Cultura

BDMG Cultural reabre Galeria de Arte com mostra de Bruno Rios
26 4 2022 minibdmg
Imagem: Luiza Palhares

Intitulada “Faca, palavra e outras coisas para lamber”, a exposição conta com gravuras, esculturas e vídeos do artista belorizontino e marca a inauguração do Ciclo de Mostras BDMG Cultural 2022 na quinta-feira, 28 de abril

De 28 de abril a 05 de junho, o BDMG Cultural apresenta a exposição “Faca, palavra e outras coisas para lamber”, uma série de obras do artista Bruno Rios que constituem uma narrativa poética que experimenta diferentes linguagens, como desenhos, gravuras, esculturas e vídeos. A mostra estreia nesta quinta, a partir das 19h, na Galeria de Arte BDMG Cultural e, a partir de 11 de maio, também estará disponível na plataforma mostrasbdmgcultural.org. (Assista ao teaser da mostra aqui).

A exposição apresenta o olhar do artista para a sua trajetória e um interesse genuíno sobre a palavra e seus possíveis desdobramentos semânticos, sensoriais e físicos. “A escrita sempre esteve muito presente no meu processo criativo. Por vezes, ela aparecia como uma forma de captar um pensamento que estava me rodeando, pairando no ar, fosse através de um exercício de refletir sobre o próprio trabalho ou tentando esticar e tornar mais alargados os campos de conhecimento que tal obra ou outra pudessem tocar”, explica Bruno Rios.

As palavras são as protagonistas da mostra que apresenta um conjunto de monotipias e xilogravuras produzidas nos dois últimos anos. “São palavras que foram surgindo no processo criativo de forma muito intuitiva e depois fui entendendo o quão elas estavam ligadas a uma espécie de sinestesia, de sensorialidade, de tatibilidade. Eu produzo muito ouvindo música e tenho, de alguma forma, um processo de me alimentar de leitura, de música, de filme. E aí, eu penso que essas palavras estão ali orbitando meu processo de alguma forma e, vez ou outra, eu capto e trago para o campo do desenho em si, e decido trazer ela de fato para o espaço do papel”, completa o artista.

“São obras interessadas em desafiar as estruturas convencionais da linguagem, à procura de expandir nossos modos de escrever o mundo e a nós mesmos. Se não é possível existir fora da linguagem, é através dela que sofisticamos uma imaginação que permite organizar o real, testar modos de viver e sonhar coletivamente, ontem e hoje. Bruno Rios forja uma escrita para além dos significados pois tudo aqui está dotado de presença. Seus riscos brancos iluminam o céu da gravura como se traduzissem a teimosia de um gesto que resiste à escuridão iminente. Eles acendem e apagam, sobem e descem… como no pulsar de um organismo vivo”, relata a pesquisadora, curadora e crítica cultural Pollyana Quintella, no texto curatorial da exposição.

A exposição “Faca, palavra e outras coisas para lamber” foi selecionada no edital de concorrência pública de artes visuais do BDMG Cultural, realizado entre outubro e dezembro de 2021. A mostra de Bruno Rios inaugura o Ciclo de Mostras 2022 que, durante todo o ano, vai receber mais três exposições: das artistas Bárbara Lissa e Maria Vaz, Pedro David e Massuelen Cristina. Todas as exposições serão realizadas de maneira híbrida, na Galeria de Arte BDMG Cultural, sediada em Belo Horizonte, e em plataforma virtual exclusiva.

Sobre o artista
Natural de Belo Horizonte, Bruno Rios é artista-pesquisador, Mestre em Artes pela UFMG e graduado em Artes Gráficas pela mesma instituição. Trabalha com as mais variadas técnicas, onde conceitualmente se interessa pelas questões relacionadas ao corpo, à paisagem, ao deslocamento, ao jogo, à palavra e ao desenho. Como artista participou de importantes residências, exposições e publicações. Dentre elas destacam-se: Chão de Passagem (exposição individual no espaço Mamacadela, 2019); Corpo Tangente (exposição individual no Palácio das Artes, 2013); VI e IX Bang – Festival Internacional de Video Arte de Barcelona (Arts Santa Monica-Espanha,2013 e 2016); I Bienal Universitária (espaço 104, 2012); 11º Spa das Artes(Recife, 2013). Participa ainda da Residência Artística da FAAP (São Paulo, 2020); do Fórum de Fotoperformance (BDMG Cultural, 2019); do Programa de Residências Internacionais do JA.CA (Nova Lima, 2017); da residência Muros: Territórios Compartilhados (Salvador, 2013); do Programa de Residência Jardim do Hermes (São Paulo, 2015) e da Residência da Feira Plana (São Paulo, 2015). Foi indicado ao Prêmio Pipa 2020, premiado na Mostra EBA-UFMG em 2011, na exposição dos finalistas do Prêmio EDP nas Artes no Instituto Tomie Ohtake em 2014 e possui obras no acervo do Museu de Arte da Pampulha.

Funcionamento da Galeria de Arte 
A Galeria de Arte BDMG Cultural funcionará diariamente, incluindo sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. Às quintas-feiras, exclusivamente, o espaço terá o funcionamento das 10h às 21h. O uso de máscara é obrigatório em toda a visitação.

O BDMG Cultural é integrante do Circuito Liberdade, complexo cultural sob gestão da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) e que reúne diversos espaços com as mais variadas formas de manifestação de arte e cultura em transversalidade com o turismo. 

Serviço
Mostra “Faca, palavra e outras coisas para lamber”, de Bruno Rios
Período: 28 de abril a 05 de junho
Onde: Galeria de Arte BDMG Cultural (Rua Bernardo Guimarães, 1600 – Lourdes)
A partir de 11/05, virtualmente na plataforma mostrasbdmgcultural.org
Horário: diariamente das 10h às 18h. Quintas-feiras: das 10h às 21h. Na abertura, excepcionalmente, das 19h às 22h
Entrada gratuita

Fonte: https://www.secult.mg.gov.br/