Cultura

Circulação da Cia Teatro El Individuo, ‘Caravana da Alegria’ segue para seu último destino

Sarzedo é o último destino da ‘Caravana da Alegria’, que ‘estaciona’ na cidade entre os dias 20 (segunda-feira) e 30/6 

Caravana da Alegria – Trapilho e Mercurio – Foto Adrilene Murada Nunes

Projeto de itinerância artística que busca circular com atividades circenses por Minas Gerais, a “Caravana da Alegria” segue a plenos vapores pela Grande BH. Iniciativa da Cia Teatro El Individuo, a circulação começou por Nova Lima, em maio; passou por Rio Acima, no início de junho; e seguiu para Brumadinho, onde fica até dia 19/6 (domingo). Sarzedo é o último destino a receber a 4ª edição da caravana, que “estaciona” na cidade entre os dias 20 (segunda-feira) e 30/6. Gratuita, a programação inclui espetáculos e intervenções de rua, ações em semáforos, além de oficinas de arte circense. O projeto é realizado com recursos da Lei Rouanet, a “Caravana da Alegria” tem patrocínio da Vale. 

Idealizada pelo artista circense Marcelo Castillo, a “Caravana da Alegria” apresentará, ao todo, mais de 60 apresentações, intervenções e performances. A programação inclui dois solos de palhaço, os espetáculos “Grandes Roubadas” e “O Show do Trapilho”, além de 30 saídas com a performance cênica itinerante “Palhaço Cidadão” e cinco apresentações da 2ª Edição do Festival Circo do Minuto. “Nesta quarta edição, uma das maiores será o tempo de permanência em cada cidade, o que vai trazer maior convívio com o público, os alunos da oficina e os artistas locais. As cidades foram selecionadas por afinidade, seja por termos apresentado em algumas delas no passado ou pela curiosidade de conhecer lugares e escrever novos capítulos”, afirma Castillo, argentino radicado em Belo Horizonte há 18 anos.

Caravana da Alegria – Foto Perla Gomes

O artista afirma que os espetáculos são como shows de variedades, que vão ocupar as ruas e os semáforos das cidades. “São espetáculos solo, com apenas um palhaço em cena: meu palhaço, o Mercúrio, em “Grandes Roubadas”, que faz parte do repertório da Cia Teatro El Individuo; e o palhaço Trapilho, em “O Show do Trapilho”, espetáculo convidado do parceiro Thiago Nicácio, que já realizou algumas montagens conosco”, afirma. “Na performance ‘Palhaço Cidadão’ propomos gerar uma relação direta entre o palhaço e o cidadão que valorize o brincar e desenvolva relações socioculturais. Os palhaços vão acessar o cotidiano das pessoas, circulando por ruas, becos, calçadas e realizando visitas domiciliares. Já o Festival Circo do Minuto chega para ressignificar o espaço público no qual artistas locais e nômades atuam há tempos, mas que ainda são marginalizados, inclusive pela classe”, completa. 

A programação se completa com a oficina de iniciação ao circo, que surge com o objetivo de fomentar o aprendizado e formar novos artistas. ‘As oficinas vêm para realizar uma semeadura da memória circense, como forma de resgate da tradição. Elas serão ministradas nas escolas públicos e a intenção é atingir 1.000 alunos nestes três meses de trabalho. Nelas, trabalharemos malabares e equilíbrio”, adianta Castillo. “A principal missão é levar alegria para as cidades selecionadas por meio de ações que envolvam a comunidade. Para a Cia, a ‘Caravana da Alegria’ é um projeto de vital importância, uma vez que fomos modelados na itinerância, nos encontros e nas trocas de experiências”, finaliza.

Sobre a Cia Teatro El Individuo

Natural de Córdoba (ARG), Marcelo Castillo passou a integrar a Cia Teatro El Individuo em 2004, junto aos artistas Diego Gamarra e Lis Nobre. No mesmo ano, a convite da dupla, veio morar em Belo Horizonte, onde juntos criaram vários espetáculos. Com a partida de Lis para a Europa, o grupo recrutou o artista Lucas Aguiar, que já trabalhava na técnica dos espetáculos, para manter a formação de trio. Tempos depois, Lucas saiu do grupo, que seguiu com Marcelo e Diego, remontando os espetáculos para formato de duo. Em 2018, Diego deixou a Cia Teatro El Individuo para dedicar-se a projetos pessoais. Castillo então chamou novos parceiros para dar energia artística à remontagem dos espetáculos e à criação de um novo repertório.

Atualmente, além de Castillo, a Cia Teatro El Individuo é integrada por Thiago Nicácio, Carlos da Silva e Luan Pereira. A trupe desenvolve pesquisas de atuação baseada nas manifestações cênicas oriundas da linguagem do circo e do palhaço, tendo como objetos de estudo e criação a arte do circo através da ocupação de espaços públicos para a realização de espetáculos e oficinas a céu aberto. As montagens que integram o repertório da Cia misturam diferentes técnicas circenses que dão suporte a uma dramaturgia composta por muitas ações físicas. Assim, tem mostrado ser possível acumular o conhecimento de técnicas de expressão corporal, vocal e de representação teatral, a fim de buscar o aperfeiçoamento permanente da Cia.


4ª Edição da “Caravana da Alegria” – Cia Teatro El Ind