Category Archives: Saúde

Saúde

Pré-fórum microrregional do 5º Fórum de Direitos Humanos e Saúde Mental Ouro Preto 2021

O evento tem o objetivo de preparar e convidar a população para a luta contra todas as formas de manicômios, pelo direito à saúde e à vida digna. A programação conta com atividades que envolvem arte, cultura e conhecimentos sobre os direitos humanos e a saúde mental, por meio de debates e oficinas.  

O encontro também propõe o acolhimento das pessoas que têm sofrido com os efeitos da pandemia e busca integrar e expandir a Rede de Atenção Psicossocial das três cidades da microrregião dos Inconfidentes. A programação é gratuita e conta com recursos de acessibilidade.

A transmissão acontece pelo Facebook e pelo canal do Youtube da Associação Brasileira de Saúde Mental (Abrasme). O 5º Fórum de Direitos Humanos acontece de 3 a 7 de setembro em Ouro Preto.

As inscrições e submissões de trabalhos e obras audiovisuais estão abertas com valor promocional no site

ABRASME E FÓRUM DE DIREITOS HUMANOS – Fundada em 2007, a Abrasme é uma organização não governamental que promove a integração entre profissionais de diferentes áreas, usuários e usuárias de serviços de saúde mental, familiares, pessoas comprometidas com a defesa intransigente da reforma psiquiátrica e da luta antimanicomial, do SUS, da democracia, da ética e dos direitos humanos. Com esse objetivo, a Abrasme promove o Fórum de Direitos Humanos como espaço para discussão, encontros e articulação de movimentos sociais. Saiba mais

Confira a programação: 


Data: 11/05/2021 – 19:00 até 18/05/2021 – 21:00

Saúde

Veterinário dá dicas importantes de como cuidar de cães e gatos com a continuação do isolamento social

Tutores precisam estar atentos a saúde do animal, como parasitas, mesmo dentro de casa

Veterinário dá dicas importantes de como cuidar de cães e gatos com a continuação do isolamento social

A continuação do isolamento social em muitos estados brasileiros impacta diretamente na vida das pessoas e também dos animais, que seguem sendo a companhia de muita gente nesse período. No entanto o que pouca gente sabe é que alguns cuidados, como a utilização de antiparasitários, devem continuar sendo realizados com os cães e gatos. De acordo com Ahmed A. Álvarez, médico-veterinário e gerente de produto pet da MSD Saúde Animal, não é porque eles estão mais em casa que não estão expostos às doenças. Assim, separamos algumas dicas para o tutor ficar atento e continuar garantindo uma vida melhor ao pet neste isolamento social.

• Pulgas e carrapatos vivem dentro de casa!
Você sabia que as pulgas e carrapatos vivem mais dentro do que fora de casa? Então, se você acha que, fazendo isolamento social, seu pet não está arriscado a contrair esses parasitas, você está errado. De acordo com o pesquisador Nicolau Serra-Freire, do Laboratório de Diversidade Entomológica do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), apenas 5% deles estão no animal, enquanto 95% estão no ambiente, e a melhor maneira de prevenir a infestação é manter o lugar limpo e higienizado.

Para isso, além da limpeza tradicional, é preciso que o tutor utilize um medicamento antiparasitas, alerta Ahmed. “É muito importante que o dono administre um produto com rápida eficácia e longa duração. Assim, além de cuidar do animal, também está protegendo o lar e a família”, explica.

Além disso, o veterinário ressalta que a atenção deve ser mantida tanto com os cães quanto com os gatos, que, por serem animais mais independentes e caseiros, algumas pessoas acreditam serem insuscetíveis aos parasitas. Então, fica a dica: para ajudar na aplicação, existe até um produto transdermal, colocado no pescoço do felino, o que evita o estresse da administração.

• Carteira de vacinação em dia, hein?!
Não deixe de conceder as doses de vacinação e prevenção ao seu pet. Esse controle é muito importante para manter o sistema imunológico do animal bem e livre de inúmeras doenças.

“Manter a carteira de vacinação em dia é muito importante. Mas é sempre bom ter em mente que cada cachorro ou gato possui perfil, comportamento, raça e necessidades diferentes. Por isso a sugestão é que cada calendário vacinal seja avaliado e montado diretamente com o profissional de veterinária, para que assim ele possa montar um plano preciso para cada pet”, orienta o especialista.

• Dica final do vet!
Aproveite o momento para ficar ainda mais pertinho do seu pet. Além de ele ser especial, transmitir amor e carinho, diversas pesquisas comprovam que ele pode ajudá-lo neste momento tão delicado. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, em 2019 o Brasil foi o país com mais pessoas ansiosas do mundo, cerca de 18,6 milhões, e, olha que bacana, o convívio com animais de estimação estimula a produção e a liberação de endorfina e serotonina, o que proporciona sensação de bem-estar e relaxamento. Então, desfrute desse benefício!

Ketchum
Nathália Encina
– nathalia.encina@ketchum.com.br | (11) 95629-8957

Saúde

A importância de dormir bem

Dormir é a melhor forma para recuperar o corpo do estresse diário que passamos. O sono é considerado ponto vital para o organismo e tem total influência na nossa qualidade de vida, sendo o grande responsável na reposição de energias do organismo.

Foto: DINO

Mas o pior disso tudo, é que a maioria das pessoas pouco se importam com a saúde do sono e não se atentam que o estresse diário, o cansaço, a falta de memória pode estar sendo causada pela insônia.

Dr. Rogério Vidal de Lima, especialista em coluna pelo Hospital das Clínicas de São Paulo, chama atenção para hábitos comuns, que podem ser ajustados e que melhorariam consideravelmente a saúde do sono das pessoas.

“A realidade das pessoas hoje é a de estarem conectadas aos equipamentos eletrônicos até ao deitarem e isso é um veneno para quem quer dormir bem. O ideal é preparar o ambiente, apagando as luzes, desligando a TV, e evitando o uso de celulares, tablets, etc. O ambiente para um bom sono precisa ser escuro e silencioso”, comenta o doutor.

Outro problema sério e que pode atrapalhar o sono é a qualidade do colchão e do travesseiro, que além de influenciarem no “desligamento” do organismo, causam problemas na coluna, como explica o ortopedista.

Entenda o que influencia na qualidade do sono e na postura corporal

“Se você acorda com dores pelo corpo, no pescoço e nas costas, algo está muito errado na sua maneira de deitar. É preciso avaliar o seu travesseiro e colchão. E a pior parte de sentir dores durante o descanso é que as pessoas assumem posturas inadequadas para aliviar a dor e acabam comprometendo outras partes do corpo. Vira praticamente um círculo vicioso, que é agravado a cada dia, e as dores tendem a piorar”.

Ele diz também que para escolher o colchão ideal é necessário que a pessoa deite nele antes de comprar, já que os materiais variam e há uma diferença entre eles.

“O importante é que o colchão seja bem firme, mas macio. Se for muito mole sua coluna fica torta e com certeza vai gerar dores e se for muito rígido, a sua musculatura ficará cansada, podendo atacar o quadril, ombros e as juntas. Por isso é importante que a pessoa deite em todos os colchões da loja, até achar o ideal”.

Dr. Rogério Vidal afirma ainda que trocar o colchão e o travesseiro pode ser uma boa alternativa para acabar com as dores e desconfortos durante o sono.

“É preciso que as pessoas saibam que o colchão e o travesseiro tem validade e se sua vida útil estiver vencida pode gerar problemas tanto no sono, como em partes do corpo. Por exemplo, se o seu colchão, quando você acorda, estiver formando uma depressão na superfície é o momento de comprar um novo”.

Ortopedista orienta na escolha do melhor colchão para uma boa noite de sono  - ESHOJE

O ortopedista dá algumas dicas para que a pessoa consiga melhorar a qualidade do sono:

– Desligue os equipamentos eletrônicos antes de deitar;

– Prepare o ambiente para relaxar, opte por um lugar escuro e silencioso;

– Fique atento a validade do seu colchão e travesseiro, pois produtos com a validade vencida podem causar dores e desconforto;

– Escolha um colchão firme e macio;

– Seu colchão dura em média dois anos (os de espuma) até dez anos (látex, mola e visco-elástico), se passou desse período, compre um novo;

– O travesseiro também precisa ser macio para que a cabeça repouse bem. A altura do travesseiro também é importante;

– O travesseiro dura no máximo cinco anos, mas se ele perdeu a firmeza e o seu pescoço cai em contato com ele, chegou a hora de trocar;

– A posição na cama é muito importante e dormir de lado é o mais recomendado;

– Se você dorme de lado, use um travesseiro para a cabeça e outro que fique entre os joelhos semiflexionados;

– Se você dorme de bruços, use um travesseiro baixo para apoiar a cabeça e outro para ficar embaixo do abdómen, próximo à altura da curvatura da cintura;

– Se você dorme de barriga para cima, use um travesseiro baixo e médio para apoiar a cabeça e outro embaixo dos joelhos;

Dr. Rogério Vidal de Lima – Ortopedista www.rogeriovidal.com.br

logo sem fundo.png

Produzimos colchões tecnológicos dentro dos padrões internacionais, para promover bem estar e qualidade de vida aos nossos clientes através de um sono tranquilo e reparador.
Em Minas Gerais entre em contato com José Maria (32)9.8865-5871 ou pelo site www.jmcolchoes.com.br

Fonte: https://www.terra.com.br/

Saúde

Como lidar com o medo de engordar no inverno?

Chegou a estação mais fria do ano. E este ano o inverno está bem diferente que o normal, pois estamos em isolamento social. Muitas pessoas estão em casa, trabalhando em home office e com a queda da temperatura vem o aumento do apetite e com ele o medo de engordar.

Mas será que realmente é verdade que engordamos mais no inverno?

Muitas pesquisas explicam e responde essa questão. Durante essa época o apetite aumenta porque o nosso gasto energético é maior, ou seja, o nosso metabolismo aumenta porque o corpo gasta mais energia e com isso comemos mais, porque o nosso apetite aumenta para manter a temperatura do corpo normal.

E com o aumento da fome ficamos mais propensos a consumir alimentos ricos em gorduras e carboidratos, que são fontes de energia rápida. Por isso é comum desejar comer uma sopa, um caldo ou uma lasanha, chocolate quente… do que comer uma salada.

Isso é normal, acontece com todos nós. E não deve ser motivo para você se preocupar e começar com dietas malucas, restritivas.

Segundo a OMS, Organização Mundial de Saúde, 95% das pessoas que emagrecem fazendo dieta, tem um reganho de peso ou engordam ainda mais. Então se as dietas não são sustentáveis a longo prazo, será que você precisa se submeter a mais uma dieta no inverno? Por que quando a primavera chegar, os quilos perdidos podem vir juntos.

O melhor caminho ao invés de passar fome é ficar atento aos sinais do seu corpo. Quando estiver com o estomago vazio, que é um dos sinais de fome, significa que é hora de comer. Quando o estomago estiver confortavelmente cheio, significa que é hora de parar de comer, pois a saciedade chegou. Perceber os sinais de fome e saciedade é tão importante quanto respeita-los, porque desta forma iremos evitar excessos alimentares futuros e estaremos fornecendo energia necessário para o corpo.

E quando você respeita os sinais do seu corpo, você não precisa deixar de comer os alimentos mais calóricos por medo de engordar, porque ao respeitar esses sinais você come o suficiente, sem exageros.

Então permita-se comer os alimentos que você gosta. Faça aquela sopinha caprichada, varie a sua alimentação e não esqueça de usar um bom agasalho para ajudar aquecer o seu corpo.

Para te ajudar vou disponibilizar um e-book com receitinhas fáceis, nutritivas e muito gostosas para aquecer o seu corpo e espantar o frio.

Para baixar o e-book gratuitamente acesso o link abaixo.

Bom apetite.

Link do e-book: https://forms.gle/yxVECi3ArvU2vxff6

Saúde

A mágica do emagrecimento saudável

Expert em emagrecimento natural – Dr. Vinícius Soares é sucesso em Belo Horizonte

Emagrecer rapidamente é o sonho de muita gente, mas não é uma missão fácil. A rapidez neste processo tem uma explicação: as fórmulas criadas pelo Dr. Vinicius Soares são feitas de acordo com a necessidade de cada paciente, visando sempre o bem estar, a saúde e o equilíbrio de cada um.
O resultado é uma verdadeira revolução metabólica dentro do organismo.


“Já atendi pessoas viciadas em medicamentos controlados, que conseguiram emagrecer e manter o peso de forma saudável. Sabemos que os resultados variam, por isso é indispensável o acompanhamento personalizado para um emagrecimento eficaz e duradouro”, explica o especialista.

O Dr. Vinicius Soares fala um pouco como funciona seu protocolo de emagrecimento: “elaborei meu protocolo baseado na fitoterapia e ativos ortomoleculares, com resultados surpreendentes de 5 a 10 kg mensais. O segredo é a união perfeita entre a fitoterapia, as neurociências e a psicologia. Eu ensino meus pacientes a não terem medo de comer, a se libertarem da prisão mental em relação à alimentação”.

Rafael Campos perdeu 16 KG em 02 meses

Os fitoterápicos são substâncias derivadas de plantas medicinais reconhecidas por sua eficácia. O uso desses componentes naturais vem crescendo ao longo dos anos por seus inúmeros benefícios e pelas comprovações cientificas.

Cristiane Duarte perdeu 15 KG em 03 meses


As cápsulas fitoterápicas ajudam imensamente no processo de emagrecimento, reduzindo o apetite, acelerando o metabolismo basal, aumentando a saciedade, ajudando na redução da ansiedade e da compulsão alimentar — além de promover uma redução da gordura abdominal em até 50%. E o melhor, sem efeitos colaterais de medicamentos controlados como sibutramina, amatto etc. O protocolo de emagrecimento do Dr. Vinícius Soares pode ser realizado por hipertensos, diabéticos, crianças e idosos.

Renata Lopes perdeu 30 KG

As únicas contraindicações são para gestantes e lactantes. “Minha maior motivação ao acordar todos os dias é saber que posso ajudar e facilitar muito o caminho árduo do emagrecimento, resgatando a autoestima, a felicidade e o prazer em viver das pessoas”, conclui.

INFORMAÇÕES:

Dr. Vinicius H P Soares

  • Clínico Farmacêutico
  • Especialista em Farmacologia Clínica
  • Mestre em Neurociências pela UFF
  • Escritor
  • Professor e Palestrante acadêmico

Endereço:

Av. dos Andradas (esquina com Av. do Contorno), 3323, sala 905, Santa Tereza, Belo Horizonte-MG 31010-560

Maiores informações e agendamento de consultas pelo telefone ou Whatsapp (32) 98853-5254

Midias sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/drviniciusemagrecimento/

Instagram: @drviniciustransforma Email: viniciushen@gmail.com

Texto: Dr. Vinícius Soares Fotos: Acervo pessoal

Saúde

Beleza com responsabilidade

“Existem pacientes que chegam com uma expectativa pequena, outros com expectativa intermediária, outros com expectativas muito grandes.”

Com 33 anos de experiência e referência nacional em cirurgias plásticas, o Dr. Sérgio Leite adverte sobre toda a responsabilidade e profissionalismo que devem estar envolvidos neste processo, seja ele estético ou de reconstrução.

Entre todas as especialidades da medicina, a mais ampla é a área da cirurgia plástica. Um médico cirurgião deve conhecer profundamente todas as partes do corpo humano para realizar procedimentos cirúrgicos com segurança e bem-estar a seus pacientes. O Dr. Sérgio Leite é uma grande referência no país nesta área e esclarece questões comuns às pessoas que desejam ou necessitam recorrer a uma cirurgia plástica. A clínica onde atua, a Mater Plástica, fica em São João del-Rei e já tem 20 anos de existência, realizando os mais variados tipos de procedimentos.

Histórias como a do famoso Dr. Bumbum, que atendia pessoas e realizava processos cirúrgicos em seu apartamento no Rio de Janeiro, provam a necessidade de ampliar o conhecimento popular neste campo. “Acontece que as pessoas estão, muitas vezes, atropelando o tempo das coisas e se defrontando com uma situação que é uma nova classe de falsos profissionais, profissionais malformados, profissionais que muitas vezes nem são cirurgiões plásticos e que estão oferecendo serviços sob condições extremamente atrativas”, esclarece Sérgio, “e essa junção do atropelo, do desejo desesperado por ter alguma coisa, junto a um profissional malicioso, de má índole, para mim, é a receita da desgraça”.

Segundo o Dr. Sérgio Leite, antes de procurar um profissional específico na área de cirurgia plástica, é importante fazer
uma pesquisa aprofundada sobre os profissionais que estão qualificados a exercer um procedimento como esse. Uma das formas de encontrar um profissional de confiança é acessar, por exemplo, o site oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Lá é possível encontrar todos os médicos reconhecidos e especializados na área e pode ser um ótimo ponto de partida para descobrir o melhor profissional para o caso de cada pessoa.

Outra dica é procurar também médicos de confiança — mesmo que especializados em outras áreas da medicina —, que possam indicar bons profissionais. Seguindo essa linha, obviamente, “se você procura hospitais especializados, atendimento personalizado, profissionais qualificados e com boa formação, conclui-se que tais serviços hão de ser um pouco mais onerosos”, alerta Dr. Leite. “Medicina de qualidade, instrumentos confiáveis, medicamentos seguros, somente são conseguidos a um custo diferenciado, explica. No entanto, tratando-se da classe média, isso não torna inviável a possibilidade de realizar procedimentos estéticos ou reconstrutores com profissionais responsáveis, com boas qualificações e vasta experiência. Para o médico, “apesar de tudo, as coisas estão muito mais viáveis hoje em dia”.

Ele também atenta para um fato muito importante quando tratamos de cirurgia plástica: as expectativas. “Existem pacientes que chegam com uma expectativa pequena, outros com expectativa intermediária, outros com expectativas muito grandes. Para todos eles, nós temos que trazer a realidade e colocá-los com os pés no chão. Esse talvez seja o ponto mais importante da
consulta da cirurgia plástica, mostrar para o paciente q nem sempre a expectativa pode ser alcançada”, conta.

Não existe um procedimento que tenha 100% de melhora, segundo o especialista, e isso vai depender de diversos fatores, como a própria genética da pessoa e de onde e como será feita a cirurgia. “Eu, particularmente, nunca prometi 100% para ninguém e jamais vou prometer. Eu nunca consegui 100% para ninguém, tenho a humildade de reconhecer isso. Mas o que eu posso dizer é que eu tenho a felicidade de ver, na grande maioria dos meus pacientes, um nível de satisfação que os deixa felizes no pós-operatório”, conta.

Dr Sérgio Leite
Cirurgião plástico – CRMMG – 15.017
São João del-Rei
sergioleite.com.br
Tel: (32) 3379-1100

Texto: Ana Martins

Foto: Dr. Sérgio Leite

Saúde

MANCHAS BRANCAS NA PELE: um sinal de alerta.

Você provavelmente já viu ou conheceu alguém com manchas brancas na pele e provavelmente se perguntou o que eram. Bastante estigmatizadas e com múltiplas possibilidades de diagnóstico, este quadro é muito comum e pode ocultar doenças graves, apesar de em boa parte das vezes as manchas se originarem de patologias de fácil tratamento. Mas, a que, de fato, essas manchas podem representar?

1- PODEM SER MICOSE

A pitiríase versicolor ou “pano branco” é causada por um fungo e surge no tronco apresentando uma fina descamação. Este quadro pode ficar mais evidente após a exposição ao sol.

2- PODEM SER VITILIGO

Apesar de representar menor parte dos diagnósticos, o vitiligo é causado pelo ataque as células que produzem o pigmento da nossa pele e sua evolução está em alguns casos relacionada ao estado emocional do indivíduo.

3- PODEM SER HANSENÍASE

Bastante atenção com manchas brancas que possuem alteração na sensibilidade! A hanseníase é uma doença infecciosa causa por um bacilo , cuja manifestação inicial na pele é uma mancha esbranquiçada.

4- PODEM SER PITIRIASE ALBA

Indivíduos com pele seca e que tomam banho muito demorado podem desenvolver manchas brancacentas na pele. Caprichar na hidratação, utilizar sabonetes suaves e não utilizar buchas no banho podem ajudar neste quadro.

5- PODE SER LEUCODERMIA GUTATA

As “sardas brancas”, como são popularmente conhecidas, se formam devido a exposição ao sol acumulada durante a vida. Possuem caráter genético e são difícil tratamento.

Independente da causa, manchas brancas são um importante sinal de alerta e o dermatologista deverá ser sempre consultado assim que forem detectadas.

Postergar o diagnóstico é a opção menos segura e pode colocar o indivíduo em risco.

Faça regularmente o autoexame e caso detecte alguma mancha ou pinta branca, procure sempre seu dermatologista!

 

Texto: Dr Fábio Gontijo
Foto : Fler Creative Solutions

Dr Fábio Gontijo – médico dermatologista, membro titular SBD

instagram: @dr.fabio.gontijo

(31)3283-9996

Saúde

Obesidade – sete pontos cruciais necessários para o combate e prevenção eficaz

A obesidade é considerada pela OMS como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A expectativa é que em 2025, existam mais de 2,3 bilhões de adultos com sobrepeso; e mais de 700 milhões de obesos. Se nada for feito, haverá mais de 75 milhões de crianças com sobrepeso e obesidade.

No Brasil, a situação também é dramática. Alguns levantamentos apontam que mais de 50% da população está acima do peso. Entre as crianças, essa faixa é de 15%. Dados do IBGE entre 2008/2009, mostram o movimento crescente e assustador da obesidade.

Como profissional de educação física muito antes de médico, especialista em nutrição esportiva e acadêmico de nutrição, tenho verdadeiro apreço pela medicina preventiva; em evitar que um número considerável de doenças devastem o corpo são, como é o caso da obesidade, que abre as portas do organismo saudável para uma série de desordens que vão desde doenças cardiovasculares a vários tipos de câncer. Nesse sentido, tenho que ser categórico na importância do seu estilo de vida, do seu dia a dia, funcionando como gatilho para o desenvolvimento ou não de DOENÇAS.

Em um estudo internacional recente, os dados coletados afirmam que há uma redução de 75% do risco de obesidade entre os filhos de mulheres que mantêm hábitos de vida considerados saudáveis. Há um equívoco comum de achar que tudo é culpa da genética, o que não é bem por aí. Essa premissa ganhou força na década de 1990, com a descoberta do projeto genoma, porém atualmente já caiu por terra. A genética, afundo, é apenas a ponta do iceberg. O que realmente importa é como você se comporta; a maior parte dos problemas vem dos hábitos!

Eu separei sete pontos cruciais necessários para o combate e prevenção eficaz à obesidade. Lembrando sempre, que a obesidade é uma doença multifatorial que exige um suporte interdisciplinar para o êxito do tratamento e controle.

1- Manter uma dieta saudável:
O que você come é crucial na manutenção de sua saúde e prevenção ativa às doenças crônicas não-transmissíveis (o mal do mundo contemporâneo). Hipócrates, o pai da medicina, antes de cristo, já preconizava e defendia a importância da alimentação na prevenção e combate às doenças; definitivamente você é o que você come.

2- Manter o peso sob controle:
Com o passar dos anos, o organismo tende a acumular mais gordura em decorrência de uma queda fisiológica e hormonal natural que ocorre com o processo de envelhecimento. Mais do que manter o peso na balança, você deve fazer uma avaliação física com o profissional de educação física ou médico ou nutricionista para que monitore como anda sua composição corporal;

3- Fazer exercícios físicos DIARIAMENTE:
O exercício físico é um verdadeiro elixir. Ele age diretamente, proporcionando bem estar orgânico, melhorando a função intestinal, hormonal, cardiovascular, imune…

4- Consumir álcool com moderação:
O consumo exagerado de álcool prejudica uma série de funções metabólicas indispensáveis para a manutenção de sua saúde. Segundo a OMS, os limites seguros para a ingesta de bebida alcoólica seria de no máximo 12 latas de cerveja/semana para os homens e 08 latas de cerveja/semana para as mulheres. Cada bebida tem um teor alcoólico específico, fiz o calculo com a bebida mais genérica para exemplificar a questão.

5- Não fumar:
Foi-se o tempo que fumar estava atrelado à saúde né!? As propagandas das décadas passadas foram substituídas por anúncios alarmantes sobre um hábito para lá de nocivo para o corpo humano. Fumar está associado a um número incontável de doenças que devastam a saúde de qualquer pessoa.

6- Controlar o estresse:
Estresse e ansiedade caminham lado a lado em uma sociedade cujo o fator tempo é o grande limitante para adoção de medidas necessárias para uma vida mais saudável. Recorrer a práticas milenares como meditação, yoga, ou simplesmente ter mais contato com a natureza que o circunda pode amenizar o quadro grave de tensão e ansiedade que vivemos inseridos.

7- Dormir adequadamente:
Talvez o maior desafio de todas as dicas. As pessoas vêm dormindo de forma cada vez pior. A ciência vem apontando com cada vez mais alarde de que noites de sono ruins possam justificar o aumento de peso de parte da população que se alimenta mal e ainda dorme pior ainda.

Fiz questão de não abordar questões medicamentosas, pois parte da população ainda insiste em encontrar uma cápsula mágica que seja capaz de substituir hábitos alimentares inapropriados e o sedentarismo avassalador. A grande questão para sua saúde é sua rotina e o seu dia a dia. Espero que tenha possibilitado uma reflexão interna necessária para a mudança. Matricule-se hoje mesmo em uma academia e passe a monitorar diariamente o que você come. Transforme sua vida com a alimentação e o exercício físico!

 

Yuri Brito é médico CRM-MG 76586, especialista em Nutrição Esportiva, profissional de Educação Física CREF MG 017563-G e acadêmico de nutrição
instagram @clinicacorpoperfeito

Saúde

Por que devemos incluir no nosso dia a dia alimentos com propriedades funcionais?

Já discutimos aqui um pouco sobre o chá verde. Que é um chá funcional repleto de benefícios para a saúde e também um forte aliado para a perda de peso. Ele é considerado um alimento funcional por conter catequinas, que são capazes de auxiliar o controle glicêmico, acelerar o metabolismo energético, diminuir a produção de radicais livres, que promovem danos oxidativos e podem acelerar o envelhecimento e aumentar as chances de aparecimento de alguns tipos de cânceres. Se você perdeu a nossa discussão anterior, acesse a versão online da Revista Viva Minas e tenha acesso à matéria.

Lá falei um pouco mais sobre ele e dei uma dica segura de utilização. Com a crescente demanda de afazeres e com o “corre-corre” do dia a dia, estamos mais propensos ao estresse, à má alimentação, à exposição a metais tóxicos, substâncias químicas e não podemos nos esquecer dos transgênicos e pesticidas, que, infelizmente, estão cada vez mais presentes na maioria dos alimentos que consumimos.

Todos esses fatores têm contribuído para o aparecimento precoce de muitas doenças que antes, só surgiam em indivíduos com idade mais avançada. Doenças neurológicas principalmente! Por causa desses dados alarmantes, surgiu uma necessidade grande por parte dos pesquisadores de buscar alternativas que desacelerem esse processo e nos ajude a ter mais qualidade de vida e mais saúde. Podemos contar com uma infinidade de alimentos naturais riquíssimos em vitaminas, minerais, flavonoides, compostos fenólicos e muitas outras propriedades funcionais.

Hoje, vamos falar um pouquinho sobre a Moringa oleífera, uma planta de cultivo simples, nativa da Índia, cujo aproveitamento é completo.

Aproveita-se desde as sementes, as folhas, flores e frutos. Também conhecida como Lírio Branco e Quiabo de quina. Das sementes é extraído o óleo, que pode ter utilização doméstica, na produção de cosméticos, na indústria farmacêutica e no tratamento e purificação de águas impróprias para consumo humano. Os frutos, flores e folhas são comestíveis. A Moringa oleífera é rica em: Vitamina C, β caroteno, Proteínas, Cálcio, Fibras, Ferro, Fósforo e tem uma grande capacidade antioxidante, antiglicante, fotoprotetora e antitumoral. E o mais interessante! Estudos comprovam que a planta quase não apresenta fatores antinutricionais, podendo ser ingerida sem prejuízo nutricional. Portanto, é uma excelente escolha e, sem dúvida, uma grande aliada para a nossa saúde.

É fundamental ressaltar que é importante consultar sempre um profissional nutricionista para adequar a dose e direcionar a melhor forma de utilização do alimento. Evitando a toxicidade e promovendo um melhor aproveitamento das substâncias funcionais! Segue abaixo uma dica de utilização segura da Moringa oleífera.


Preparo de chá

Aqueça 200 ml de água. Quando iniciar a fervura, apague o fogo e acrescente 2 colheres de chá das folhas secas da Moringa. Tampe o recipiente e deixe em infusão por 5 minutos. Depois coe e beba!

Dica!
Para melhorar o sabor, acrescente gotas de limão ou lascas de gengibre!

Culinária

Acrescente as folhas da Moringa, depois de corretamente higienizadas, nas saladas, omeletes, sucos.
be1fc83b-d47a-4e76-aee3-2474d1908e52Ana Paula de Abreu Carvalho

Servidora pública municipal
Nutricionista (32) 9. 8881-7185
Formada em Nutrição pelo IFSMG
Pós graduanda em Nutrição funcional e nutrigenômica ESTÁCIO-MG
Concluindo a especialização em modulação intestinal (Doutor Murilo Pereira -Lafayete)

Saúde

O chá verde e suas propriedades funcionais no emagrecimento e doenças crônicas não-transmissiveis

O chá verde é uma bebida milenar. Presente na culinária chinesa há mais de 3 mil anos. E, das bebidas não alcoólicas, é a segunda mais consumida no mundo, depois da água. Hoje, faz parte da vida dos brasileiros e de quem busca reduzir aquelas gordurinhas indesejáveis.

É rico em catequinas, substâncias benéficas para a saúde, e conhecido cientificamente por Camellia Sinensis. Entre seus componentes funcionais, podemos encontrar: cafeína, vitaminas E, B, C e minerais como zinco, potássio, além de propriedades antioxidantes. Por conter tantos benefícios, diversos estudos têm comprovado que a utilização do chá verde é capaz de reduzir o aparecimento de alguns tipos de cânceres, diabetes, doenças cardiovasculares e também obesidade.

Seu mecanismo de ação é capaz de: aumentar o “bom colesterol” HDL, diminuir a absorção dos carboidratos ingeridos pela dieta, aumentar o processo de termogênese, acelerar o metabolismo, prevenir o depósito de gordura no fígado e no organismo e, consequentemente, regular o peso corporal.

No entanto, é indispensável avaliar a quantidade certa a ser consumida, de acordo com cada indivíduo. E aliar o seu consumo a uma dieta balanceada, uma adequada hidratação corporal e hábitos de vida saudáveis. Uma dica de utilização saudável do chá verde é 3 a 4 xícaras ao dia.

Lembrando sempre da importância de consultar um profissional nutricionista para avaliar a segurança de consumo e a dose adequada para a sua necessidade. É uma bebida de baixo custo, portanto, vale a pena ser utilizada como coadjuvante no manejo nutricional de diversas doenças.
be1fc83b-d47a-4e76-aee3-2474d1908e52Ana Paula de Abreu Carvalho

  • Servidora pública municipal
  • Nutricionista na Medmaster Estética e Emagrecimento
  • Formada em Nutrição pelo IFSMG
  • Pós graduanda em Nutrição funcional e nutrigenômica ESTÁCIO-MG
  • Concluindo a especialização em modulação intestinal (Doutor Murilo Pereira -Lafayete)