Category Archives: Notícias

Cultura

Orquestra Ouro Preto e Alceu Valença apresentam Valencianas em Paracatu

Patrocinado pela Kinross Paracatu, concerto recebe público presencial em 20 de outubro, nas comemorações do aniversário de 223 anos da cidade mineira

A cidade Paracatu (MG) será palco do reencontro da musicalidade mineira da Orquestra Ouro Preto com a poesia e a arte pernambucana de Alceu Valença. Para comemorar o aniversário de 223 anos da cidade, será apresentado o concerto “Valencianas” dia 20 de outubro, quarta-feira, às 19h30, no Jóquei Clube. Com patrocínio da Kinross Paracatu, o concerto recebe o público presencial, seguindo todos os protocolos de saúde e segurança sanitária. Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados no site/aplicativo Sympla.

Sob a regência e direção musical do Maestro Rodrigo Toffolo, direção de cena de Paulo Rogério Lage e arranjos de Mateus Freire, o repertório revive clássicos do cancioneiro de Alceu emoldurados pela música de concerto. Entre os destaques estão “Anunciação”, “Tomara”, “La Belle de Jour” e muitos outros sucessos que integram os dois volumes do projeto aclamado pelo público e pela crítica, “Valencianas”.

Gravado em CD e DVD, “Valencianas” apresenta um recorte na biografia musical de Alceu Valença, que em 2012, teve, pela primeira vez, suas canções adaptadas para a música de concerto pela Orquestra Ouro Preto. Em 2015, o espetáculo foi consagrado com o Prêmio da Música Brasileira na categoria Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. Em 2020, o projeto ganhou um segundo volume, gravado em Portugal. A partir de Valencianas, a música de Alceu Valença estabeleceu um diálogo definitivo com a música de concerto e expandiu ainda mais seu alcance e suas possibilidades.

O Maestro Rodrigo Toffolo comemora o retorno aos palcos acompanhado de Alceu Valença. “Estamos muito felizes de poder voltar aos palcos, com toda a segurança para o público, músicos e equipe, neste reencontro mais que especial com o talento gigantesco de Alceu Valença. “Valencianas” é um projeto lindo, no qual tenho muito carinho e será uma alegria comemorar o aniversário da cidade de Paracatu ao lado da voz inconfundível desse ícone da música brasileira que é Alceu”, afirma Toffolo.

Para Ana Cunha, Diretora de Relações Governamentais e Responsabilidade Social da Kinross Paracatu, “é uma grande alegria poder retomar os shows com público presente, ainda mais com esse espetáculo tão esperado por nós. Elaboramos todo um protocolo pra garantir a segurança de todos e estamos com o coração bobo de tanta expectativa.”

SOBRE A ORQUESTRA OURO PRETO

Uma das mais prestigiadas formações orquestrais do país, a Orquestra Ouro Preto completa 21 anos de atividades e se reafirma como uma orquestra de vanguarda. Sob a regência e direção artística do Maestro Rodrigo Toffolo, o grupo se dedica à formação de diferentes públicos, com extensa programação nas principais salas de concerto no Brasil e no mundo, além de se destacar no número de visualizações e ouvintes das plataformas de streaming e redes sociais. Sob os signos da excelência e versatilidade atua também em projetos sociais e educacionais que vão muito além da música, como o Núcleo de Apoio a Bandas e a Academia Orquestra Ouro Preto. Premiado nacionalmente, o grupo tem 12 trabalhos registrados em CD, 7 DVDs. Foi vencedora do Prêmio da Música Brasileira em 2015, na categoria “Melhor Álbum de MPB”, e indicada ao Grammy Latino 2007, como “Melhor Disco Instrumental”, por Latinidade. Os discos “Latinidade – Música para as Américas”, “Antônio Vivaldi – Concerto para Cordas”, “The Little Prince” e “Orquestra Ouro Preto e Desvio – Ritmos Brasileiros” têm distribuição mundial pela gravadora Naxos, a mais importante do mundo dedicada à música de concerto.

SOBRE A KINROSS PARACATU

A Kinross atua nas atividades de pesquisa e desenvolvimento mineral, mineração, beneficiamento e comercialização de ouro. É uma das maiores produtoras de ouro do Brasil, responsável por 22% da produção nacional. Com operação na mina Morro do Ouro, em Paracatu, noroeste de Minas Gerais, e escritório em Belo Horizonte, a empresa integra a Kinross Gold Corporation, grupo canadense com presença nas Américas do Sul e do Norte, África e Eurásia. A Kinross responde por cerca de 22% dos postos de trabalho formais do município. São cerca de 4.700 empregados entre próprios, contratados, estagiários e aprendizes. Além de ser a principal geradora de impostos e grande fomentadora de outros negócios em Paracatu, a Kinross investe em iniciativas que contribuem para o desenvolvimento do território e é certificada por normas nacionais e internacionais ligadas à saúde, segurança, gestão ambiental e responsabilidade social.

SERVIÇO
Orquestra Ouro Preto e Alceu Valença – Valencianas
Dia: 20 de outubro de 2021, quarta-feira, 19h30
Local: Jóquei Clube (Rua Almir Alaor Porto Adjuto, s/n, Paracatu/MG)
Ingressos gratuitos: Devem ser retirados no Sympla (www.sympla.com.br)
Informações: https://www.orquestraouropreto.com.br

Esporte

Abertas as inscrições para o torneio de férias de futebol de Congonhas

Estão abertas as inscrições para o torneio de férias de futebol de Congonhas. Esse ano, excepcionalmente, a competição será disputada nos meses de novembro e dezembro.

Os interessados em inscrever suas agremiações devem baixar a ficha de inscrição no site da Prefeitura Municipal ou no Instagram da Secretaria de Esporte e Lazer. A ficha deverá conter as informações da equipe, responsável e atletas, devidamente digitadas, além das assinaturas dos atletas e deverá ser entregue até o dia 3 de novembro na própria SEL. O torneio terá início no dia 8 de novembro.

Categoria Masculina:

– O que levar: Ficha de inscrição digitada e preenchida com no mínimo 8 e no máximo 14 atletas (as equipes poderão acrescentar os demais atletas até a segunda partida da equipe na competição).

– Valor da inscrição: R$200,00 (duzentos reais) em dinheiro, além do cheque caução no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) – todos os valores são convertidos em premiação para as equipes, conforme consta no regulamento.

– Não há limite para participação de equipes e atletas de outras cidades. 

 Categoria Feminina:
– O que levar: Ficha de inscrição digitada e preenchida com no mínimo 8 e no máximo 14 atletas (as equipes poderão acrescentar os demais atletas até a segunda partida da equipe na competição). 

– A inscrição na Categoria feminina é gratuita. Não há limite para participação de equipes e atletas de outras cidades. 

– A competição não ocorrerá caso não tenha o número mínimo de 4 equipes inscritas.

Outras informações podem ser obtidas na Secretaria de Esporte e Lazer, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h ou pelo telefone 3731-4374.

Fonte: https://fatoreal.com.br/

Esporte

Ultramaratona em Resende Costa vai desafiar os limites de corredores. Inscrições abertas!

Estão abertas as inscrições para a RTR Ultra Trail, competição de corrida em trilha que será realizada no próximo dia 31 de outubro, no município de Resende Costa.

Os participantes vão desafiar seus limites em um percurso de ultramaratona, com 54 km de distância, passando por trechos de estrada de terra e trilhas. Além da ultra, haverá opções de trajetos menores, com 20 km e 10 km.

O evento será realizado no Sítio Água Limpa, na zona rural do município. As largadas serão às 6h30 para os 54 km, 7h para os 20 km e 7h30 para os 10 km.

A premiação contará com medalha de participação para todos que concluírem a prova, além de troféu para os 5 primeiros no geral masculino e feminino e os 3 primeiros de cada faixa etária.

A inscrições e regulamento pelo site da cronochip, ou diretamente pelo link https://www.inscricaodecorrida.com.br/evento/33

Mais informações com os organizadores: (32)9.9989-8869 Luiz / (32)9.9976-0688 Wanderson

Fonte: https://barrosoemdia.com.br/

Entrevistas

Está no ar o Resenha Podcast!

Novo podcast de Congonhas garante um bate-papo leve e descontraído com as grandes personalidades da região

Daniel Silva e Jean Carlo, a dupla de profissionais referência em fotografia e videoarte da Cidade dos Profetas não fica parada quando o assunto é inovação. Agora, em novo projeto, levam ao ar o Resenha PodCast, com o formato de entrevista consagrado no Brasil e no mundo, mas com um diferencial: a irreverência dos anfitriões e a experiência de ambos em mais de 10 anos trabalhando nos tradicionais eventos e com os grandes nomes locais.

Lançado a pouco mais de um mês, o projeto já recebeu grandes nomes como o cantor Rick Mendes, o ex-prefeito de Congonhas Zelinho de Freitas, o humorista Dalmar e o pesquisador André Candreva.

Daniel Silva, um dos anfitriões, é fotógrafo e proprietário do Estúdio Daniel Silva, que completa, em 2022, uma década em funcionamento. Já atuou como fotógrafo oficial da Prefeitura de Congonhas, realizou centenas de ensaios infantis, gestantes, casamentos, e dos mais diversos temas. Possui também o projeto Resenha Fotográfica, no qual compartilha todo conhecimento adquirido durante a carreira.

“Descobri nos últimos anos uma nova paixão, a comunicação. Isso que fez o Resenha Podcast ganhar vida. Fui influenciado pela minha curiosidade em me inteirar de diversos assuntos, gostar de aprender e principalmente por acompanhar sempre dois podcasts de sucesso nacional, o Flow Podcast e Podpah. Nosso objetivo com o Resenha é proporcionar um momento leve e descontraído, como uma conversa de amigos, seja naquele bate-papo de bar ou num cafezinho com um “dedin” de prosa, como bons mineiros que somos! (rs)”, explica Daniel.

Já Jean Carlo é o responsável pelo processo criativo, também anfitrião ao lado de Daniel Silva, atua na produção do podcast e foi quem criou a logomarca e as vinhetas do programa. Profissional na área de vídeos há mais de 8 anos, sua empresa, a DNA Films, possui experiência em diversos trabalhos institucionais, videoclipes, casamentos e eventos em geral.  Foi pioneiro na realização de lives em Congonhas e um dos primeiros de toda a região.

O Resenha Podcast vai ao ar toda a semana, sendo transmitido pelos canais no Facebook (facebook.com/podcastresenha) e Twitch (twitch.tv/podcastresenha). Possui também uma página no Instagram (instagram.com/resenhapodcastoficial), com cortes dos melhores momentos das entrevistas e a divulgação dos convidados. Com exibição ao vivo, durante os episódios o público pode participar com perguntas, comentários ou mensagens pelos canais oficiais. “Sem dúvidas estamos em uma das cidades com maior potencial cultural de Minas, com dezenas de talentos ligados a diversas áreas como a música, teatro, artes visuais, além de grandes personalidades políticas e empreendedores dos mais diversos ramos. Prova disso é que temos vários congonhenses de grande destaque regional, no estado e até nacionalmente. Por aqui, vamos trazer pessoas assim, que são referências naquilo que fazem ou no que conquistaram, seja contando a sua história ou deixando uma mensagem de inspiração para as pessoas também fazerem algo extraordinário das suas vidas. Resenha Podcast, mais um plano que sai do papel!”, conclui Daniel Silva.

Fonte: Janice Silva

Turismo & Lazer

Turismo em Minas Gerais movimenta bilhões na economia e quadruplica crescimento em número de empregos

Estado se consolida como principal destino turístico do país, com fluxo de turistas maior que em período anterior à pandemia. Dados foram gerados nos três primeiros meses do programa Reviva Turismo, lançado em maio pela Secult

15 10 2021 miniturismo
Imagem: Acervo Secult 

O período de pandemia fez com que revíssemos uma série de conceitos, hábitos e, porque não, de valores e costumes. Em vários setores da vida, já é possível perceber claramente essas mudanças. O ato de viajar e o que as pessoas procuram ao fazer turismo são exemplos disso. Antes colocada como tendência, a fruição ao ar livre, assim como os deslocamentos mais próximos, além da escolha por um lugar mais acolhedor e seguro neste momento, se tornaram a nova realidade do ir e vir do ser humano pelo planeta, por um período presente e futuro que ainda está para ser identificado. É neste cenário que Minas Gerais vem se destacando, com números substanciais que indicam o crescimento do turismo no estado, colocando-o como o principal destino brasileiro em 2021.

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) lançou, em maio deste ano, quando o setor do turismo começou a dar sinais de retomada gradual com o avanço da vacinação no Brasil, o programa Reviva Turismo, voltado a identificar tendências e promover o estado, seguindo os protocolos de biossegurança. Desde que ele foi colocado em prática, o fluxo turístico em Minas Gerais identificou uma movimentação de mais de 6 milhões de pessoas, garantindo números maiores inclusive que o período anterior à pandemia. Pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por exemplo, uma das portas de entrada para o estado, em agosto de 2019, período pré-pandemia, passaram cerca de 570 mil pessoas. Já em agosto de 2021, o fluxo supera 670 mil turistas, ou seja, mais de 100 mil novos viajantes pelo estado.

O novo relatório divulgado pelo Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG) registra que, em agosto de 2021, mais de 2 milhões de viajantes circularam pelo estado. Segundo dados da última Pesquisa de Demanda realizada pelo Estado, em 2016, visto que ainda não há uma medição mais atualizada deste viés até então, a média de gasto de um turista em Minas Gerais é de cerca de R$ 105 por dia. A média de permanência do viajante no estado é de aproximadamente 6 dias, o que dá o valor R$ 630 por turista. Ao multiplicarmos 2 milhões de pessoas por R$ 630, chegamos ao montante de R$ 1,26 bilhão injetados na economia mineira por mês desde maio de 2021. Em três meses, desde o lançamento do Reviva Turismo, esse número chega a R$ 3,78 bilhões.

No que diz respeito ao movimento de empregos no setor do turismo em Minas Gerais, que vinha registrando quedas até o mês de maio, a partir de junho, com a recuperação exponencial que o setor vem passando, já houve registro de mais de 12 mil novas vagas preenchidas no acumulado. Somente no último mês de agosto foram registrados mais de 5 mil postos de trabalho ocupados no setor do turismo no estado. O programa Reviva Turismo colocou como meta o aumento de 100 mil empregos na área em 15 meses. Em três, o estado já alcançou, portanto, 12% desse montante.

Minas conquista o imaginário coletivo
O contexto promissor vivido por Minas Gerais no momento é comprovado também pelos papéis de destaque que o estado vem desempenhando nas mais variadas vertentes relacionadas ao turismo.  A tradição, a cultura, a cozinha e o jeito único de seu povo fazem de Minas um dos dez destinos mais acolhedores do mundo, segundo o ranking global da premiação Travellers Review Awards 2021, da plataforma de reservas online Booking.com. Esta é a primeira vez que uma localidade brasileira está presente na lista das Regiões Mais Acolhedoras no Mundo.

De acordo com a mesma premiação da Booking.com, Minas Gerais também abriga três das 10 regiões mais acolhedoras do Brasil. Pela lista divulgada neste ano pela plataforma, Monte Verde, no Sul de Minas, aparece em segundo lugar. Já Lavras Novas, distrito de Ouro Preto, na região central, está na sétima posição. Quem fecha o rol dos locais mais acolhedores do país, no 10º lugar, é a Serra do Cipó, compreendida pelo município de Santana do Riacho, também na região central de Minas Gerais. 

Já São Bartolomeu, distrito de Ouro Preto de 730 habitantes banhado pelo Rio das Velhas, é um dos três destinos brasileiros selecionados pelo Ministério do Turismo (MTur) para representar o Brasil no concurso “Melhores Vilas Turísticas do Mundo”, promovido pela Organização Mundial do Turismo (OMT), agência das Nações Unidas.

As sucessivas conquistas do estado em notoriedade são também reflexo das campanhas “Minas para Minas”, “Minas para o Brasil” e “Minas para o Mundo”, desenvolvidas pela Secult no âmbito do Reviva Turismo. “Minas para Minas”, que teve início há cerca de um ano, relaciona-se ao turismo de proximidade, e ofereceu o destino Minas Gerais para os próprios mineiros, para que estes possam se reconhecer, visitar e resgatar o seu amor pelo estado, exaltando o sentimento de pertencimento do mineiro. A segunda etapa é a “Minas para o Brasil”, fase atual, que conta com ações de promoção e comercialização do destino Minas Gerais nos modelo B2B e B2C, como, por exemplo, parcerias com operadoras e agências para oferecimento de pacotes para todo o Brasil, ações de audiovisual e turismo autoguiado. As ações conjuntas com operadoras e agências brasileiras têm efeito internacional, abrindo a nova fase que será a campanha “Minas para o Mundo”.

Mas o reconhecimento das potências do estado não para por aí. Um dos seus maiores cartões de visita, a singular Cozinha Mineira, ganha os holofotes com a recente conquista no concurso internacional “Mondial du Fromage et des Produits Laitiers”, promovido na França. Produtores mineiros ganharam 40 medalhas das 57 faturadas pelo Brasil, liderando o ranking brasileiro na premiação. Além do alto número de prêmios no quadro geral, Minas Gerais levou quatro das cinco medalhas Super Ouro, que são as mais cobiçadas e mais raras, revelando a força e o vigor da cozinha mineira, o cuidado e a excelência de nossos produtos artesanais.

Minas Gerais é também o maior produtor de café do Brasil, sendo responsável por aproximadamente 54,3% da safra nacional, colocando o país como maior produtor e exportador do grão no mundo, de acordo com dados do Observatório do Café, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). No estado, são 463 municípios produtores de café em uma área cultivada de 1,2 milhão de hectares (dados do mapeamento do parque cafeeiro mineiro de 2018). A macrorregião Norte e Vales do Jequitinhonha e Mucuri possuem 77 municípios produtores e uma área plantada de 37,8 mil hectares. Já o Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Nordeste somam 51 municípios e uma área cafeeira de 211,9 mil hectares. Na Zona da Mata mineira, Vale do Rio Doce e região Central são 181 municípios e uma área cultivada de 322 mil hectares. As regiões Sul e Centro-Oeste, juntas, possuem a maior área. São 649,9 mil hectares plantados em 154 municípios.

Já os azeites mineiros também ganharam evidência em setembro, durante o Brazil International Olive Oil Competition 2021, concurso que reuniu produtos de países da América Sul, da América do Norte e da Europa. Foram premiados azeites de Baependi e de Andrelândia, enquanto os produtos da Serra da Mantiqueira já vêm conquistando paladares há alguns anos em premiações internacionais.

Crédito facilitado para setores de turismo e eventos
O Governo de Minas, por meio de parceria entre a Secult e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), dentro do eixo de Infraestrutura do Programa Reviva Turismo, está oferecendo linhas de crédito especiais para os setores de turismo e eventos. O BDMG reduziu para 5% ao ano + SELIC a taxa para micro e pequenas empresas de Minas Gerais interessadas em obter crédito por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). O movimento beneficia os setores ligados a turismo e eventos e diferencia o banco da concorrência, uma vez que as demais instituições financeiras do mercado estão praticando uma taxa de 6% ao ano + SELIC.

O crédito da linha Pronampe pode ser aplicado em capital de giro ou em investimentos, com prazo total de 48 meses para pagar e 11 meses de carência. Além da menor taxa de juros, há outros diferenciais em relação ao restante do mercado: as empresas com participação feminina no capital social maior ou igual a 50%, há pelo menos seis meses, e as empresas da cadeia do turismo, eventos, bares e restaurantes, contam com Tarifa de Abertura e Acompanhamento de Crédito (TAAC) reduzida.

Além dessa importante iniciativa, Minas Gerais comemora o crescimento constante dos contratos assinados por meio do Fundo Geral do Turismo (Fungetur). No país, entre 2020 e 2021, 6.385 contratos foram firmados no Fundo, e o estado ocupa a segunda posição com a maior quantidade de contratos, somando 1.113 entre janeiro de 2020 e outubro de 2021. Esse indicador positivo da economia do turismo em Minas é também reflexo das ações do programa Reviva Turismo para estimular o setor. O Fungetur é uma linha de financiamento com recursos do Ministério do Turismo (MTur) destinada, preferencialmente, aos segmentos de micro, pequenas e médias empresas. O aumento desse índice representa giro mais estável na economia do turismo, uma vez que é possível ampliar a capitalização de empresas ligadas ao setor, garantindo a seu funcionamento, a realização de obras de infraestrutura turística, além de manutenção de empregos no estado.

Minas para o Mundo
Para consolidar a internacionalização de Minas Gerais, a Secult já percorreu os primeiros passos com a abertura de uma representação do estado em Portugal, tornando Minas o primeiro estado brasileiro a ter este tipo de ação no exterior. A estratégia integra campanha “Minas para o Mundo”, mais uma ação do Programa Reviva Turismo. O ponto de partida para promover o destino Minas Gerais em terras estrangeiras começa com o projeto Via Liberdade, rota turística e cultural que irá se estender pela BR 040, ligando as belezas, as histórias, a cultura e a arte de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal. Além de comemorar o bicentenário de independência do Brasil, o projeto celebra os 100 anos da Semana de Arte Moderna, em 2022.

A intenção de levar a cozinha mineira para o mundo foi enfatizada na última quarta-feira, quando o secretário Leônidas Oliveira e a subsecretária de Turismo, Milena Pedrosa, estiveram na Assembleia Legislativa, a convite do presidente da Comissão de Turismo da Casa, o deputado Mauro Tramonte, e o Corpo Consular no Estado, além de outras entidades ligadas ao turismo e à gastronomia, para traçar estratégias de promoção da nossa culinária inicialmente na Europa e nas Américas, para depois ganhar contornos para o restante do mundo. Um evento está previsto para Portugal no início de novembro, para dar o pontapé inicial nesta ação.

Edital Reviva Turismo vai ajudar a promover Minas como destino
Em iniciativa inédita no estado e pioneira no Brasil, a Secult também lançou o Edital Reviva Turismo para fomentar o turismo mineiro. Orçado em R$ 10 milhões, o edital representa ainda o fortalecimento das parcerias do Governo de Minas com o setor privado na estruturação e promoção conjunta da marca Minas como destino. O objetivo é realizar investimentos de marketing para divulgar e promover o potencial turístico de Minas Gerais, o aumento do número de visitantes ao estado e gerar, assim, mais empregos, renda e desenvolvimento socioeconômico.

O edital, que terá o período de inscrições entre 25 de outubro e 8 de novembro deste ano, prevê o investimento em 60 projetos, sendo 20 de apoio à comercialização (R$ 80 mil para cada) e outros 40 projetos de promoção (R$ 210 mil para cada). Dentre as ações de apoio à comercialização, a expectativa é sejam criadas ações como famtours; encontros de negócios; treinamentos e elaboração de roteiros turísticos em conjunto para operadores e agentes de viagens; além da criação, produção e divulgação online, seguindo a tendência de compra do turista.

Já dentre as ações de promoção de destinos e produtos turísticos as ações são: criação, produção e divulgação online de materiais digitais, conteúdos promocionais para redes sociais, sites ou blogs, press trips, ações de publicidade ou propaganda exclusivamente online; produção e aquisição de fotos e vídeos, de alta qualidade, para fins de promoção do destino ou produto turístico.

Os proponentes deverão ser organizações sociais que trabalham com turismo e possuam produtos turísticos já estruturados. Todos os projetos devem atuar com produtos turísticos mineiros com foco no turismo cultural, turismo de natureza, turismo de aventura, turismo gastronômico, turismo rural, turismo de negócios e eventos e cicloturismo.

Acesse o Edital e seus anexos AQUI.

Saúde

A importância da mudança de hábitos alimentares

A obesidade é uma doença crônica cujo avanço tem ocorrido de forma acelerado em todo o mundo nos últimos anos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma ser um dos problemas mais graves de saúde enfrentados atualmente, apresentando uma estimativa mundial para 2025 mundial de 2,3 bilhões de adultos que estejam acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade, ou seja, com um índice de massa corporal (IMC) acima de 30.

As Diretrizes Brasileiras de Obesidade (2016) associam essa realidade com o aumento nas últimas décadas do consumo de alimentos de alta densidade calórica, alta palatabilidade, baixo poder de saciedade e de fácil absorção e digestão, e, portanto, favorecendo o desequilíbrio energético. Esses hábitos sociocomportamentais da população são decorrentes da diminuição de refeições feitas em casa e de práticas alimentares compostas de fast food que influenciam no aparecimento de obesidade.

Além disso, outros aspectos são relacionados com essa manifestação, como a associação de fatores psicológicos e práticas alimentares que reforçam a necessidade de levar em consideração as emoções/vivências dos pacientes com raízes em diferentes contextos socioculturais e assim recomendar mudanças de hábitos.

As mudanças de novos hábitos alimentares mudam a nossa disposição no dia a dia, consequentemente temos uma melhora da nossa saúde física e mental.

Vamos começar a ter novos hábitos? Montei uma lista com 8 passos para vocês.

  • Beber mais água

A água é importante para a hidratação e o bom funcionamento do nosso corpo.
Beba água frequentemente (pelo menos 2 litros por dia), especialmente nos intervalos das refeições para manter seu organismo hidratado.

  • Exercício Físico

A prática de exercícios físicos diariamente é muito importante, pois isso auxilia na manutenção da saúde e na prevenção de doenças. É recomendado no mínimo 30 minutos por dia, nem que seja uma caminhada leve até uma corridinha.

  • Alimentos in Natura

Dê preferência aos alimentos naturais e frescos, evitando os industrializados (sucos artificiais, embutidos, maionese, enlatados e outros).
Tente colorir o máximo o seu prato com alimentos naturalmente coloridos. Estes alimentos são ricos em vitaminas e minerais diversificados.

  • Comer em ambiente calmo

Encontre oportunidades para que a família se reúna na hora da refeição e evite comer em frente à televisão, computador ou usando o celular, você perde a noção de quantidade de alimento que está consumindo.

  • Mastigação correta

Coma devagar e mastigue bem os alimentos. Este é o segredo para saborear melhor os alimentos, para sentir-se satisfeito e ter uma boa digestão.

  • Planejamento alimentar

Crie uma rotina alimentar! Faça pelo menos 3 grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar) e pelo menos 2 lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições! Se necessário, prepare pequenas refeições ou lanches para levar ao trabalho, escola, faculdade, isto te ajuda a escolher alimentos saudáveis para ingerir.

  • Evitar beliscar entre as refeições

Isto atrapalha o apetite e a rotina alimentar.
Evite balas, refrigerantes (inclusive diet, zero e light), sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas e outras guloseimas.

  • Desenvolva suas habilidades culinárias.

Coloque a mão na massa, aprenda e compartilhe receitas. Fazer parte da produção de seu alimento é muito gratificante e te ajuda a ter mais consciência do que está consumindo.

E aí, gostaram das dicas?

Leila Vilela Graduada em Nutrição pelo Centro Universitário Presidente Antônio Carlos – UNIPAC
Contato: (32)9.9982-728 
Instagram: @nutrileilavilela

Referências Bibliográficas:

  • Lima JAO, Oliveira FM, Pinheiro WB. A dietoterapia e a importância da reeducação alimentar como promoção da saúde para indivíduos obesos: uma revisão de literatura. 2020.
  • BRASIL, Ministério da Saúde. Diretrizes Brasileiras de Obesidade. 2016.
  • Waitzberg DL. Nutrição Oral, Enteral e Parenteral na Prática Clínica.5 ª Ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 2017.
  • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2. ed., Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

Educação

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA PROGRAMA 100% DIGITAL QUE AJUDA A CONECTAR JOVENS AO PRIMEIRO EMPREGO

Estão abertas as inscrições para o Coletivo Online, versão 100% digital da Plataforma Coletivo Jovem, do Instituto Coca-Cola Brasil (ICCB), que capacita e conecta jovens de 16 a 25 anos, moradores de comunidades de baixa renda, com oportunidades no mercado de trabalho através de uma rede de mais de 400 parceiros empregadores. 

A aceleração de iniciativas digitais está conectada ao compromisso do ICCB de impactar milhões de jovens na temática de inclusão produtiva como uma das alavancas de transformação e crescimento econômico para o país.

O programa online tem abrangência nacional e é gratuito. Seu formato permite que o jovem faça o curso de qualquer lugar, a qualquer momento, através de seu WhatsApp, aplicativo amplamente utilizado por jovens que podem ter problemas de conectividade.

O conteúdo do Coletivo Online conta com 11 videoaulas curtas e objetivas, focadas em temas do mundo do trabalho, elaboração de um plano de vida, planejamento financeiro, construção de currículo e como se preparar para entrevistas e processos seletivos.

Os participantes terão até 5 semanas para assistir às videoaulas e fazer as atividades práticas. Então, ao final do curso, poderão receber um certificado de conclusão e se cadastrarem nas comunidades de vagas do programa, podendo se candidatar aos processos seletivos de uma rede de parceiros empregadores.

Além da faixa etária, o outro requisito para participar é ter concluído o ensino médio ou estar cursando. Para fazer sua inscrição, acesse o link: https://bit.ly/itabirito20214

Atuação que gera impacto

A iniciativa faz parte da Plataforma Coletivo Jovem, que tem como foco a empregabilidade de jovens de 16 a 25 anos, em situação de vulnerabilidade social. Desde o início de sua implementação, em 2009, a Plataforma, nos formatos presencial e online, já impactou mais de 280 mil jovens em comunidades brasileiras espalhadas por todos os 26 estados do país + DF, chegando a 1.200 municípios. Do total de beneficiados, mais de 77 mil tiveram acesso ao mercado de trabalho. Apenas em 2021, 25 mil jovens se formaram nas aulas do programa online, sendo 69% negros e 69% mulheres. De acordo com a pesquisa da Plan Avaliação, 95% dos jovens certificados na versão online avaliam o curso como muito bom e 85% consideram que a iniciativa contribui para seu desenvolvimento. 

Sobre o Instituto Coca-Cola Brasil

O Instituto Coca-Cola Brasil (ICCB) é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que, há mais de 20 anos, tem como missão a transformação social em larga escala por meio da articulação de parceiros e da capilaridade do Sistema Coca-Cola Brasil. Reconhecido por sua tecnologia social e capacidade de escala, assumiu o compromisso público de, até 2030, elevar o patamar de milhares para milhões de jovens impactados por suas iniciativas, incluindo intencionalmente as perspectivas de equidade de gênero e raça. Para cumprir seu compromisso, redesenhou sua estratégia para focar exclusivamente na inclusão produtiva de jovens e expandiu novas formas de atuação para além de seus programas proprietários. Até hoje, o ICCB já beneficiou 426 mil pessoas.

Fonte: Instituto Coca-Cola

Cultura

CONCERTO DA ORQUESTRA FILARMÔNICA É APRESENTADO, AO VIVO, NO PROGRAMA HARMONIA, DA REDE MINAS, NESTE SÁBADO (16)
José Soares – regente assistente da Filarmônica MG – foto: Bruna Brandão

O programa de música clássica Harmonia, da Rede Minas, exibe o “Fora de Série – Orquestra moderna”, com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. O espetáculo chega ao público pela TV aberta, ao vivo, em uma edição especial da atração. Transmitido direto da Sala Minas Gerais, os musicistas executam obras de Heitor Villa-Lobos, Claude Debussy, Charles Ives, Erik Satie e Igor Stravinsky. A regência é do jovem José Soares. Maestro assistente da Filarmônica, Soares ganhou destaque no mundo, neste mês, depois de ter sido premiado, em primeiro lugar, no Concurso Internacional de Regência de Tóquio, no Japão.

O programa especial Harmonia com o “Fora de Série”, da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, vai ao ar, ao vivo, neste sábado (16), às 18h, pela Rede Minas. O público ainda pode acompanhar a apresentação, nesse mesmo horário, pelo do canal do programa no YouTube (youtube.com/harmoniatv). No domingo (17), às 14h, tem mais Harmonia, pela Rede Minas, com reportagens sobre a estreia da ópera “Pitágoras de Samos”, de Andersen Viana e produzido pela Cia Mineira de Ópera, e o documentário “Coral Cidade dos Profetas e a música colonial mineira”. Na atração, o público ainda confere um concerto com obras de Mozart executadas pelo Coro Madrigale.

COMO SINTONIZAR:
redeminas.tv/comosintonizar
A Rede Minas está no ar no canal 9 (VHF) ou 17 (UHF); Net 20 e Net HD 520; Vivo 9; One Seg (para celulares e portáteis) 9.3; e através do satélite Brasilsat C2 para a América Latina.

ACESSE AS REDES SOCIAIS:
www.redeminas.tv
facebook.com/redeminastv
instagram.com/redeminastv
twitter.com/redeminas
youtube.com/redeminas

ATENDIMENTO AO PÚBLICO:
Tel: (31) 3254-3000
Whatsapp: (31) 98272-6543

Tatiana Coutinho
Assessora de Imprensa
Assessoria de Comunicação Social
tatiana.oliveira@redeminas.mg.gov.br
tatianacoutinho.tc@gmail.com
(31)3254-3431

Cultura

Cia Circunstância estreia nesta sexta versão online do espetáculo “Circo de Família”

Adaptado ao formato virtual, espetáculo será apresentado ao vivo, no YouTube, às 19h30; nos dias 5 e 6 de novembro, Circunstância leva espetáculo presencial a Brumadinho

A Cia Circunstância apresenta a versão online de “Circo de Família” nesta sexta-feira (15), às 19h30, pelo YouTube. Montagem mais recente do repertório da trupe circense, o espetáculo se debruça sobre a estrutura familiar circense e estreou em 2020, sendo, por isso, impactado pela pandemia da Covid-19. A circulação por ruas e praças teve que ser abreviada em função do isolamento social, fazendo com que a Cia Circunstância adaptasse “Circo de Família” para o virtual. Viabilizada pela Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, a estreia da versão virtual do espetáculo chega num momento em que a companhia começa a retomar, também, as atividades presenciais.

Em paralelo à concepção da montagem para o formato online, a Cia Circunstância vem realizando o projeto “Circo de Família de Rolê”, que consiste na circulação do espetáculo pelo interior de Minas e por Belo Horizonte. Fruto do Prêmio Funarte de Apoio a Espetáculos Circenses 2020, a turnê começou no dia 17 de setembro, no povoado de Lapinha da Serra, em Santana do Riacho, onde também foram feitas aulas gratuitas de malabares e perna-de-pau durante três dias. Já em BH, “Circo de Família” foi apresentado no dia 10 de outubro, na Praça México, no Bairro Concórdia. O “rolê” da trupe termina em Brumadinho, em novembro: no dia 5, a apresentação acontece às 19h, em Piedade do Paraopeba, em frente à Igreja Matriz; e, no dia 6, em frente à Igreja dos Marques, na Comunidade dos Marques, no mesmo horário.

“Circo de Família” surgiu da necessidade de registrar, de forma artística, a história das novas configurações familiares do chamado circo contemporâneo. As experimentações começaram em 2017, quando a Cia Circunstância ocupou a Praça da Assembleia durante todo o ano, “passando o chapéu” e criando números que viriam a formatar a peça. Em 2019, a companhia foi contemplada pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura e entrou para a sala de ensaio, a fim de realizar a montagem. Foram convidados para a direção os amigos e palhaços Adriana Morales e Tiago Mafra, do Grupo Trampulim. O projeto teve assessoria artística do palhaço, diretor e bailarino pernambucano Ronaldo Aguiar, e passou por residências artísticas junto às famílias circenses da Cia Boca do Lixo (GO) e da Cia 1péde2 (RS/SP).

O espetáculo, então, se estruturou como um show de variedades com o casal de palhaços Tica-tica do Fubá (Dagmar Bedê), Alegria Também (Diogo Dias) e, espontânea e voluntariamente o filhote Pirueta Ravioli (Ravi Dias Bedê), de apenas cinco anos. O trio monta um pequeno circo a céu aberto e o improviso dita a cena com números de malabarismo, ilusionismo, acrobacia e muita bobagem. “No princípio, éramos somente nós, o público e a praça. Selecionamos os números que gostaríamos e fomos nos adaptando, tendo em cena também nosso filho, que interagia de acordo com a vontade dele. Quando entramos para a sala de ensaio, nosso foco se voltou para a criação da dramaturgia. Fomos entender qual história a gente queria contar com o espetáculo”, relembra Dagmar Bedê.

Sobre a live, a artista afirma tratar-se de uma real adaptação ao virtual, pensada exclusivamente para este formato. “Durante o ano passado e neste, também, fizemos lives com o espetáculo minimamente adaptado, mas mantendo toda a sua estrutura. Agora, reescrevemos o roteiro junto com a direção de arte. É um espetáculo híbrido, físico e online, já que será transmitido ao vivo. Vão ter várias surpresinhas, que fazem da live algo bem próprio”, conta. “É quase igual ao espetáculo, mas é diferente. Têm números antigos, mas pensados para o virtual. É a volta dos que não foram”, diverte-se a artista.

A trupe de volta à rua

Com a chegada abrupta da pandemia, a necessidade da adaptação para as telas pegou a trupe de surpresa – mas nem por isso freou suas atividades. A Cia Circunstância fez seus malabarismos e realizou, em abril deste ano, a “Mostra Tudo em Família”, em formato totalmente digital. O evento, focado nas novas configurações familiares circenses, contou com uma série de espetáculos de trupes e companhias de diversas regiões do Brasil. “Trabalhar nesse formato digital nunca foi nossa intenção, mas nos vimos obrigados a abrir o olhar para as possibilidades do teatro virtual, para as lives e salas de conferência. A ‘Mostra Tudo em Família’ já era um desejo de antes, que veio à tona a partir das experiências que tivemos com o ‘Circo de Família’. Foi numa convenção brasileira de malabarismo, em Goiânia, que conhecemos a Cia Boca do Lixo e percebemos a importância de abordar de forma ampla as diferentes estruturas familiares do circo contemporâneo”, diz Diogo Dias. 

Dagmar Bedê afirma que a primeira apresentação, na Lapinha da Serra, foi especial. “Estava marcado para quinta-feira, mas um senhor importante da comunidade faleceu e, em respeito a ele, fizemos na sexta. Foi muito especial. Tinha muita gente, todo mundo atento. Oferecemos máscaras antes da apresentação”, conta. “Fizemos três dias de malabares e perna de pau na praça, antes. Isso foi muito legal, porque criamos uma relação com a meninada da cidade. No dia do espetáculo, a gente já os conhecia, já conhecia as famílias. É um público que não está acostumado com esse tipo de trabalho, e que se envolve muito”, completa Diogo Dias. 

O afeto foi justamente o que norteou a escolha das cidades e locais da circulação. “Vamos muito à Lapinha e, sempre que visitamos o povoado, sentimos esse desejo de fazer algo na pracinha. Já Brumadinho eu frequento desde a infância. Fiz apresentações, com outros espetáculos, em eventos da família”, conta. “A Praça México, em BH, também é um lugar especial. A gente morava no Concórdia e, no começo da pandemia, levávamos o Ravi para lá, nas poucas fugidas para distraí-lo. Tem brinquedos, um palquinho e um grupo de capoeira que treina lá duas vezes por semana. Ele adora”, completa Dias.

Em uma época em que a palavra “família” é tão bradada por grupos que propagam o ódio e o preconceito – justamente contra artistas e trabalhadores da cultura – o espetáculo da Cia Circunstância vem para mostrar que é necessário lutar por conceitos e narrativas. “Não podemos aceitar que, em um país tão diverso, com configurações familiares das mais variadas, seja consensual que, para ser uma família, precisa ter um pai, uma mãe e uma criança. Logo neste país, onde tantos filhos crescem sem pai em função do abandono? Quantas crianças crescem com avós ou tios? Quantos casais homoafetivos decidem viver a maternidade ou paternidade? Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, sublinha. “No circo, esse conceito da família ainda tem significados mais complexos, que extrapolam os laços consanguíneos e se misturam a relações de trabalho e vida artística. É preciso resistir e lutar para não perder a essência e o valor das palavras que nos custam tão caro”.

Sobre a Cia Circunstância

A Cia Circunstância foi fundada em Belo Horizonte, em 2004, por Diogo Dias e Luciano Antinarelli. Em 2005, entra Evandro Heringer e a companhia monta seu primeiro espetáculo, “Palhaços à Vista”. Em 2009, entra Miguel Safe e, em 2010, Dagmar Bedê. O grupo tem como carro-chefe os espetáculos de rua criados por meio de experimentações em rodas de palhaços, nas praças, numa construção coletiva e aberta com o público. Ao longo dos anos, surgem outros espetáculos do repertório da companhia: “Antes Solo do que Malacompanhado” (2007); “De Mudança” e “Pequeno Grande Encontro” (2009); “De Mala às Artes” (2013); e “123 Testando” (2015).

Quando nascem os filhos dos integrantes, a companhia assume caráter de família circense e começa uma nova pesquisa direcionada às questões familiares. Surge, então, o espetáculo “Circo de Família”, em 2017, ocupando a Praça da Assembleia com rodas de palhaço e “passando o chapéu” o ano inteiro. Em 2019, a Cia aprova um projeto na Lei Municipal de Incentivo à Cultura para a remontagem do espetáculo e convida o Grupo Trampulim para fazer residências artísticas com famílias de outros lugares do país.

A ideia agora ganha novos contornos com a Mostra Tudo, cuja primeira edição aconteceu em 2015, celebrando dez anos da Cia Circunstância. A programação, realizada em 40 dias, foi composta por 15 espetáculos locais e nacionais, seis oficinas, dois cabarés de variedades e um cortejo. Em 2017, a companhia realizou a segunda edição da Mostra, com o tema “Comicidade, Palhaçaria e Teatro de Rua”. Na ocasião, o evento contou com 20 espetáculos, sendo 14 realizados por grupos locais e seis por grupos do interior, de outros estados e países, além de duas oficinas e um intercâmbio com artistas locais e grupos convidados.

Realizada em abril de 2021, com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, do Governo Federal do Brasil, a “Mostra Tudo em Família – Novas Configurações Familiares” contou com espetáculos de trupes e companhias de diversas regiões do Brasil. A programação, que é totalmente gratuita, ainda conta com oficinas e números circenses selecionados por meio de convocatórias abertas, além de uma roda de conversa sobre o assunto.

Cia Circunstância – “Circo de Família de Rolê” – Novas datas

à Circo de Família LIVE – 15/10 (sexta-feira), às 19h30, pelo YouTube

à Brumadinho – 5/11 (terça-feira), às 19h, em frente à Igreja Matriz de Piedade do Paraopeba; 6/11 (quarta-feira), 19h, em frente à Igreja dos Marques

Nas redes. youtube.com/ciacircunstânciacircoteatro / instagram.com/ciacircunstancia
ciacircunstancia.com.br / fb.com/circunstancia

Sociedade

Projeto premiado internacionalmente tem participação de estudante da UFV

Fossa ecológica desenvolvida para escola pública em Espera Feliz (MG) foi reconhecida como iniciativa inovadora

Projeto premiado internacionalmente tem participação de estudante da UFV
Exemplo de uma fossa ecológica, semelhante ao projeto desenvolvido pelo estudante da UFV e equipe Foto: reprodução

O estudante de mestrado Juliano Rezende Mudadu Silva, do Programa de Pós-Graduação em Agroecologia da Universidade Federal de Viçosa, é um dos ganhadores do Water Challenge 2021, prêmio internacional promovido pela Swiss Water Partnership Youth (SWP Youth) uma organização voltada para pesquisas relacionadas à água.

A equipe da qual o estudante faz parte tem membros da Inglaterra, Irã, Quênia e Sri Lanka e desenvolve uma solução de base natural para o tratamento de esgoto na Escola Estadual Fazenda Paraíso, em Espera Feliz (MG), por meio de ações participativas de educação ambiental e ciência cidadã. O projeto – resultado de demanda apresentada pela comunidade, devido à falta de saneamento básico local – prevê o tratamento do esgoto dos vasos sanitários e da pia da cozinha da escola com Tanque de Evapotranspiração (Tevap). Também conhecido como bacia de evapotranspiração ou fossa bananeira, o Tevap é um sistema composto por camadas de solo e plantas, que promovem a absorção total do efluente.

A formação da equipe se deu um workshop promovido pelo SWP Youth, no primeiro semestre deste ano, quando Juliano realizava mestrado sanduíche no Instituto Federal Suíço de Ciência e Tecnologia Aquática. a conexão se deu pelo desejo de se trabalhar com comunidades mais isoladas, de resolver questões relacionadas ao saneamento e de vincular os projetos a metodologias participativas, educação ambiental e ciência cidadã.

O projeto na Escola Estadual Fazenda Paraíso já está dando seus primeiros passos, com reuniões da equipe com o professor e diretor Paceli Lopes. Também participam os integrantes do Grupo de Pesquisa e Extensão em Saneamento da UFV (Gesan), coordenado pela professora Ana Augusta Passos Rezende, do Departamento de Engenharia Civil.

1634158495
Juliano Rezende Mudadu Silva, do Programa de Pós-Graduação em Agroecologia da UFV

Fonte: https://www.folhadamata.com.br/