Cultura

História por trás da Inconfidência Mineira é tema de filme na Faixa de Cinema, da Rede Minas

O longa “Vinho de Rosas” será exibido nesta sexta-feira (29/10) e apresenta o drama da personagem Joaquina, filha de Tiradentes, e o universo feminino da época

27 10 2021 miniredeminas
Imagem: Luis Abramo

Uma história desconhecida da Inconfidência Mineira. Essa é a proposta da ficção “Vinho de Rosas”, de Elza Cataldo. A trama mostra um lado obscuro do movimento narrado nas páginas de livros. O filme é apresentado na Faixa de Cinema, da Rede Minas. O filme rodou por festivais no Brasil e no mundo e rendeu à diretora prêmio no Festival Internacional de Batumi – Geórgia 2006.

No enredo, a personagem Joaquina mora no ambiente áustero de uma cela de convento. Aos 18 anos, prestes a confirmar seus votos de freira, descobre que é filha de Tiradentes e que sua mãe está viva. A jovem decide então mudar o seu destino e desvendar o passado, revelando o que aconteceu com as mulheres dos inconfidentes.

O longa se passa no ano de 1804 e retrata o esquecido universo feminino de um tempo marcado por revolta e idealismo. A cenografia remete ao retrato delicado do barroco mineiro, com  gravações que ocorreram nas terras mineiras de Belo Vale e na Serra do Cipó até chegar à cidade fluminense de Parati, no Rio de Janeiro. No itinerário das emoções de Joaquina, a diretora, produtora e roteirista Elza Cataldo conduz essa história dramática e delicada, em meio à atmosfera de mistério que a cultura barroca construiu no seu tempo.

A Faixa de Cinema com o filme “Vinho de Rosas”, de Elza Cataldo, vai ao ar nesta sexta (29), às 23h, pela Rede Minas. O filme também pode ser visto, nesse mesmo horário, no site da emissora: redeminas.tv.

COMO SINTONIZAR:
redeminas.tv/comosintonizar
A Rede Minas está no ar no canal 9 (VHF) ou 17 (UHF); Net 20 e Net HD 520; Vivo 9; One Seg (para celulares e portáteis) 9.3; e através do satélite Brasilsat C2 para a América Latina. ACESSE AS REDES SOCIAIS:
www.redeminas.tv
facebook.com/redeminastv
instagram.com/redeminastv
twitter.com/redeminas
youtube.com/redeminas

Fonte: https://www.secult.mg.gov.br/