Cultura

MUSEU DAS NOSTALGIA, EM TIRADENTES, RELEMBRA OBJETOS DA DÉCADA DE 80

Criado a partir da paixão de um casal em compartilhar com o público a nostalgia pela cultura pop dos anos 80, o Museu da Nostalgia, em Tiradentes, expõe mais de 4 mil itens que marcaram a época. Inaugurado em julho deste ano, o museu possui um vasto acervo de filmes, miniaturas, videogames antigos e vários outros itens que relembram a infância e a adolescência de quem cresceu na década de 80.

O acervo do Museu reúne uma grande coleção de jogos pedagógicos – Foto: Museu da Nostalgia / Divulgação


O Museu da Nostalgia reúne coleções raras que pertenciam ao acervo pessoal do proprietário, Tiago Diniz Cury, que há mais de 15 anos coleciona diversos objetos que fizeram parte da sua história durante os anos 80. “Eu tinha um acervo guardado desde a infância e fui colecionando e adicionando ao que eu já tinha. Então juntou tanta coisa que eu pensei que deveria compartilhar com as pessoas”, relembra Tiago.


Entre os destaques do local estão quatro salas para visitação, um planetário, uma sala de lazer com jogos pedagógicos e um fliperama com jogos antigos. “O nosso espaço também está aberto para artistas locais que queiram apresentar os seus projetos ou trabalhos. Tudo o que for cultural, nós estamos abertos”, acrescenta Lílian Martins Araújo, também proprietária do museu. O objetivo é promover um ambiente onde haja a troca entre diferentes culturas, valores e ideias de uma época que marcou muitas vidas.


O casal, que antes morava em Uberlândia, decidiu abrir o Museu da Nostalgia em Tiradentes, devido ao interesse pelo barroco mineiro e o constante fluxo de turistas que visitam a cidade. O empreendedor Tiago alega que sempre teve vontade de estudar e pesquisar as cidades históricas mineiras e em Tiradentes é possível unir o útil ao agradável. “Eu já nutria um sonho de experimentar como seria morar em uma cidade barroca. Quando surgiu a ideia de criar o museu, não pensei em fazer em Uberlândia, mas em uma cidade turística que sempre vai ter um público novo para conhecer”.


Com planos de expandir o acervo das exposições, Tiago revela que ainda há muitos itens que ele pretende integrar ao museu. “Eu sou um colecionador e ainda estou à procura de muita coisa; sempre vai ter novidade e um novo elemento no acervo, mas, claro, o que mais ajuda o Museu são as doações das pessoas”. A expectativa dos proprietários é de que o museu se torne parte do roteiro turístico de Tiradentes, em razão de seu potencial para a realização de eventos culturais.


O Museu da Nostalgia está aberto de 11h às 19h, todos os dias (exceto às terças-feiras), na Rua João de Siqueira Afonso, n. 408, Parque dos Bandeirantes, em Tiradentes

Fonte: http://www.gazetadesaojoaodelrei.com.br