Tag Archives: barbacena

Marketing

Mau atendimento ao cliente: sua reputação está em jogo!

Quem não se lembra daquele mau atendimento, não é mesmo? O atendimento tem um papel fundamental nas relações entre empresa e consumidor.


Com a grande concorrência, o atendimento ao cliente pode ser o maior diferencial de uma marca. Mas não são todas as empresas que enxergam valor nesse tipo de serviço e não observam que entregar uma boa experiência ao cliente é extremamente importante para a saúde de uma empresa.

Por isso, contrate colaboradores com as características certas para o trabalho, invista em treinamento para seus funcionários, busque entender a necessidade de seus clientes, mostre-se solícito e jamais deixe que o cliente vá embora com uma impressão ruim.


Quando um atendimento ao cliente é ruim, as empresas perdem muito mais do que um cliente, elas perdem credibilidade. A reputação de uma empresa é incrivelmente valiosa e não é algo que se constrói da noite para o dia. No entanto, essa reputação pode ser fortemente abalada após um mau atendimento ao cliente, colocando todos os seus esforços por água abaixo.

Bárbara Elizabeth

Formada em ‘Publicidade e Propaganda’ (UNIPAC), Pós Graduada em ‘Comunicação e Marketing’ (UNI BH), e Pós Graduada em ‘Moda, Arte e Cultura’ (UFJF). Além da formação acadêmica possui vários cursos nas áreas de edição de imagem, artes, marketing, comportamento do consumidor e social mídia.
Com mais de 10 anos de experiência, trabalha com assessoria de comunicação, consultoria em marketing, treinamentos coorporativos na área de vendas, gerenciamento de redes sociais, entre outros serviços que envolvam a publicidade e o marketing.
www.barbaraelisabeth.com.br
@barbarapublicitaria

Marketing

Sabe qual o maior erro dos estudantes universitários?

Não começar a trabalhar seu marketing pessoal desde a faculdade!
Se você está cursando alguma coisa, certamente está aprendendo coisas interessantes. Muito do que você aprende, pode ser mostrado nas redes sociais, por exemplo, agregando valor a sua imagem. Mas infelizmente a maioria dos estudantes não tem essa visão, de que eles precisam cuidar da imagem profissional desde já.


A ideia de que um universitário só deve começar a se preocupar com a promoção de sua carreira no último ano de faculdade deve ser superada. Esta tarefa precisa ser iniciada o quanto antes, desde o início de seu curso. Você deve começar a construir sua rede de relacionamentos e networking ao longo de todo seu período acadêmico. Dessa forma, ao final do curso, o estudante terá maior facilidade no mercado de trabalho, pois já terá adquirido visibilidade, reconhecimento e uma boa reputação para si mesmo.


Como o estudante pode começar a fazer seu marketing pessoal ainda durante o curso?
1- Anote as coisas interessantes que você aprendeu;
2- Pesquise mais sobre elas;
3- Faça um texto ou um vídeo sobre o assunto;
4- Publique na sua rede social e converse com sua audiência.


Seguindo esses passos simples você conseguirá ter maior visibilidade profissional antes mesmo de se formar.

Bárbara Elizabeth

Formada em ‘Publicidade e Propaganda’ (UNIPAC), Pós Graduada em ‘Comunicação e Marketing’ (UNI BH), e Pós Graduada em ‘Moda, Arte e Cultura’ (UFJF). Além da formação acadêmica possui vários cursos nas áreas de edição de imagem, artes, marketing, comportamento do consumidor e social mídia.
Com mais de 10 anos de experiência, trabalha com assessoria de comunicação, consultoria em marketing, treinamentos coorporativos na área de vendas, gerenciamento de redes sociais, entre outros serviços que envolvam a publicidade e o marketing.
www.barbaraelisabeth.com.br
@barbarapublicitaria

Cultura

A EXIBE, Mostra de Cinema de Barbacena 2021, está chegando!

A partir desta segunda-feira (31), as pessoas interessadas nas oficinas da 5ª EXIBE – Mostra de Cinema de Barbacena poderão se inscrever através desse link para uma das atividades do evento.

Serão três oficinas oferecidas esse ano: “Casa de Clipes” por Gabi Jacob, “Oficina intensiva de roteiro” por Guilherme Andrade e “Criação em tempos pandêmicos” por Débora de Oliveira. Os detalhes de cada oficina e dos perfis dos convidados podem ser visto em detalhes na aba “Oficinas” do site da mostra.

É preciso bastante atenção na hora de fazer sua inscrição esse ano: após fazer sua inscrição no evento, é preciso ir na aba de oficinas (no próprio site) e escolher qual a oficina que você deseja participar. As vagas são limitadas e cada participante só poderá participar de uma das oficinas. As inscrições se encerram no dia 06/06/21.

A primeira oficina começará no dia 16/06, primeiro dia da mostra, e, pouco antes do encontro, os participantes inscritos receberão um link para acessarem a oficina que será realizada através da plataforma Zoom.

Quaisquer dúvidas devem ser enviadas através da nossa aba “Contato” no site da mostra.

INSCREVA-SE AQUI

Fonte: https://barrosoemdia.com.br/

Marketing

Lições que aprendemos com a pandemia

Estamos aprendendo varias lições com a pandemia. Nos negócios, ficou evidente que muitas vezes precisamos nos reinventar para continuar existindo. Bárbara listou 6 lições que devemos absorver para enfrentar essa crise, confira:

1 – Estar presente no ambiente digital não é mais um diferencial, é necessidade
O comércio fechado e o isolamento social mostraram que não dá mais para contar apenas com os canais físicos para mostrar sua empresa. Se você quer atingir o consumidor, precisa estar onde ele está: no ambiente digital. Ter um bom site e estar presente nas redes sociais se tornou vital durante a pandemia. É preciso estar atento e fazer um bom uso dessas ferramentas para aumentar o alcance da sua marca.

2 – Ter planejamento é importante, mas estar aberto a mudanças é ainda mais
É claro que é preciso ter um bom planejamento estratégico para alcançar suas metas. Porém, por melhor que seja o seu planejamento, ele só pode ir até certo ponto. Todos nós estamos sujeitos aos imprevistos da vida, e quando eles acontecem é preciso ter jogo de cintura. Por isso, não se prenda tanto ao que você planejou. Se o momento exige que você se reinvente para continuar existindo, faça isso! Esteja aberto a mudanças!

3 – Tenha empatia. O relacionamento virou chave de ouro
A pandemia nos mostrou que o relacionamento é a chave para enfrentar as dificuldades. Seja com a equipe de trabalho ou com os clientes. Ao gestor, é importante manter a equipe unida, coesa, estando atento a suas dificuldades e motivando-a para que a qualidade dos trabalhos não seja comprometida. No caso dos consumidores, pense em ajudar, não em vender. Solucionando dores e sendo empático, a venda é consequência. O bom relacionamento que sempre foi algo importante, tornou-se essencial dentro do ambiente corporativo em todas as esferas.

4 – Comunicação é tudo
Parte do sucesso de uma empresa ao lidar com a pandemia, deve-se a forma que ela se comunica com suas partes interessadas (tanto interna quanto externamente). A comunicação deve estar no topo da lista das suas prioridades, principalmente quando se está distante fisicamente do público e da equipe. Tenha canais de comunicação e rotinas bem definidas para que a empresa esteja sempre alinhada.

5 – Oferecer outros canais para vendas
Quem já apostava em outras formas de vendas, como e-commerce ou aplicativos, teve um ponto a mais durante a crise, possibilitando que diversos empreendedores continuassem operando. Acredito que essa experiência digital tende a aumentar. Por isso invista nesses meios.

6 – Desenvolver parcerias
A pandemia nos ensinou também que muitos desafios podem ser superados em união. Dessa forma, estabelecer parcerias se tornou algo extremamente importante para o fortalecimento individual. Por exemplo: se você possui uma loja de roupas, faça parcerias com uma loja de calçados e desenvolvam ações em conjunto. Esse é apenas um exemplo de milhares de parcerias que podem te ajudar nos seus negócios.

Bárbara Elizabeth

Formada em ‘Publicidade e Propaganda’ (UNIPAC), Pós Graduada em ‘Comunicação e Marketing’ (UNI BH), e Pós Graduada em ‘Moda, Arte e Cultura’ (UFJF). Além da formação acadêmica possui vários cursos nas áreas de edição de imagem, artes, marketing, comportamento do consumidor e social mídia.
Com mais de 10 anos de experiência, trabalha com assessoria de comunicação, consultoria em marketing, treinamentos coorporativos na área de vendas, gerenciamento de redes sociais, entre outros serviços que envolvam a publicidade e o marketing.
www.barbaraelisabeth.com.br
@barbarapublicitaria

Cidades

Epcar comemora 72 anos com homenagens a militares em Barbacena
Concursos EPCAR - Escola Preparatória de Cadetes do Ar

A Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) comemora nesta sexta-feira (21) 72 anos de atuação em Barbacena. A data será marcada com uma solenidade de entrega de medalhas para militares que completam 10, 20 ou 30 anos de serviços prestados.

De acordo com a assessoria da instituição, a cerimônia será presidida pelo comandante da Epcar, brigadeiro do ar Paulo Ricardo da Silva Mendes, e contará apenas com a presença dos agraciados, devido à pandemia da Covid-19, e vai respeitar protocolos de prevenção.

Diante disso, um vídeo comemorativo do aniversário será divulgado nas redes sociais da Epcar e NascenTV. A cerimônia está prevista para começar às 11h no pátio de formaturas da Epcar.

A escola de formação do futuro cadete aviador da Força Aérea Brasileira (FAB) já formou mais de 17 mil alunos ao longo das mais de sete décadas de atuação.

Fonte: https://barrosoemdia.com.br/

Cidades

Dia de Campo Rivelli será na modalidade online
Pode ser uma imagem de texto que diz "VEM AÍ 15° Día de Campo Feira Agropecuária Rivelli ONLINE Um evento voltado para produtores rurais, pesquisadores estudantes e profissionais do agronegócio."

O Dia de Campo Rivelli, este ano, vai até sua casa, onde você estiver, pois será na modalidade online, de 3 a 6 de maio. Para participar é muito simples, basta fazer sua inscrição no site www.rivelli.ind.br. Fundamental ressaltar que é gratuito e uma excelente oportunidade para agregar novos conhecimentos na vida profissional. Os inscritos receberão uma senha de acesso ao portal onde as palestras estarão disponíveis, nos dias antes do início do evento. Haverá certificado no final.

É a 15ª edição e ao logo dos anos, consagrou-se como um dos eventos mais importantes do setor agropecuário de toda a região em um amplo debate técnico. O público a ser atingido são produtores rurais, pesquisadores, estudantes e profissionais do agronegócio. Na pauta, um conteúdo digital exclusivo.

Pode ser uma imagem de texto que diz "Preparamos um conteúdo digital exclusivo para você acessar de onde estiver. Tema: Data: As perspectivas do mercado de soja e milho. 03 a 06 de maio de 2021 Rivelli"

Um evento que sempre foi trabalhado em parceria, e contará com a participação de mais de 20 empresas expositoras que oferecerão palestras sobre a interação lavoura-pecuária, soluções biológicas para o aumento da produtividade, qualidade de silagem, a criação de animais jovens, ferramentas na nutrição de vacas leiteiras para alto desempenho, inovações tecnológicas na agricultura, entre muitos outros temas.

Além disso, os participantes poderão conhecer um pouco mais sobre o setor de fazendas da Rivelli na abertura do evento, que será feita pelos gestores do agronegócio do grupo e conhecer as perspectivas do mercado de soja e milho, em uma palestra ministrada pelo Consultor em Gerenciamento de Risco da StoneX, Eduardo Coelho. Em seguida, uma mesa redonda com os Gerentes de Produção e Operações Agropecuárias da Rivelli, Fabrício Melão Alves e Arcelino José Giarola Filho.

De acordo com Lucas Aguiar, Gerente de Agropecuária da Rivelli, o objetivo dessa edição do Dia de Campo é dar continuidade ao papel da empresa de aproximar o conhecimento das grandes empresas ao produtor rural em relação às cadeias de produção de grãos, como milho, soja e silagem; as cadeia de produção do leite e gado de corte, parte de nutrição, reprodução, parte sanitária dos animais, entre outros. “Além de trazer esse conhecimento das grandes empresas para perto do produtor rural, a Rivelli também acredita que esse Dia de Campo favorece essa energia de gerar negócios para todos, tanto para os participantes, quanto para os expositores do evento”, pontuou.

Lucas ressaltou ainda, que nos últimos anos, tem-se observado que o Dia de Campo também se tornou um dia de conexão entre as pessoas, unindo profissionais já consagrados, que são os palestrantes, os expositores, o nosso público em geral e os estudantes também. “Toda essa interação une pessoas que futuramente podem estar gerando novos projetos, desde pessoas sendo contratadas até empresas sendo mais reconhecidas”, explicou. O agrônomo ainda conclui dizendo: “nosso objetivo é trazer conhecimento e ferramentas para que o produtor rural possa produzir cada vez melhor”.

Na última edição do Dia de Campo Rivelli, que foi em 2019 na Fazenda Extrema, reuniu-se mais de 700 pessoas, entre produtores, estudantes, investidores, empresas e

prestadores de serviços do agronegócio, que buscam realizar negócios e prospectar parcerias.

É a Empresa Rivelli mais uma vez contribuído para o desenvolvimento e o crescimento com qualidade em Barbacena e toda região, com a promoção de um evento mais aguardado por todos.

Programação

03 de maio

Abertura do Evento – Com equipe de Direção e Organização do Dia de Campo

04 de maio

Palestras Expositores liberados para visualização.

05 de maio

Palestras Expositores liberados para visualização.

06 de maio

Palestra “Perspectivas do Mercado de Soja e Milho” – Com Eduardo Coelho, Consultor em Gerenciamento de Risco na StoneX. Mesa redonda – Com os Gerentes de Produção e Operações Agropecuárias da Rivelli, Fabrício Melão Alves e Arcelino José Giarola Filho.

Pode ser uma imagem de texto que diz "Inscrições, mais informações e a programação do evento no site da Rivelli: www.rivelli.ind.br São mais de 20 expositores. #diade campo rivelli Rivelli"

Foto: Arquivo/Márcio Cleber

Direito

Precisamos falar sobre Embargos de Declaração

Averbe-se, desde logo, que, diferente dos Poderes Executivo e Legislativo, o Judiciário é legitimado por força do dever de motivação, ou seja, o Poder Judiciário “deve atender, rigorosamente, os princípios da motivação e fundamentação. Assim, uma decisão judicial somente seria juridicamente válida se o juiz evidenciasse seus fundamentos e motivações. O fito seria o de não permitir ato arbitrários, garantindo a observância ao ordenamento jurídico, como é exigência do Estado Democrático de Direito (https://ambitojuridico.com.br/cadernos/direito-processual-civil/motivacao-das-decisoes-judiciais/)”.

De início, entende-se por Embargos de Declaração o instrumento adequado para saneamento de obscuridade, ambiguidade, contradição ou omissão em decisões judiciais.

Note-se que, muito embora o Código de Processo Penal, ao rigor dos artigos 382 e 619, disponha apenas a respeito da “declaração de sentença” e de “embargos de declaração sobre acórdão”, toda e qualquer decisão judicial, mormente quando submetida ao princípio da motivação, pode ser objeto de oposição dos Declaratórios para saneamento de eventual obscuridade, ambiguidade, contradição ou omissão. Trata-se de direito potestativo e garantia fundamental do Jurisdicionado.

Não noutro sentido, vale transcrição da súmula 473 do Supremo Tribunal Federal: “A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial”.

Muito embora a fundamentação das decisões judiciais se transmute em corolário do Estado Constitucional Democrático de Direito, não raras as vezes os Operadores Jurídico se deparam, quando de oposição dos Declaratórios, com rejeições eivadas de subjetividade e, literal e novamente, omissas.

Gize-se: o instrumento oposto justamente para sanear eventuais vícios de obscuridade, ambiguidade, contradição ou omissão são rejeitados por nova decisão completamente omissa quanto aos termos constitutivos da insurgência.

No ponto, trazemos análise de caso concreto a subsidiar o até aqui elencado, mantendo-se, por questões éticas, o sigilo quanto ao nome das partes envolvidas.

Em inquérito instaurado para apurar suposto feminicídio tentado, houve manejamento de requerimentos de revogação e relaxamento da prisão preventiva.

Dentro outros, relevante argumento levado a apreciação do Poder Judiciário merece destaque qual seja: a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva do Investigado alegando estado de fuga em 01 de março de 2020, mesmo tendo o Acautelado se apresentado espontaneamente à Autoridade Policial em 25 de fevereiro de 2021; fato circunstancial valorado pelo Juízo ao decretar a prisão preventiva (autos nº 0001071-39.2021.8.13.0527).

Conste-se que a supracitada apresentação espontânea em 25 de fevereiro de 2021 foi documentada por requerimento expresso de designação de interrogatório.

Sob outro enfoque, ao indeferir o requerimento de Relaxamento de prisão, o Juízo aduziu que a mera constituição de patrono nos autos não faz prova de apresentação espontânea à Autoridade Policial, valendo transcrição: “Ademais, além de a defesa nada comprovar, os elementos coligidos nos autos demonstram, ao menos primo ictu oculi, que o requerente, de fato, estava foragido, não sendo suficiente a demonstrar o contrário, como bem alinhavado pelo Parquet, a habilitação de procurador nos autos do inquérito”.

Data máxima vênia, não houve mera habilitação da Defesa Técnica nos autos. Ao contrário, a Defesa Técnica compareceu à Delegacia de Prados em 25 de fevereiro de 2021 ladeada com o Acautelado; oportunidade em que a Autoridade Policial não procedeu à colheita da cabível oitiva por liberalidade própria. Não concordando com a pendência, a Defesa Técnica do Investigado requereu, imediata e documentalmente, designação oficial do ato (f. 35 – inquérito de nº 0000982-16.2021.8.13.0527).

Pelo narrado, com fins em sanear a contradição, a Defesa do Investigado opôs pedido de Declaração de Sentença, requerendo expressamente que o Juízo “conhecesse do instrumento, posto que próprio e tempestivo, e, acolhendo-o em saneamento de contradição, esclarecesse qual elemento probatório ampara a presunção de falsidade do requerimento de designação (e não habilitação), constante da f. 35 do inquérito de nº 0000982-16.2021.8.13.0527”.

Questiono aos leitores, notadamente os estudantes e operadores do direito, se a decisão que rejeitou os Embargos Declaratórios opostos cuidou de respeitar o princípio da motivação. Transcrevo íntegra da decisão: “Conheço dos embargos, por tempestivos. A finalidade dos embargos declaratórios, precipuamente, é desfazer obscuridades, afastar contradições, corrigir erro material e suprir omissões que eventualmente se registrem na decisão impugnada, sendo uma modalidade recursal que só permite o reexame do ato decisório quando utilizada com o específico objetivo de viabilizar um pronunciamento jurisdicional de caráter integrativo-retificador. Neste diapasão, a decisão fustigada, que aprecia, como, in casu, com plena exatidão e em toda a sua inteireza, determinada pretensão jurídica, não permite o emprego da via recursal eleita, sob pena de grave disfunção jurídico-processual, tendo em vista que inocorrentes, pois, os pressupostos que justificariam a sua adequada utilização. É que, como se pode depreender claramente do decisum, houve, sim, apropriada fundamentação, sendo enfrentada a quaestio juris. Com efeito, a parte autora almeja tão somente rediscutir os temas, o que é inadmissível na via eleita. Portanto, considerando. o caráter meramente infringente que se reveste o presente recurso, que tão somente objetiva um indevido reexame, REJEITO os embargos de declaração”.

Indene de dúvidas que, até a presente data, não entende a Defesa do Investigado qual elemento probatório ampara a presunção de falsidade do requerimento de designação (e não habilitação), constante da f. 35 do inquérito de nº 0000982-16.2021.8.13.0527.

A incongruência segue objetada no Habeas Corpus nº 1.0000.21.041116-1/000, em curso regular no Egrégio Tribunal de Justiça de Minas Gerais, e conta com julgamento previsto para 22 de abril de 2021.

Em liame conclusivo, reitera-se ser inadmissível, assim como aqui demonstrado, que o instrumento oposto justamente para sanear eventuais vícios de obscuridade, ambiguidade, contradição ou omissão seja rejeitado por nova decisão completamente omissa quanto aos termos constitutivos da insurgência. Trata-se de atentado contra o princípio da motivação e, por derivação, ao Estado de Direito.

Cidades

Que seja Doce! Barbacenenses participam de reality show no canal GNT

As irmãs barbacenenses, Lorena e Katerine Carvalho, estarão no reality show ‘Que Seja Doce’ nesta quarta-feira (3), às 20h, no canal GNT. Lorena é formada em Gastronomia e, há 5 anos, trabalha na área de confeitaria.

A paixão por confeitar é hereditária, a avó e a mãe de Lorena sempre fizeram os bolos de aniversário da família, e agora, é Lorena quem faz. A irmã de Lorena, Katerine Carvalho, é formada em Administração, mas sempre a ajudou quando haviam muitas encomendas e, por conta disso, a auxiliou no reality ‘Que Seja Doce’.

Por Izadora Tavares.

Foto por Adalberto de Melo Pygmeu.

Fonte: https://folhadebarbacena.com.br/

Educação

O nascimento de uma “Galáxia Particular” – Lançamento do livro “Prímulas em Meio à Guerra”

Sou Laura Assis, escritora mineira nascida em Barbacena, atualmente vivendo em Juiz de Fora, e estou prestes a lançar o segundo livro “Prímulas em Meio à Guerra”, um romance ambientado na Europa do século XIX, com Áustria, Alemanha, Dinamarca e Portugal como roteiro, escrito sob a perspectiva de um momento histórico pouco lembrado, a Guerra dos Ducados. Me formei em Letras pela UFJF, em 2015, com ênfase em Literatura, e em 2016 comecei a escrever no blog “Veredas Sentimentais”. Dos textos desse blog, nasceu a vontade de publicar um livro com os meus poemas mais íntimos, que eu escrevia, mas acabava guardando pra mim.

Dessa necessidade de falar sobre o amor, seja em verso ou em prosa, acabou nascendo meu primeiro livro, “Galáxia Particular – devaneios sobre amores raptados”. Nele falo sobre amores que vivi, amores que tive e alguns que me foram tirados. Falo dos amores que vi nascer, em uma experiência mais expectadora, da força que o amor exerce em uma mulher que se move por ele. O “Galáxia Particular” é dividido em duas partes, sendo que a primeira contém versos “escritos” por Lise Macpherson e, a segunda, versos e prosa “escritos” por Íris Castelo, que são personagens de “ Prímulas em Meio à Guerra”.

Durante muitos anos, tivemos uma Literatura universal que marcou as mulheres como frágeis, desenhando-as puras e ingênuas. No romance “Prímulas em Meio à Guerra”, trabalhei a desconstrução desse perfil idealizado da figura feminina. A personagem principal nos leva a uma viagem, através de seus dilemas morais e sentimentais, se mostrando mais madura e corajosa, a cada página, para lutar por seus sonhos, pela chance de amar verdadeiramente, pelos seus amigos e, sobretudo, pelo reencontro com sua filha.

O interessante é a conexão desse romance com o primeiro livro “Galáxia Particular”, publicado em 2017. Um livro de poemas “escrito” pelas personagens de “Prímulas em Meio à Guerra”, o desfecho perfeito para personagens tão apaixonadamente construídas, personagens marcantes, que evoluem conforme a escrita da obra.

O lançamento do livro acontecerá em duas etapas, já que estou sempre dividida entre as cidades que amo, Barbacena e Juiz de Fora e, embora ainda não tenha uma data formalizada, estima-se que o lançamento acontecerá no início de Dezembro/2020.

Laura Assis
– Formada em Letras pela UFJF
– Ênfase em Literatura
-Autora do livro “Galáxia Particular” (2017)

Cidades

Jornalista barbacenense lança documentário sobre sobreviventes do Hospital Colônia

A jornalista barbacenense Aline Carvalho (foto) lançou esta semana, no YouTube, o documentário “Cidade dos Loucos: O Mapa dos Esquecidos”, expondo relatos de testemunhas oculares, ex-pacientes e profissionais envolvidos com a história do antigo Hospital Colônia de Barbacena. O trabalho midiático traz os enfrentamentos diários que os pacientes passavam nos 60 pavilhões localizados entre os enormes muros do hospital e apresenta também o presente da instituição.

Toda a produção do documentário foi feita pela jornalista, como trabalho de conclusão de curso do Centro Universitário Carioca (Unicarioca), no final de 2018, resultando no documentário que conta a história da instituição.

“Histórias como essa, são histórias que devem ser contadas e sempre relembradas para que nunca se repita.  E é uma ótima oportunidade para dar voz a essas pessoas que foram silenciadas por tantos anos.”, disse a jornalista à Folha de Barbacena (FB).

Confira abaixo o documentário produzido pela jornalista Aline Carvalho:

Fonte: https://barrosoemdia.com.br/