auxílio ao empresário e à sociedade. Por isso, temos orgulho de fazer parte de projetos sociais. A APAC é um projeto maravilhoso e que apresenta bons resultados na recuperação e reintegração social. Com esse projeto de produção das máscaras, incentivamos a empatia e oferecemos oportunidade de acesso e uso de um equipamento de segurança essencial para este momento”, orgulha-se Maria Luiza.

Para o diretor de Programas Sociais, Serviços e Operações do Sesc em Minas, Grijalva Duarte, o projeto tem como objetivo ajudar tanto a sociedade civil como os internos da APAC. “O Sesc em Minas e as demais entidades que compõem o Sistema conseguem ser agentes de transformação social na vida desses internos e das pessoas em vulnerabilidade social, que não possuem condições de adquirir uma máscara”, enfatiza.

O gerente de Projetos do Instituto Minas Pela Paz, Enéas Alessandro Melo, considera que a ação solidária é uma forma dos recuperandos contribuírem com a sociedade em um momento tão delicado devido ao novo coronavírus. Ele ressalta ainda que o trabalho diferenciado feito pelas unidades da APACs em Minas está sendo reconhecido em outras partes do país. “O instituto trabalha na mobilização dos parceiros para qualificação profissional dos recuperandos e no fortalecimento das unidades produtivas das APACs. Com esse projeto, os internos conseguem praticar um ofício e auxiliar a comunidade”, explica Melo.

Participam da ação as APACs femininas de Conselheiro Lafaiete e Pouso Alegre, e as masculinas de Santa Luzia, Campo Belo, São João del-Rei, Manhuaçu e Caratinga.

Assessoria de Imprensa

imprensa@fecomerciomg.org.br Tel.: +55 31 98456-6508 | 3270-3395 www.fecomerciomg.org.br

Cidades

Aberto processo seletivo para contratação de profissional para hospital de campanha

A prefeitura de Conselheiro Lafaiete torna público o processo seletivo simplificado destinado à contratação/designação para exercício das funções públicas de Auxiliar de Obras e Serviços Gerais (faxina) e Médico Plantonista (clínico) – plantão de 12 horas, e para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público da Administração Pública Municipal de Conselheiro Lafaiete  tendo como locais de trabalho exclusivamente o Hospital Campanha Covid-19 – Municipal e ala específica na policlínica municipal para pacientes positivos e/ou suspeita de Covid19.

Inscrições

As inscrições serão realizadas pelo e-mail editalcovid@conselheirolafaiete.mg.gov.br mediante
envio de formulário específico pelo candidato, no período que compreende o dia 01 e 02 de junho de 2020.
Devido à necessidade de diminuição do fluxo de pessoas e de se evitar aglomeração, não será permitida outra forma de realização de inscrição.

Edital completo disponível aqui

Fonte: http://www.fatoreal.com.br/

Cidades

UFOP assina termo de compromisso para fazer parte da RedeLab Covid-19

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) terá capacidade para realizar diariamente 200 testes de detecção da Covid-19. De acordo com a responsável técnica pelo Laboratório de Imunopatologia do Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas da UFOP (Nupeb), professora Cláudia Martins Carneiro, a resposta da aprovação do termo de compromisso para o credenciamento, foi confirmada no final da tarde desta terça (28).

O laboratório possui o padrão de segurança biológica nível NB2, o exigido pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) para credenciamento e inclusão na RedeLab Covid-19, rede de laboratórios parceiros da Fundação que vai dar suporte às demandas durante a pandemia. “A UFOP está empenhada em fazer tudo que está ao alcance da Universidade para poder atender à comunidade local e ao país”, assinala a pesquisadora.  

A reitora da UFOP, Cláudia Aparecida Marliére, frisa que o credenciamento e a realização dos testes significam um avanço fundamental para a contenção da doença na região dos Inconfidentes, no momento de pico da contaminação comunitária que já fez vítimas em Mariana. Segundo ela, a Instituição não medirá “esforços para atender nossas comunidades com determinação e segurança, uma vez que temos uma excelente qualificação em nosso corpo de pesquisadores e colaboradores”. A UFOP, disse a reitora, “assim como outras universidades públicas, na contramão de políticas orçamentárias restritivas impostas à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico, se faz presente neste momento tão delicado por que passa o nosso país”, acrescentando que o momento é trágico, e que o credenciamento chega em boa hora. 

CREDENCIAMENTO – Para realizar os testes de detecção da Covid-19, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) requisita para credenciamento laboratórios NB2, nível de biossegurança  que o Laboratório de Imunopatologia do Nupeb já atende. Dentre os requisitos, havia necessidade de alvará da vigilância sanitária do município, o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e um responsável técnico, uma vez que haverá emissão de laudos. Com o credenciamento, o município de Ouro Preto e a região dos Inconfidentes terão os testes gratuitos. Importante frisar que a coleta do material para os testes será feita pela rede de saúde dos municípios.   

TESTES – Na primeira etapa do processo do PCR — exame que detecta o coronavírus —, um robô pipetador é responsável por pipetar todos os reagentes e as amostras na placa de PCR. Em seguida, a placa é colocada no aparelho de PCR em tempo real onde a reação ocorrerá. Por fim, a placa é analisada e os resultados são liberados. Esse trabalho será feito por docentes, técnicos-administrativos, doutorandos e pós-doutorandos da UFOP.

Fonte: https://www.ufop.br/