Tag Archives: conselheiro lafaiete


Notice: Undefined variable: categoria in /home/vivaminas/www/wp-content/themes/vivaminas/content.php on line 26

Recursos destinados por Glaycon Franco contribuirão com projeto turístico na região
Circuito atua há mais de 20 anos na região
Circuito atua há mais de 20 anos na região

O deputado estadual Glaycon Franco, reconhecendo a importância do turismo rural para fomentar a economia dos municípios mineiros, destinou emenda na ordem de R$ 260 mil para que o Circuito Villas e Fazendas possa, entre outras ações, executar o Projeto Rotas Turísticas – promovendo as potencialidades e a economia de cada uma das 12 cidades envolvidas (Caranaíba, Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Conselheiro Lafaiete, Cristiano Otoni, Itaverava, Lamim, Piranga, Queluzito, Rio Espera, Santana dos Montes e Senhora de Oliveira).

No Rotas Turísticas, os(as) visitantes encontrarão destinos que resgatam a  cultura e tradição, com lindas paisagens, fazendas, casarões e a rica gastronomia mineira preparada em fogões à lenha.“Nós temos um compromisso com a região e temos que criar condições e ferramentas para gerar renda para as nossas famílias. Um grande catalisador desses objetivos é o Circuito Villas e Fazendas, que trabalha para promover o turismo nas nossas regiões do Alto Paraopeba e Vale do Piranga. Eu tenho o maior orgulho de contribuir com este projeto e tenho certeza de que o Circuito aproveitará e potencializará cada vez mais o grande trabalho que já é realizado para que a comunidade apresente seus produtos turísticos e, com isso, atraia visitantes e gere renda para as famílias”, destacou Glaycon.

Turismo regional tem apoio do deputado/Arquivo
Turismo regional tem apoio do deputado/Arquivo

Sobre o Circuito

Para cumprir seu papel junto aos Municípios associados, a Instância de Governança Regional Circuito Turístico Villas e Fazendas de Minas vem desde 2001 realizando projetos e parcerias que fomente e desenvolva o turismo nas cidades envolvidas. A IGR Circuito Turístico Villas e Fazendas de Minas  é uma organização com participação do poder público, do setor privado e de outras entidades representativas do turismo dos municípios componentes das regiões turísticas, com o papel de coordenar o Programa em âmbito regional.  É formado por 12 doze municípios: Caranaíba, Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Conselheiro Lafaiete, Cristiano Otoni, Itaverava, Lamim, Piranga, Queluzito, Rio Espera, Santana dos Montes e Senhora de Oliveira. (Fonte: IGR Circuito Turístico Villas e Fazendas de Minas).

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Cultura

Curta-metragem de diretor lafaietense concorre ao prêmio de melhor roteiro de documentário
Pôster do filme
Pôster do filme

O curta-metragem “Clara Esperança” está concorrendo ao prêmio de melhor roteiro de documentário no site do ROTA – Festival de Roteiro Audiovisual. A obra é produzida e dirigida pelo cineasta lafaietense Diego Alexandre.

O filme traz um recorte pouco conhecido da vida da inesquecível cantora Clara Nunes através da história da sua irmã, a costureira Maria Gonçalves. Dona Mariquita, como era conhecida, lutou durante décadas pela preservação da memória da cantora através da fundação da creche e do memorial que levam o seu nome. Ambas as instituições estão localizadas na cidade mineira de Caetanópolis, terra natal de Clara.

Para assistir e votar basta acessar o link.

Dona Mariquita, irmã de Clara Nunes
Dona Mariquita, irmã de Clara Nunes

A ideia de produzir o documentário surgiu quando Diego Alexandre ainda cursava Comunicação Social na Universidade Federal de São João del-Rei e foi selecionado como bolsista para desenvolver atividades no Memorial Clara Nunes. Em Caetanópolis, Diego teve contato com todo o acervo da cantora e conheceu alguns de seus familiares e amigos de infância. Ao tomar conhecimento do trabalho sociocultural desenvolvido por Dona Mariquita, decidiu documentá-lo e divulgá-lo para todo o país.

As filmagens foram realizadas em 2016, mas apenas durante a pandemia o cineasta conseguiu organizar todo o material bruto e se dedicar à montagem e finalização do documentário, que conta com outros profissionais lafaietenses na equipe: Rodrigo Meireles foi um dos responsáveis pela captação das imagens, Joffre Faria Silva se juntou ao projeto como produtor associado, já a trilha sonora foi produzida por Márcio Zaum e composta por Wilson Ribeiro e Fred Santos, da banda Carpiah.

Diego Alexandre é natural de Lafaiete
Diego Alexandre é natural de Lafaiete

Desde que foi finalizado esse ano, “Clara Esperança” já foi selecionado para diversos festivais internacionais, em países como Suécia, Índia, Alemanha e Lituânia. 

A Mostra Competitiva de Curtas-metragens, que começou nesta terça-feira (21/06) e segue até o dia 26. Ela tem o objetivo de promover, através de premiação, roteiristas estudantes e/ou iniciantes brasileiros e maiores de idade (dentro do período de inscrição) por seus curtas–metragens de ficção e documentários, e, com isso, dar visibilidade aos roteiros dos curtas selecionados durante o evento.

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Cultura

Bordadeira da região é homenageada em Festival Internacional de Arte Naïf

Quarta edição do evento acontece na Paraíba, Rio de Janeiro e São Paulo

Bordadeira da região é homenageada em Festival Internacional de Arte Naïf 

Comemorando o centenário da Semana de Arte Moderna, sob o tema “Cem anos depois, qual o seu Brasil em 2022?”, foi inaugurada, dia 26 de maio, na cidade de Guarabira, Paraíba, o IV FIAN – Festival Internacional de Arte Naïf. Espontânea, ingênua, informal, poética, popular e criativa, a arte naïf está relacionada à produção de artistas autodidatas ou que não seguem os padrões acadêmicos, desenvolvendo uma linguagem pessoal e original em seus trabalhos.

Esta edição do Festival FIAN terá itinerância por 3 museus brasileiros de arte naïf, nas cidades de Guarabira, PB (de maio a junho), Paraty, RJ (de julho a agosto) e Penápolis, SP (de setembro a novembro). A exposição conta com a participação de 102 artistas, sendo 80 selecionados por edital e 22 homenageados pelos organizadores, em uma sala especial, como prova de reconhecimento pelo seu trabalho. Dentre estes, está a mestra bordadeira Maria Augusta Carvalho de Queiroz, 88 anos, natural de Catas Altas da Noruega e residente em Conselheiro Lafaiete.

Maria Augusta é sócia fundadora e faz parte da diretoria da associação de moradores AMAR. Neste Ponto de Cultura, realiza trabalho voluntário há 23 anos. Coordena a biblioteca comunitária da instituição, onde já ministrou cursos de fuxico e de flores de tecido e, desde 2018, dá aulas de bordado livre. Com suas alunas, criou a coleção “De Queluz a Lafaiete”, com almofadas e quadros bordados que já retrataram 22 bens do patrimônio histórico-cultural de Lafaiete. Elas também participaram do projeto “Minas em Linhas Gerais”, em que 20 grupos mineiros bordaram sobre barracas de camping, resultando em uma exposição-acampamento itinerante, cuja primeira montagem aconteceu em abril, na Praça da Liberdade, em BH.

Durante a pandemia, a mestra aproveitou o isolamento social para criar e trabalhar um outro tema em seus bordados artísticos. A nova coleção, intitulada “Circuito Villas e Fazendas de Minas”, é formada por almofadas que mostram paisagens rurais e urbanas, com as atrações das doze cidades deste roteiro turístico regional. Faz parte da coleção a obra que participa do Festival de Arte Naïf. Com o curioso título de “Caminhada de Santo Inácio com Costela”, o bordado mostra dezenas de caminhantes percorrendo a estrada de terra entre o centro de Catas Altas e o povoado de Santo Inácio, passando por atrativos diversos, como a fazenda onde a artista viveu sua infância e mocidade. Esta caminhada realmente existe, sendo realizada no final de julho. No fim do trajeto, é servida aos participantes uma deliciosa canjiquinha com costela, o que explica o nome da caminhada, que faz trocadilho com o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha.

A exposição do FIAN é a segunda mostra coletiva de artistas naïfs da qual Maria Augusta participa. Em 2021, ela teve dois quadros inscritos e selecionados na 3ª BiNaïf – Bienal Internacional de Arte Naïf, realizada na cidade de Socorro, SP. Após a BiNaïf, um colecionador, que está criando um museu do bordado no interior paulista, adquiriu as obras para seu acervo, além de um exemplar de cada publicação com bordados que o Ponto de Cultura AMAR vem lançando. Estes livros, calendários, cadernos e blocos podem ser comprados na nova sede da AMAR, mediante agendamento pelo WhatsApp 31-9-8672-2066.

Fonte: https://correiodeminas.com.br/

Cultura

Lafaiete recebe mostra sobre obra do romancista Agripa Vasconcelos nesta semana

Conselheiro Lafaiete recebe mostra que apresenta vida e obra do romancista Agripa Vasconcelos nesta semana. A abertura será na sexta-feira (13/05) às 19 horas no Solar Barão de Suaçuí, no centro da cidade.

A exposição é parte da programação do Maio Cultural e está nas comemorações da 20ª Semana Nacional de Museus realizada pela Secretaria Municipal de Cultura e ficará aberta para visitação de segunda a sexta-feira das 9h às 17h, do dia 16 de maio ao dia 10 de junho. 

Arte de divulgação do evento
Arte de divulgação do evento

Quem foi Agripa Vasconcelos

Agripa Vasconcelos nasceu em Matozinhos, então município de Santa Luzia, em 12 de abril de 1896. Obteve o título  de médico  na Faculdade do Rio de Janeiro, em 1920.

Ele publicou o livro “Silêncio”, que reúne as poesias que abriram para o escritor, as portas para a Academia Mineira de Letras. Também escreveu “Sagas do País das Gerais”. A obra composta de seis romances históricos, colocou-o entre os maiores escritores brasileiros.

As histórias e personagens de dois de seus livros foram enredos de telenovelas transmitidas pela TV Manchete na década de 1980 e 1990. Sendo elas: Dona Beija (1986) e Xica da Silva (1996).

Agripa foi o  autor mais novo a assumir uma cadeira na Academia Mineira de Letras, aos 25 anos. Ele também foi membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, do Instituto Histórico de Ouro Preto e do Instituto Histórico e Geográfico de Pompéu. O autor faleceu em 1969.

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Turismo & Lazer

Segunda etapa da rota turística Villas e Fazendas é lançada

Foi realizada nesta segunda-feira (25/04) em Catas Altas da Noruega, o primeiro dia de lançamento da segunda etapa da rota turística Villas e Fazendas. O projeto é do Circuito Villas  e Fazendas contemplado através do edital Reviva da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais. O evento envolveu os municípios de Catas Altas da Noruega, Itaverava, Lamim e Piranga.

O mesmo evento será realizado em outras duas cidades: nesta terça-feira (26) em Rio Espera e na quarta-feira (27) em Conselheiro Lafaiete.

Projeto foi lançado nesta segunda-feira
Projeto foi lançado nesta segunda-feira

Com aproximadamente 270 km de extensão, a rota turística une as 12 cidades que pertencem ao Circuito Villas e Fazendas: Caranaíba, Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Conselheiro Lafaiete, Cristiano Otoni, Itaverava, Lamim, Piranga, Queluzito, Rio Espera, Santana dos Montes e Senhora de Oliveira.

Nestes caminhos alternativos, o objetivo é de identificar pessoas talentosas que tenham interesse em envolver com o turismo, como artistas, artesãos, fabricantes de produtos artesanais e donos de negócios, garantindo renda extra e gerando economia para a cidade.

Sobre o Circuito Villas e Fazendas

Com sede em Conselheiro Lafaiete, o Circuito Villas e Fazendas de Minas vem há 20 anos realizando projetos e parcerias que fomentem e desenvolvam o turismo nas cidades envolvidas, de forma integrada. 

Para conhecer mais sobre os trabalhos do Circuito, basta acompanhar pelo Instagram @villasefazendas, Facebook ou pelo site www.villasefazendas.com.br

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Educação

Sebrae oferece capacitação gratuita em Ouro Branco, Congonhas e Lafaiete

Na última semana de abril, o Sebrae Minas abre inscrições para capacitações gratuitas em Ouro Branco, Congonhas e Conselheiro Lafaiete

As atividades são direcionadas para micro e pequenas empresas (MPE) e microempreendedores individuais (MEI). As inscrições podem ser feitas no site da Sympla. Informações: 08005700800 ou na Agência de Atendimento do Sebrae Minas em Conselheiro Lafaiete (av. Prefeito Mário Rodrigues Pereira, 23b, Centro).

Nesta segunda-feira (25), serão oferecidas consultorias financeiras para pequenos negócios de Ouro Branco, no terminal rodoviário da cidade. A iniciativa é promovida em parceria com a Agência de Desenvolvimento Econômico e Social do Inconfidentes e Alto Paraopeba (Adesiap)– unidade Ouro Branco.

Na terça (26) e quarta-feira (27), é a vez de Congonhas receber a palestra “Assuma as finanças do seu negócio”, no QG da Inovação – Hub Digital. Os empreendedores e empresários também receberão orientações sobre como organizar as finanças da empresa. As capacitações têm o apoio da Sala Mineira do Empreendedor da cidade.

Já em Conselheiro Lafaiete, será realizada a primeira edição do ‘Meetup do Ecossistema Local de Inovação do Alto Paraopeba’, na quinta-feira (28), na Faculdade Santa Rita (Fasar). Neste encontro, empresários locais vão apresentar suas dificuldades e desafios em atender as demandas do mercado para startups da região, que poderão oferecer soluções inovadoras para os problemas levantados.

Os empreendedores da cidade também poderão participar, dos dias 28 e 29, da palestra “Cuide do seu dinheiro”, além das consultorias em finanças. As atividades acontecem na Agência de Atendimento do Sebrae Minas em Conselheiro Lafaiete.

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Cultura

Começou o Abril Poético 2022

Com o Tema “Libertas: Brasil Poesia”, o Abril Poético 2022 teve início nesta quinta-feira (21/04) e vai até o dia 5 de junho, com atividades culturais em Conselheiro Lafaiete, Casa Grande, Queluzito, Itaverava, Santana dos Montes, Lambari, Três Corações, Divinópolis e Belo Horizonte. A programação contempla recitais, lançamentos de livros, feiras literárias, cultura popular, meio ambiente, inclusão social e intercâmbios. Escolas, teatros, praças, livrarias, bares, são palcos que acolhem a programação deste ano. 

A programação contempla recitais, lançamentos de livros, feiras literárias, cultura popular, meio ambiente, inclusão social e intercâmbios. Escolas, teatros, praças, livrarias, bares, são palcos que acolhem a programação de 2022.

O poeta Vagner Viera, do Grupo LESMA destacou que o evento deste ano terá produtos digitais diferenciados: “Entre a programação diversificada que a gente faz todo ano, neste ano também nós vamos lançar alguns produtos que tratam dos 15 anos do evento: um audiovisual muito bacana, um ebook e um audio livro. Estes produtos estão disponíveis nas redes sociais. Eles foram feitos pela mesma TV, as produtoras Poer Signos, TN audiovisual, OroBorus, Macenes Fotografias e Um Quarto Instrumental. É uma equipe muito bacana, a gente fez esse esses produtos com a lei Aldir Blanc e vamos divulgar agora no Abril Poético”, salienta o poeta.

Trecho do documentário lançado pelo grupo
Trecho do documentário lançado pelo grupo

A programação e os produtos podem ser conferidos nas redes sociais da Liga Ecológica Santa Matilde – LESMA. Facebook: Lesma Poesia e Instagram: Grupo Lesma e Informações: coletivolesma@gmail.com.

Programação

Dia 29 de Abril – Semana da Biblioteca

Município: Conselheiro Lafaiete
Local – Solar Barão de Suassuí (rua Barão de Suassuí, 108, centro)
Horário: 14 horas
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas lafaietenses e convidados regionais

Dia 3 de maio – Noite Cultural

Município: Itaverava
Local: Câmara Municipal de Itaverava
Local: Escola Estadual Conselheiro Antão
Participação no Projeto Educação de Jovens e Adultos – 18 horas
(rua Professor Francisco Coleta, 250 – Centro)
Participação na reunião da Câmara de Vereadores de Itaverava – 19horas

Dia 7 de maio – Noite Cultural

Município:  Itaverava
Local: Recanto Larissuel (Barra de Itaverava) – 20 horas (Endereço: Rua Santa Efigênia, 85 – Barra)
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas itaveravenses e convidados regionais

Dia 12 de maio – Turismo e Cultura

Município:  Santana dos Montes
Local: Hotel fazenda Fonte Limpa (Estrada AMG, 0405 – Km 3 s/n)
Horário: 20 horas
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas santanenses e convidados regionais

Dia 14 de maio – Feira Cultural de Queluzito

Município: Queluzito
Local: Praça de Santo Amaro
Horário – 9 horas
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas queluzitenses e convidados regionais

Dia 20 de maio – Sementes do Amanhã

Município: Conselheiro Lafaiete
Local: Fundação Roda Moinho (Rua Francisco Lobo, 2738 – Moinhos)
Horário: 9 horas

Dia 21 de maio – Outono Mais Livros

Município: Belo Horizonte
Local: Asa de Papel – Café & Arte (Rua Piauí, 632 – Bairro Santa Efigênia)
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas belorizontinos e convidados regionais

Dia 28 de maio – Feira Literária das Aguas Virtuosas (FLAVIR)

Município: Lambari
9 horas – POESIA NA FEIRA (Parque das Águas de Lambari) Rua João Almeida Lisboa, s/n
15 horas – GRUPO DE CONGADO RAINHA DAS ÁGUAS
20 horas – RECITAL LESMA POESIA E CONVIDADOS
Local: Vagão Cultural 98 (Praça Vivaldi Leite Ribeiro, 98, Centro)
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas lambarienses e convidados regionais

 Dia 29 de maio – Poesia no Campo

Município: Três Corações
Local: Comunidade do Peão
Horário: 9 horas
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas tricordianos e convidados regionais

Dias 4 e 5 de junho

Município: Divinópolis
Lançamento da obra Lafayette Rodrigues Pereira – Jornada pelo Brasil
Participação de artistas divinopolitanos e convidados regionais

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Educação

Sala de recurso para atendimento especializado é inaugurada em Lafaiete
Sala foi inaugurada em Lafaiete
Sala foi inaugurada em Lafaiete

A Secretaria Municipal de Educação de Conselheiro Lafaiete e a direção da Escola Municipal Jadir Pinto de Azevedo, no bairro São João, inauguraram a sala de recurso para atendimento educacional especializado. A sala recebeu o nome da educadora “Andreia de Souza dos Santos”, que se dedicou por anos à missão de ensinar e educar, deixando grande legado a alunos e profissionais. 

A sala de recursos tem o objetivo de promover a inclusão oferecendo condições de acesso, participação e aprendizagem no ensino regular aos alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, matriculados na rede pública de ensino.  

Para o secretário de Educação, Albano Tibúrcio, a implantação da sala fomenta o desenvolvimento de recursos didáticos e pedagógicos que propiciem a eliminação de barreiras no processo de ensino e aprendizagem, assegurando, desta forma a igualdade e qualidade de ensino a todos. 

A diretora da escola, a professora Fátima Ferreira e a Analista Educacional Aline Gherardi destacaram em suas falas a importância em receber a sala de recursos, que representa uma ferramenta fundamental para contribuir com o trabalho dos professores e para o crescimento dos alunos. 

O prefeito Mário Marcus (DEM) ressaltou que a educação sempre esteve como prioridade em sua administração e que muitas ações ainda serão feitas no sentido de melhorar cada vez mais a qualidade do ensino nas escolas municipais. 

Prefeito Mário Marcus conversou com a comunidade da escola durante a inauguração
Prefeito Mário Marcus conversou com a comunidade da escola durante a inauguração

Participaram da cerimônia o vereador Oswaldo Barbosa (PV), presidente da Câmara Municipal, a vereadora Damires Rinarlly (PV), professores, pais de alunos, diretores de outras escolas municipais e familiares da homenageada.

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Cultura

Ponto de Cultura AMAR retoma atividades presenciais

Associação reinaugura biblioteca, lança livros e abre inscrições para cursos

O Ponto de Cultura AMAR divulgou seu calendário cultural para a segunda quinzena de abril e a primeira metade de maio. A programação inclui a esperada reabertura de sua biblioteca comunitária, depois de dois anos fechada, por causa da pandemia. Neste período, a AMAR mudou de endereço e o acervo passou por seleção, higienização e adição de novas obras.

Na nova sede, a AMAR também está inaugurando sua lojinha de produtos da economia criativa, com camisetas, calendários, livros, catálogos, cartilhas, cadernos e blocos. As publicações têm relação com algumas das artes trabalhadas na entidade, como bordado livre, mosaico e grafite. Elas foram produzidas em 2021, com recursos de um edital estadual da Lei Aldir Blanc de emergência cultural. O objetivo é, além de registrar e divulgar este patrimônio cultural, criar uma fonte de sustentabilidade para a AMAR poder pagar o aluguel do imóvel e outras despesas com a sua manutenção.

Mais três destes livros terão lançamentos nos próximos dias. A arquiteta e artista visual Raquel Braga assina dois títulos da série “Cidade das Flores e dos Livros”, ambos com belos poemas de Fernando Pessoa e ilustrações florais, sendo um de bordados e outro de mosaicos. O terceiro livro é “De Lafaiete para Brumadinho”, do designer gráfico Hélcio Queiroz, que será lançado primeiro em BH e logo depois em Lafaiete. Todos são ótimas opções de presentes criativos e solidários para o Dia das Mães.

O calendário de lançamentos dos livros do Ponto de Cultura AMAR com respectivos locais é o seguinte:

  • de 18 a 20/04, das 14h00 às 16h00, no Solar do Barão de Suaçuí, durante as comemorações do centenário da Semana de Arte Moderna;
  • dia 23/04, das 11h00 às 17h00, no Centro de Arte Popular da Cemig, em BH;
  • de 25 a 29/04, das 09h00 às 11h00, no Solar do Barão de Suaçuí, ainda no evento iniciado no dia 18;
  • dias 30/04 e 01/05, das 13h00 às 18h00, na nova sede da AMAR;
  • de 02 a 07/05, das 09h00 às 12h00 e das 13h00 às 18h00, no Bazar Arte em Casa das Mães.

Cursos:

Nos dias 30 de abril e 1º de maio, na nova sede da AMAR, também acontecerão as inscrições para seus cursos livres. As aulas terão início entre os dias 09 e 13 de maio. Mais informações poderão ser obtidas no site: www.pontodeculturaamar.com.br.

Endereços:

  • Solar do Barão de Suaçuí: Rua Barão de Suaçuí, XXX, centro, Lafaiete;
  • Centro de Arte Popular da Cemig: Rua Gonçalves Dias, 1.608, Lourdes, Belo Horizonte;
  • Ponto de Cultura AMAR: Rua Rodrigues Maia, 265, bairro Angélica, Lafaiete;
  • Bazar Arte em Casa das Mães: Rua Rodrigues Maia, 80, bairro Angélica, Lafaiete.

Fonte: Hélcio Queiroz
(31) 9-8672-2066

Educação

Gerdau doa 9 mil livros e atualiza o acervo de 45 bibliotecas de escolas de 18 cidades de Minas Gerais, incluindo Conselheiro Lafaiete

Com investimentos de 400 mil reais, o Projeto Pró-Biblioteca destina 200 obras para cada instituição. Conselheiro Lafaiete recebeu 600 títulos.

Em média, o brasileiro lê cinco livros por ano, de acordo com a mais recente edição da pesquisa “Retratos da leitura no Brasil”, divulgada em setembro de 2020. O estudo, realizado pelo Instituto Pró Livro, detalha que aproximadamente 2,4 dessas obras são lidas apenas em parte e que o típico cidadão brasileiro lê somente 2,5 livros inteiros por ano. Outro dado interessante, destacado pela pesquisa, é que mais da metade dos leitores no Brasil lê por indicação da escola ou de professores.

Para colaborar para a evolução desses números, a Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço, investiu, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, cerca de 400 mil reais no projeto Pró-Biblioteca. O foco da ação é incentivar a leitura de crianças e jovens, com a ampliação e a atualização do acervo de 45 bibliotecas de escolas públicas em 18 cidades mineiras. Cada instituição recebeu 200 títulos literários, selecionados por meio de uma curadoria e levará em consideração a realidade e característica de cada entidade. No total, 9 mil livros foram entregues.

Em Conselheiro Lafaiete, três escolas foram contempladas: as escolas municipais Marinho Fernandes e Romeu Guimarães, e a escola estadual Queiroz Júnior. A instituições receberam 600 títulos no total.

“O projeto aplica de forma prática o pilar ‘educação empreendedora’, que é um dos valores essenciais da Gerdau. A companhia já participou de outras edições do Projeto Pró-Biblioteca, mas esta é a primeira vez exclusiva para Minas Gerais”, explica Wendel Gomes, diretor executivo da Gerdau. Ele complementa ainda que, “para acomodar adequadamente as novas obras, cada biblioteca está recebendo também uma estante de aço produzida pelo nosso parceiro Pão dos Pobres, de Porto Alegre (RS), outro projeto apoiado pela Gerdau”.

Municípios contemplados

As 45 bibliotecas contempladas no projeto estão nos seguintes municípios mineiros: Barão de Cocais (5), Bom Sucesso (2), Congonhas (3), Conselheiro Lafaiete (3), Corinto (2), Divinópolis (5), Ingaí (1), Itabirito (4), Lassance (2), Moeda (2), Olhos D’água (1), Ouro Branco (3), Ouro Preto (2), Santa Fé (1), São Bento Abade (1), Sete Lagoas (4), Urucuia (2) e Várzea da Palma (2).

Sobre a Gerdau

A Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 10 países e conta com mais de 30 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 73% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, são 11 milhões de toneladas de sucata que são transformadas em diversos produtos de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

Fonte: https://www.foconanoticia.com.br/