Cultura

Ano da Mineiridade será lançado durante segunda edição do Encontro Estadual de Gestores Municipais de Cultura e Turismo

Anúncio de Edital de R$ 10 milhões da Cemig integra a programação do evento, que será realizado nos dias 22 e 23 de março, no Palácio das Artes

As tradições, os costumes e as histórias das muitas Minas Gerais vão ditar o ritmo da segunda edição do Encontro Estadual de Gestores Municipais de Cultura e Turismo, projeto da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), para fortalecer as políticas públicas dos setores. Além de aproximar os profissionais, o evento celebra o estado com o lançamento do Ano da Mineiridade, uma iniciativa para exaltar Minas Gerais e as características únicas pelas quais o povo mineiro é reconhecido.

Segundo o secretário de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, a realização de mais um encontro com gestores é uma grande oportunidade para celebrar a diversidade e fortalecer as políticas públicas da Secult. “Minas só se faz a partir de sua gente. Essa aproximação é fundamental para entendermos as várias realidades do estado e como podemos somar esforços a partir daí. Além disso, são esses encontros que nos permitem entender a amplitude de nossa mineiridade, que são muitas”, destaca.

Em sua segunda edição, o evento será realizado na terça-feira (22/3) e na quarta-feira (23/3), reunindo mais de 700 gestores de municípios mineiros, no complexo cultural do Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Com uma programação extensa, o evento reúne diversas ações que propõem maior transversalidade entre a Cultura e o Turismo, além de atividades formativas e reflexivas voltadas à qualificação dos profissionais que atuam nas cadeias produtivas dos setores. O evento tem início às 10h, do dia 22, com participação do secretário Leônidas Oliveira e outras autoridades.

Diversidade, diálogo e reflexões
O primeiro dia de evento (22/3) reúne diversas atividades. Na programação, uma Aula Magna que vai aprofundar os pensamentos acerca das relações entre a Mineiridade, a Cultura e o Turismo. Haverá, também, uma palestra sobre os impactos positivos do Plano Descentra Cultura para o fomento cultural em Minas, e uma série de estudos de caso abordando diferentes temas, como Marketing das Águas em Minas, Cicloturismo cultural e as vantagens da urbanidade para a cultura e o turismo.

Já no segundo dia do encontro (23/3), a programação amplia o diálogo entre as Instâncias de Governança Regionais (IGR’s), com encontros de gestores que serão realizados tanto no Grande Teatro Cemig Palácio das Artes quanto no Cine Humberto Mauro. As reflexões vão abordar temáticas distintas, como os mecanismos de fomento e estímulo à cultura e ao turismo, a transversalidade entre esses dois segmentos, bem como as ferramentas do marketing aliadas à mineiridade.

Toda a programação é gratuita, e as inscrições podem ser feitas AQUI.

Edital para fomentar a cultura mineira
O Ano da Mineiridade também será marcado por inúmeras iniciativas que celebram a diversidade da produção artística e cultural em Minas. Uma dessas ações é o Edital 70 Anos Cemig que vai disponibilizar R$ 10 milhões a projetos aprovados via Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LEIC) e que promovam os aspectos da cultura mineira. Por meio desse edital, serão contempladas propostas de diferentes linguagens da cultura e das artes cênicas, visuais, musicais e literárias, além da preservação do patrimônio imaterial entre outras. A iniciativa será apresentada na quarta-feira (23/3), a partir das 14h, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

Poderão ser proponentes empreendedores pessoa física e/ou jurídica, com ou sem fins lucrativos, que já tenham projetos aprovados na LEIC. O período de inscrições vai até 30 de junho de 2022, e os interessados devem submeter os projetos por meio da Plataforma Digital Fomento e Incentivo à Cultura. No momento da realização do cadastro do projeto, o proponente deverá indicar, no formulário de inscrição, qual ou quais serão as cidades sede das atividades pretendidas.

Fonte: https://www.secult.mg.gov.br/