Turismo & Lazer

CARRANCAS PARA CRIANÇAS
Igreja | Carrancas.com.br

Inicie sua aventura conhecendo a história de Carrancas, fundada em meio ao Ciclo do Ouro, por bandeirantes que iam rumo a Parati e por lá foram fixando moradia. Visite a Igreja Nossa Senhora da Conceição patrimônio histórico local, que possui blocos de quartzito de até uma tonelada e lindas pinturas no teto. Rodeada pela bonita Praça Manoel Moreira, local de eventos e várias opções de bares, restaurantes e lanchonetes.

O nome “Carranca” se deu de escavações feitas na serra, durante a busca pelo ouro associadas a duas grandes rochas lá existentes, que formavam aparência às de duas faces, por isso o nome de Carrancas.

Cachoeira da Esmeralda

Conhecida como cidade das Cachoeiras, o destino é consolidado no ecoturismo e cenário de muitas novelas. Sua região é de transição entre cerrado e mata atlântica, e possui grande diversidade da fauna e flora. As cachoeiras mais conhecidas formam os seguintes complexos:

  • Complexo da Fumaça;
  • Complexo da Vargem Grande;
  • Complexo do Grão Mogol;
  • Complexo da Zilda;
  • Complexo Tira Prosa;
  • Complexo da Toca;
  • Complexo da Ponte.
Cachoeira do Índio

Dicas:

Escolha trilhas mais curtas e com menor grau de dificuldade, busque por cachoeiras com entrada autorizada e poços com menor profundidade para maior segurança, esteja sempre monitorando os pequenos.

  • Vá a Cachoeira da Fumaça com seus 15 metros de queda, e registre lindas fotos com os pequenos.
  • Já no Complexo da Zilda região cercada por muito verde e belas paisagens, faça uma caminhada curta até a Cachoeira do Índio e pertinho dela visite alguns pontos onde há paredões com pinturas rupestres.
  • Faça uma trilha de fácil acesso até ao Escorregador da Zilda, um verdadeiro tobogã natural de cerca de seis metros que garante a diversão das crianças. Não se esqueça de levar lanche, água para aproveitar o dia neste atrativo.
  • Outra dica é conhecer a Cachoeira da Esmeralda que possui um lindo poço de águas verdes e cristalinas, onde é possível nadar e se divertir tranquilamente.
Escorregador da Zilda

Além de se refrescar nas cachoeiras, as crianças podem observar a fauna e a flora, e desde cedo valorizar e cuidar do meio ambiente. O que renderá de fato boas histórias e marcará a vida dos pequenos.

Pintura rupestre Complexo da Zilda

Reserve pelo menos 3 a 4 dias para curtir a região sem pressa, se possível hospede-se em um hotel – fazenda em meio a natureza, pois eles geralmente oferecem outros atrativos complementares. Não se esqueça do cuidado com o ambiente local, aproveite a experiência, registre lindas fotos e só deixe suas pegadas!

Fonte: www.carrancas.com.br/