Sociedade

Dores de Campos é oficializada como Capital Mineira da Selaria

A cidade de Dores de Campos encontrou sua vocação econômica na fabricação de selas, arreios para montaria e artigos em couro. As peças são produzidas artesanalmente, um oficio que é realizado há mais de 150 anos. Como forma de reconhecimento, no dia 13, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou o projeto de lei 2.951/2015, que oficializa a cidade como Capital Mineira da Selaria.

O projeto foi enviado para votação através da solicitação do deputado estadual Cristiano Silveira, atendendo aos pedidos feitos pelos moradores e autoridades do município. “Esse projeto é essencial e relevante para o desenvolvimento econômico e para identidade de Dores de Campos” defende Cristiano Silveira.

Valorização

A cidade já é reconhecida pela produção em suas mais de 170 selarias, mas o título é fundamental para fortalecer a identidade do município, como explica Aderbal Maurício, presidente da Câmara Municipal de Dores de Campos. “A regularização desse título vai fomentar ainda mais a economia e a publicidade em torno (das selarias), além de incentivar os fabricantes locais” explica Adalberto.

Para o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços de Dores de Campos (Acidec) Ronaldo Adriano Montes, esse novo título ao município vai estimular a divulgação do comércio local: “a ideia agora é colocarmos placas e sinalizações para atrair os turistas. Além disso, vamos aumentar as publicações na internet, direcionando os internautas para a nossa cidade quando o assunto for selaria”.

O título é o primeiro passo para uma série de investimentos na divulgação do município. “Vão ser colocado dois portais de entrada para a cidade, queremos também fazer um memorial em homenagem ao tropeiro e ampliar a feira de Dores”, aponta o prefeito Marcílio Cotta.

Capital Nacional

Atento à demanda, o deputado federal Reginaldo Lopes irá encaminhar para o Congresso Nacional o projeto de lei que institui a cidade também como Capital Nacional das Selarias. Essa foi uma das propostas levantadas pelos moradores da cidade durante a passagem da Caravana “Novas Ideias” por Dores de Campos.

Próximos Projetos

Na busca por fortalecer outras atividades econômicas das cidades do Campo das Vertentes, o deputado Cristiano Silveira apresentou mais três projetos de lei à ALMG: 4.871/2017 que nomeia Lagoa Dourada como Capital Mineira do Rocambole, 4.869/2017 confere a cidade de São Tiago como Capital Mineira do Café com Biscoito e 4.868/2017 apresenta o município de Resende Costa como Capital Mineira do Tear. “Esses projetos buscam reconhecer as vocações econômicas dos nossos municípios, impulsionando a geração de emprego e renda” aponta Cristiano.

Fonte: barrosoemdia.com.br

Foto: Portal Dores de Campos