Category Archives: Economia

Economia

Associação de Mulheres do Café promove concurso em Manhuaçu

Manhuaçu recebe no dia 05 de novembro o 1º Cupping e Leilão da Amuc – Associação de Mulheres do Café das Matas de Minas e Caparaó.

A Associação de Mulheres do Café nasceu há dois anos e engloba duas regiões cafeeiras do Brasil, Matas de Minas e Caparaó, onde se produz os melhores cafés especiais feitos por mulheres nas montanhas mineiras.

A entidade nasceu com a missão de promover o desenvolvimento da região com os cafés especiais; fomentar a comercialização dos cafés produzidos pelas associadas, seja em território nacional ou internacional; a capacitação das associadas e busca por parcerias; projetos voltados para o empoderamento feminino e para todo o setor de desenvolvimento da cafeicultura, seja socioeconômico ou ambiental, garantindo, assim, a melhoria na qualidade de vida das famílias cafeicultoras da região, além de garantir sucessão familiar na produção de cafés de qualidade.

Com cuidados dedicados ao cultivo, elas apresentam aos amantes do café, experiências degustativas com o melhor grão, padronizado e selecionado por mãos femininas experientes que respeitam a biodiversidade e o meio ambiente.

CUPPING

O primeiro Cupping da AMUC ocorrerá no dia 05 de novembro, na cidade Manhuaçu.

A ideia é oferecer o melhor café produzido pelas produtoras em forma de microlote, dando ao comprador a oportunidade de ter um café exclusivo e de excelente qualidade; além de agregar valor econômico aos cafés produzidos pelas associadas e visibilidade à Região das Matas de Minas e Caparaó.

O concurso está aberto a participação apenas das mulheres cafeicultoras da associação: proprietária rural, meeira, arrendatária ou parceira, com real comprovação que desenvolve atividade cafeeira na safra 2021.

Haverá a competição de duas categorias: café natural (via seca) e café cereja descascado ou despolpado (via úmida).

Além da experiência para conhecer os cafés, ao final será feito o leilão de Cafés Especiais com os 10 melhores cafés de cada categoria.

Com informações

Fonte: https://www.portalcaparao.com.br/

Economia

Contabilidade Reis comemora 31 anos de existência

Ao abrir uma empresa, o sonho de todo empreendedor é atingir o sucesso. É ver aquele pequeno negócio transformar-se numa empresa próspera, que gera empregos e renda, que faça a diferença na comunidade onde está inserida. A Contabilidade Reis nasceu de um sonho do contador Marcelo dos Reis Barbosa que acreditou no trabalho, na competência, na economia local e, principalmente, na importância da contabilidade comprometida, séria e ética para com os seus clientes.

Essa história acaba de completar 31 anos. A Contabilidade Reis nasceu em Santa Margarida, se tornou uma empresa sólida, que cresceu, criou raízes, mais do que isso, que fez e faz a diferença junto às centenas de clientes em sua cidade natal e toda região oferecendo uma assessoria contábil da mais alta qualidade, bem como na vida profissional e pessoal dos mais de 25 colaboradores que compõem o quadro de profissionais do escritório e indiretamente de seus familiares.

Ao longo dos anos, a Contabilidade Reis ainda promoveu de importantes projetos sociais no município e cidades vizinhas, com campanhas no Natal e Dia das Crianças, apoio ao esporte e incentivo a qualificação.

TRAJETÓRIA

A Contabilidade Reis chegou aos 31 anos superando muitos desafios e obtendo grandes conquistas. O escritório cresceu rapidamente, novos clientes foram surgindo, era imprescindível expandir o espaço físico e aumentar o quadro de profissionais. Com amplos investimentos em infraestrutura e tecnologia de ponta, passou a atender a clientes em mais de 20 cidades da região.

Em toda essa história, o contador Marcelo Reis não deixa de ressaltar a importância da equipe de profissionais e os clientes que fazem parte desse sucesso. “Vamos continuar investindo, trabalhando com transparência, ética e com dedicação total aos clientes com o compromisso em oferecer o que há de melhor em assessoria contábil”, destaca.

Marcelo Reis pontua que “o apoio da figura compreensiva e amiga de cada um da família Contabilidade Reis, descobrimos que somos perfeitos, porque a imperfeição não aparece com tantas qualidades, lembramos da satisfação e orgulho de cada um, são momentos que não se dissolvem de minha memória. Não podemos esquecer do convívio que sempre somos cercados, da imensa felicidade, descontração e também de tristezas e pesares sempre vividos , juntos sentindo as mesmas emoções. Um trecho da música de Roberto Carlos diz ‘Estou aqui / Outra vez em busca desse abrigo / Do conforto desse olhar amigo / Luz do meu caminho, a direção…’. Eu digo obrigado aos amigos clientes, colegas de trabalho, familiares, e a Deus sem palavras…  somente fé….. todo significado”.

Fonte: https://www.portalcaparao.com.br/

Economia

Agricultura Familiar presente na Rota do Café!

Distante de Santa Rita do Sapucaí, a 18 km, está o Sítio Serra dos Borges, onde é produzido o Café Jacu Açu do Alto da Serra, o melhor café do sul de Minas. A Propriedade pertence ao Sr. Donésio Silvério que desde os 7 anos de idade trabalha com café, e hoje constrói sua história na Rota de mesmo nome em Santa Rita do Sapucaí.

No Sítio são produzidos cafés da variedade Catucaí Amarelo e Catuaí Vermelho, Com a ajuda de sua esposa, colhe o café e faz as seletivas necessárias para entregar ao consumidor final cafés especiais acima de 86 pontos.  A qualidade de sua produção se dá através de várias seletivas de grãos especiais. Vale ressaltar que o nome Catuaí significa “muito bom” em tupi-guarani, o que com certeza é confirmado pelos produtores da variedade. Há um ano o Sr. Donésio abriu as porteiras do Sítio Serra dos Borges para receber o turista que deseja viver a experiência “Da semente à xícara” das seletivas, até o produto final. 

Outros parceiros importantes são a Agrorigem, uma plataforma que comercializa cafés especiais direto do produtor, e uma das maiores Cooperativas do Sul de Minas, a Cooper Rita, que certifica a produção com o selo ABIC que reconhece e certifica a pureza do produto, sendo certificado também pelo Certifica Minas que comprova a qualidade do produto.

Conheça mais sobre a história do Sr. Donésio em seu perfil!
Instagram: @donesiosilverio

Saiba mais: Agricultura familiar é toda forma de cultivo de terra que é administrada por uma família e emprega como mão de obra os membros da mesma. A produção de alimentos acontece em pequenas propriedades de terra e se destina a subsistência do produtor rural e ao mercado interno do país.

Economia

FIEMG e Amazon celebram acordo para facilitar a exportação das indústrias mineiras

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) celebrou, no dia 21 de setembro, um acordo com a Amazon, uma das maiores empresas de e-commerce e tecnologia do mundo. A parceria tem o intuito de facilitar a exportação de produtos das indústrias mineiras diretamente para os consumidores dos Estados Unidos, utilizando para isso, o programa Global Selling, da Amazon.

Crédito: Sebastião Jacinto Júnior

O e-commerce transfronteiriço representa, atualmente, 20% do e-commerce global, sendo que 68% dos produtos comercializados são dos setores de vestuários, calçados e acessórios. “São áreas da indústria criativa que são muito fortes em Minas Gerais”, afirmou Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, na solenidade de assinatura do acordo.

Só nos Estados Unidos, país sede da Amazon, 87% da população tem acesso à internet e as vendas via e-commerce, em 2020, foram de US$705 bilhões, sendo que cerca de 33% dos consumidores americanos fizeram compras internacionais no último ano via marketplace. Entre 2020 e 2024, o crescimento da modalidade foi de 10% ao ano.

“Estamos iniciando uma parceria que será muito importante para o nosso país. Tenho certeza de que várias empresas mineiras irão aderir à Amazon e isso irá abrir portas para todo o mundo”, afirmou o líder empresarial pontuando que a FIEMG é a primeira entidade de classe a celebrar um acordo com multinacional. “É a viabilização da conexão da indústria mineira diretamente ao consumidor norte-americano”, reforçou Roscoe, ressaltando que a empresa Bike Wear já está comercializando na Amazon dos EUA e que a marca Luiza Barcelos deve iniciar a venda de seus produtos antes da Black Friday, no final de novembro.

Mundialmente, as vendas no e-commerce têm crescido e devem alcançar US$5 trilhões em 2021. No Brasil, o aumento foi de 41% em 2020 em relação a 2019. “Este tipo de compra explodiu entre os brasileiros e a Amazon tem um importante papel neste crescimento. A maior parte de nossas vendas são realizadas por parceiros, pequenos empreendedores”, afirmou Ricardo Garrido, head of marketplace da Amazon Brasil.

O executivo esclareceu que a parceria com a FIEMG tem o intuito de internacionalizar os produtos brasileiros, com foco no mercado estadunidense, utilizando para isso, a infraestrutura da Amazon. “Não será necessário a abertura de uma conta internacional e o processo será desburocratizado”, ressaltou Garrido.

O relacionamento entre Minas Gerais e a Amazon não começou com a assinatura do acordo com a FIEMG. A multinacional abriu, em novembro de 2020, um centro de distribuição de seus produtos na cidade de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte. Para que isso ocorresse, as negociações entre o governo mineiro e a gigante do varejo começaram em 2019 e, atualmente, o centro de distribuição gera centenas de empregos diretos. “Quando se fala em logística é necessário pensar em Minas Gerais”, disse João Paulo Braga, diretor do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (INDI). “A indústria mineira mostra, cada vez mais, a sua competitividade. Este acordo irá tornar as vendas on-line mais fáceis, menos burocráticas, fazendo com que as empresas mineiras cresçam ainda mais”, afirmou.

O evento de assinatura do acordo entre Federação mineira e a Amazon foi realizado de maneira remota e contou com a presença de Manoel Bernardes, presidente do SINDIJOIAS e da Câmara da Indústria do Vestuário e Acessórios da FIEMG. “O mundo será o limite”, afirmou Bernardes.

Conteúdo – Jornalismo
FIEMG – Federação das Indústrias de Minas Gerais
55 (31) 3263-4444 I 7753 I 4555 I 4512 I 4449
jornalismo@fiemg.com.br www.fiemg.com.br

A FIEMG não se responsabiliza por quaisquer falhas, inclusive omissões, existentes na mensagem ou que decorram de sua transmissão, bem como prejuízos provenientes de qualquer alteração do conteúdo. Tais ocorrências são da responsabilidade de seu autor e não refletem a opinião da empresa.FIEMG is not responsible for any failure, including omission, contained in the message or resulting from its transmission, as well as losses arising from any change in content. Such occurrences are of the author’s liability and do not reflect the opinion of the company

Economia

Minas é destaque no maior encontro de empreendedorismo jovem do mundo

Com uma comitiva de mais de mil inscritos, Minas Gerais será, ao lado de São Paulo, o estado com maior participação no Encontro Nacional de Empresas Juniores (ENEJ). O evento, maior encontro de empreendedorismo jovem do mundo, acontece entre os dias 17, 18 e 19 e celebra a 28ª do edição do ENEJ que, este ano, terá como sede Recife (PE). O evento já impactou mais de 70 mil jovens em edições anteriores e seu principal objetivo é despertar a capacidade de transformação de empreendedores do Movimento Empresa Júnior (MEJ). A programação será inteiramente digital e até o momento, estão confirmados mais de 7,1 mil inscritos.

– O Movimento Empresa Júnior mobiliza mais de 25 mil jovens e conta com 1.400 empresas juniores, espalhadas nas 27 unidades federativas do país. Ano passado, alcançamos um volume de R﹩ 49 milhões que foram revertidos em 34 mil projetos para a capacitação e formação empreendedora de jovens. Temos uma agenda socioeconômica significativa para o Brasil – revela a presidente-executiva da Confederação Nacional de Empresas Juniores (Brasil Júnior), Fernanda Amorim.

O evento conta com as parcerias de grandes empresas e instituições, como Bradesco, Sicoob, Movile, AMBEV, Suzano, SEBRAE, AD Diper, Copergás, Boticário, XPInc, Deloitte, Pirelli, Falconi, Renova BR, BTG, Azul, Bunge, Stone, Scania, Globo, Loft, Via Varejo, RedBull, Americanas, Ray, TPF, Lojas Renner, Hackeando Processos.

Fonte: Clarimundo Flôres

Economia

A importância do planejamento financeiro

O planejamento é uma ferramenta essencial em nossas vidas, seja para iniciar uma construção, seja para realizar uma viagem — e com as finanças pessoais não é diferente. Em um cenário macroeconômico com elevado número de desempregados, pressão inflacionária e atividade econômica caminhando a passos de tartaruga, estar com o planejamento financeiro em dia deixou de ser um privilégio das pessoas que têm um bom nível de educação financeira para se tornar uma necessidade de todos em tempos de crise.

O intuito desta coluna é justamente despertar nos leitores a importância de planejar as suas finanças pessoais, no curto, médio ou longo prazo. Infelizmente, este economista que aqui escreve não tem poderes sobrenaturais
de premonição ou uma bola de cristal para dizer, com exatidão, os rumos da economia e o impacto que vai causar na sua vida nos próximos meses ou anos. Todavia, é possível dotar você de conhecimento e das ferramentas necessárias para não repetir as decisões errôneas do passado, propiciar um presente mais tranquilo e um futuro próspero.
Ao exercitar um pouco a memória e voltar brevemente ao passado, eu pergunto: você foi capaz de prever o surgimento da pandemia?

Acredito que, tirando os aficionados por filmes de apocalipse zumbi ou profetas do fim dos tempos, ninguém teria imaginado uma situação dessa magnitude, responsável por impactar avida de toda população mundial.
O contexto econômico que estamos vivenciando nos remete a uma das principais bases do planejamento financeiro: a única certeza que temos é que imprevistos e situações fora do nosso controle sempre vão acontecer. Quando vai acontecer é impossível saber, agora, o quanto esse imprevisto ou situação vai impactar sua vida financeira, isso pode e deve ser minimizado por um planejamento financeiro de qualidade.

Com base nesse raciocínio, fica a pergunta: se por acaso hoje você ficasse sem renda alguma, por quantos meses seria capaz de sobreviver sem se desfazer dos seus bens ou recorrer a empréstimos?

Em meu instagram @willer.moraes, diariamente, posto dicas que poderão ajudar você a colocar sua educação e vida financeiras em dia!

Texto: Willer Moraes
Economista e Consultor Financeiro

Economia

Ação no Circuito das Águas reúne trade turístico para reaquecer o setor em Minas Gerais

Realizada em Caxambu, “Vivência Circuito das Águas” promove parcerias público-privadas para reaquecer o setor em Minas Gerais

27 8 2021 minivivencia

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais participa, nesta semana, da ação “Vivência Circuito das Águas”, iniciativa que acontece em Caxambu, no Sul de Minas, e tem a proposta de potencializar o desenvolvimento de parcerias público-privadas em ações conjuntas de captação, comercialização e profissionalização de todo o trade turístico do estado. A iniciativa é da startup hoteleira VOA, em parceria com a Instância de Governança Regional (IGR) Circuito das Águas.

A vivência foi promovida em conjunto com a Prefeitura de Caxambu e, além do apoio da Secult, tem participação da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), de representantes das 13 cidades que integram o Circuito das Águas e outras associações, entidades e secretarias dos municípios, dos principais parceiros e players da cadeia produtiva do turismo e com presença da iniciativa privada, por meio de empresas que comercializam os principais destinos nacionais, como Azul Viagens, CVC Corp, FRT Operadora, Localiza, Bancorbrás e Hurb.

O ponto de partida da Secult é o Reviva Turismo, programa de retomada gradual e segura das atividades turísticas, com base em quatro eixos: biossegurança, estruturação, capacitação e marketing do destino Minas Gerais. Todos esses eixos são trabalhados de forma integrada para que o estado alcance a meta de geração de 100 mil empregos no turismo até 2022, garantindo lugar entre os principais destinos turísticos do país.

De acordo com a superintendente de Marketing Turístico da Secult, Fernanda Fonseca, a participação da Secretaria nessa iniciativa representa uma ótima oportunidade para que gestores, profissionais e todos aqueles ligados às atividades turísticas na região possam refletir e trocar experiências sobre ações de retomada propostas. Para Fernanda, o Reviva Turismo pode auxiliar iniciativas que promovam os destinos, bem como as diferentes necessidades e a estruturação de cada município.

“O Reviva Turismo está baseado em eixos que demonstram a preocupação com a retomada segura das atividades turísticas no estado. Planejar e executar essas ações, tendo como guia o programa da Secult, é uma garantia para gestores e profissionais do setor possam promover seus produtos, destinos e outros atrativos de maneira eficiente. Para além de apresentar as vantagens dessa iniciativa, estamos ampliando o diálogo com o trade para fortalecer toda a cadeia turística de Minas Gerais”, destaca. 

A presença da Secult na ação também reforça as potencialidades IGR Circuito das Águas, como o turismo de experiência, que destaca atrativos que potencializam a oferta turística da IGR. A equipe técnica da Secult tem visitado, ao lado dos participantes da ação, diferentes locais com o intuito de auxiliar operadores a estruturar seus produtos, além de fomentar o mercado e as possíveis ações de marketing de destino.

Fonte: https://www.secult.mg.gov.br/

Economia

Prêmio Ernesto Illy tem inscrições abertas para 31ª edição

A mais tradicional iniciativa de valorização da produção de cafés de qualidade sustentável no Brasil aguarda os protagonistas da próxima edição. O 31º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para ‘Espresso’ abriu inscrições e recebe amostras até 10 de setembro de 2021.

Para o Prêmio Ernesto Illy – Nacional, serão selecionados 40 produtores finalistas, que concorrerão aos seis primeiros lugares. Desses seis, os três primeiros se classificarão para participar do 7º Prêmio Ernesto Illy Internacional em 2022, além de ganhar prêmios em dinheiro e diplomas.

O Prêmio Ernesto Illy – Regional terá até dois cafeicultores premiados em cada um dos 10 Estados/Regiões, sendo: Minas Gerais (subdividido em Cerrado Mineiro, Chapada de Minas, Matas de Minas e Sul de Minas); São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e as regiões Centro-Oeste, Sul e Norte/Nordeste. Todos os vencedores e finalistas receberão prêmios em dinheiro e diplomas.

O regulamento e a ficha de inscrição para o 31º Prêmio estão disponíveis no site do Clube illy do Café. O cafeicultor deverá inscrever apenas uma amostra de café Arábica. Se a propriedade rural possuir mais de um sócio, as amostras deverão ser inscritas em nome do sócio responsável na receita estadual.   

Os melhores cafés serão selecionados por uma comissão julgadora, com especialistas da Experimental Agrícola do Brasil/illycaffè. As análises serão feitas pela classificação do café quanto ao aspecto, seca, cor, tipo, peneiras, teor de umidade, torração e pela qualidade da bebida, inclusive com degustação para espresso. Durante o período de inscrição, o produtor poderá vender o lote inscrito e aprovado para a Experimental Agrícola do Brasil/illycaffè desde que a mesma demonstre interesse, conforme suas normas de compra, também informadas no site do Clube illy.

Serviço – 31° Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso

Inscrições: Até 10/09/2021

Divulgação dos 40 finalistas: Novembro de 2021

Revelação dos vencedores e entrega dos prêmios aos finalistas: Abril de 2022

Informaçõeshttps://clubeilly.com.br/premiacoes/premio-ernesto-illy/sobre-o-premio/

Regulamento: https://clubeilly.com.br/premiacoes/premio-ernesto-illy/regulamento-30o-premio/ (em texto e arquivo PDF)

Endereço para envio da amostra e inscrição:

Experimental Agrícola do Brasil Ltda

Rua Dr. Nicolau de Souza Queiroz, 518 – Vila Mariana

CEP 04105-001 – São Paulo/SP – e-mail: compras@illy.com

Sobre a illycaffè
A illycaffè (http://illy.com.br/) é uma empresa familiar italiana, fundada em Trieste em 1933, comprometida em oferecer o melhor café do mundo. É a marca de café mais global, produzindo um único blend de café espresso 100% arábica, com grãos provenientes de 9 países fornecedores, sendo o Brasil o principal. São consumidas mais de 8 milhões de xícaras de café illy por dia, em cafeterias, restaurantes, hotéis, escritórios e residências de mais de 140 países. Como resultado de suas inovações, a illycaffè contribui para o progresso da tecnologia do café em nível global. Ao promover o primeiro Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, no Brasil em 1991, também foi pioneira na compra direta dos fornecedores, compartilhando know-how e pagando preços acima do mercado para quem atinge seus padrões de qualidade, em parcerias alicerçadas pelos princípios do desenvolvimento sustentável.

Desde 2016, com o Prêmio Internacional Ernesto Illy, a empresa homenageia os cafeicultores de todo o mundo que, segundo ela, têm produzido o melhor café sustentável. Desde 2013, a empresa está na lista das Empresas Mais Éticas do Mundo. Em 2019, reforçou o compromisso de perseguir um modelo de negócio sustentável integrando o interesse das pessoas com o meio ambiente, adotando o estatuto de Società Benefit.

Em 2021, a illycaffè foi a primeira empresa italiana do setor cafeeiro a obter a certificação internacional B Corp como resultado do seu compromisso de cumprir os mais elevados padrões de desempenho social e ambiental. Com o objetivo de difundir a cultura do café, fundou a Università del Caffè, um centro educacional de excelência que oferece treinamento teórico e prático em todos os aspectos do café para cafeicultores, baristas, equipes de lojas de café e amantes da bebida. Tudo que é “made in illy” é realçado pela beleza e a arte, representando os valores fundamentais da marca, a começar pelo seu logo, como são as mais de 100 xícaras da renomada illy Art Collection, desenhadas por artistas internacionais.

Em 2020, a illycaffè empregava 1.291 pessoas globalmente, quando registrou receitas consolidadas de 446,5 milhões de euros. Em 2021, a Rhône Capital tornou-se acionista da illycaffè com uma participação minoritária para apoiar a empresa em seu crescimento internacional. Há 261 lojas illy de marca única em mais de 40 países pelo mundo.

Fonte: portalcaparao.com.br

Economia

Empreender após 40 – maturidade é o sucesso do negócio

A máxima de que a vida começa, ou até mesmo recomeça, aos 40 anos está presente na vida de muitos empreendedores no Brasil. Com muito vigor físico e força de vontade para abraçar o mundo, a idade média do empreendedor brasileiro é de 44,7 anos, segundo dados do Sebrae.

Quarentei, e agora? Qualquer iniciativa empreendedora com maior maturidade pessoal e profissional, pode ter mais chances de dar certo. Depois que Raymond Alexander Kroc comprou o McDonald’s após os 40 e o fundador do KFC, começou sua própria rede de fast food aos 65 anos, o céu é o limite!

A pessoa com mais de 40 anos traz consigo a bagagem da experiência do passado que se torna um diferencial para ajudar a traçar seu caminho e distinguir o que é melhor ou não para o futuro e o sucesso dos negócios.

Com a idade, é possível ter mais empatia e ter um olhar mais crítico do funcionamento de determinados setores dentro da empresa.

Um dos principais motivos que levam as pessoas a empreender após os 40 anos é a falta de oportunidades no mercado de trabalho tradicional, que oferece menos vagas para pessoas a partir dessa faixa etária.

Outro motivo é que muitas vezes já construímos nosso patrimônio após anos de trabalho, o que nos permite arriscar sem medo das consequências.

Seja qual for o seu motivo para começar o seu negócio, saiba que investir em uma franquia tem muitas vantagens para empreendedores.

Com determinação, empenho e planejamento, muitos empreendedores transformaram sonhos em realidade e hoje são donos do próprio negócio. Segue abaixo um exemplo positivo de empreendedora que começou seu negócio após os 40 anos:

TRATABEM

Trabalhando como funcionária pública federal na área de educação desde 2006, Lina Maria Soares, de 40 anos e natural da cidade de Capitólio em Minas Gerais, decidiu que era a hora de investir em um negócio próprio junto de seu esposo. Com seu antigo trabalhado sendo localizado em outro município, a duas horas de distância de sua casa, a mineira enxergou que era o momento de seguir seu sonho de empreendedora. Conheceu a franquia TRATABEM na Feira do Empreendedor, em São Paulo, e, após alguns meses, inaugurou no dia 01/05 a mais nova unidade da franquia em Capitólio, uma região turística do estado mineiro.

Informações à imprensa
DFreire Comunicação e Negócios
www.dfreire.com.br – (21)9.9899-1400 / (11)5105-7171

Economia

Entrega de certificado Rainforest Alliance para produtores da Zona da Mata mineira

No dia 30 de julho, aconteceu na fazenda cachoeirinha – córrego Cachoeirinha – em Santa Margarida-MG, na propriedade do Engenheiro Agrônomo Tadeu Vieira Otoni, a reunião para entrega do Certificado de Grupo Certficafé – Senar ATeG Matas de Minas em conformidade com o padrão Rainforest Alliance.

“A entrega dos certificados aos produtores membros do grupo eternizou a realização de um sonho! Foi um momento incrível que guardarei para sempre na memória, pois foi conquista inédita. E todo este ineditismo deve-se ao comprometimento dos produtores que abraçaram a ideia e trabalharam com muita dedicação e afinco! Além disso, parabenizo em especial o supervisor Daniel do ATeG nas Matas de Minas e o Senar Minas, que acolheram o projeto da CertifiCafé e aproximou-nos dos produtores Rogério, Tadeu, Dulcineia Prado, Jéssica, Selma, Sebastião Brinate e Gilson, os verdadeiros protagonistas desta história! A conquista da certificação veio para coroar o sonho de visibilidade internacional para o pequeno produtor. O inimaginável aos olhos de muitos hoje tornou-se realidade. Atualmente tudo é possível através da tecnologia, os micro produtores estão no limiar da certificação internacional”, conta Mauro Júnior.

Grupo Certificafé – Leonardo – Luciano e Mauro Júnior

A certificação trouxe organização, visibilidade e competitividade diante de um mercado exigente e que se moderniza a cada dia. A qualidade do café, segurança em todas as atividades da cultura, redução de custo, sustentabilidade e a melhoria do preço de venda que os produtores recebem devido à certificação. Todos se sentem orgulhosos e felizes com os resultados, um passo louvável rumo à excelência na produção de cafés especiais e no avanço dos processos produtivos da propriedade.

A certificação em grupo e a parceria com a Certificafé trouxe muita energia para o processo, tornando-o muito desafiador e ao mesmo tempo agradável e consistente.

Tadeu Vieira Otoni – Engenheiro Agrônomo – Fazenda Cachoeirinha – Santa Margarida – MG

Além da certificação da propriedade Fazenda Cachoeirinha, foram certificadas mais duas propriedades através do SENAR, Sítio Nova Floresta e Fazenda Braúna, uma tripla satisfação para Tadeu Otoni!

Essa Certificação Internacional está abrindo inúmeras possibilidades além de uma enorme visibilidade dos cafés da região no mercado!

Em suma, pode-se concluir que a tecnologia vem avançando cada dia mais. Transformando os produtores rurais e trazendo novas possibilidades. Essa é a base de uma nova história!

Gilson Gomes Clemente – Fazenda Braúna – Santa Margarida – MG

Rogério Dutra – Sítio Nova Floresta – Santa Margarida – MG

Selma – Fazenda Gruta da Liberdade – Divino – MG
Daniel Prado – Supervisor do ATeG nas Matas de Minas – SENAR / Dulcineia Prado, Café Dulce Marias – Sítio Fortaleza – Luisburgo – MG

Sebastião Vinicius Brinate – Sítio Empoçado – Caparaó – MG

Jéssica Conceição do Carmo – Sítio Jasminum – Mutum – MG

Rainforest Alliance: É uma organização internacional sem fins lucrativos que trabalha em mais de 70 países na interseção de negócios, agricultura e florestas. No Brasil, tem mais de 600 parceiros certificados, principalmente nas lavouras de café, cacau, laranja e outras frutas.

O selo RainforestAlliance Certified™ identifica o café cultivado em propriedades que seguem rigorosos padrões sociais e ambientais. Ao adquirir produtos com esse selo, você contribui para a melhoria na qualidade de vida dos trabalhadores, dos produtores rurais e de suas famílias.