Cultura

10ª edição do Cinecipó – Festival do Filme Insurgente, de 7 a 22 de dezembro, online e gratuito

Com 33 curtas e três longas-metragens nacionais e internacionais, divididos em quatro conjuntos, o evento ressalta a potência da vida em tempos neoliberais-fascistas e oferece debates, oficinas e workshops

Em 2021, o Festival Cinecipó completou uma década. Para comemorar os 10 anos do evento, em novembro aconteceu uma retrospectiva online (edição Serra do Cipó), composta por cerca de 40 filmes exibidos em outros anos da mostra e que trouxeram a questão do território como eixo principal. Agora, de 7 a 22 de dezembro, será realizada a 10ª edição do Cinecipó – Festival do Filme Insurgente, online e gratuita, exibindo filmes da recente safra brasileira, principalmente, e também internacional, selecionados pela curadoria do evento. Mais informações no site www.cinecipo.com.br e no Instagram @cinecipo.

Em busca de pluralidade e diversidade, a 10ª edição do Cinecipó – Festival do Filme Insurgente, durante 15 dias apresentará filmes insurgentes com o objetivo de ressaltar a potência da vida em períodos difíceis, nos quais forças governamentais e empresariais neoliberais-fascistas tentam conduzir à exaustão e à morte os seres viventes, sejam eles humanos ou não-humanos, como forma de obterem ainda mais lucro.

“Importante relembrar os mais de 600 mil mortos até o momento nesta pandemia de COVID-19, grande parte delas evitáveis caso vacinas tivessem sido negociadas a tempo pelo governo federal. Todos nós perdemos parentes, amigos e familiares de amigos, de forma que um luto coletivo nos marca e nos une na necessidade de um câmbio de rumos nacionais. Registre-se aqui a indignação coletiva, calcada na certeza de que tudo poderia ser diferente. Escreva-se na pedra que chegará o dia em que tudo será diferente. Os filmes que exibimos ao longo desses 10 anos de existência são catalisadores de uma mudança lenta, gradual e irreversível”, ressalta Cardes Amâncio, idealizador do Cinecipó.

Pelo segundo ano consecutivo, o festival, que antes se limitava à Serra do Cipó e a Belo Horizonte, agora ultrapassa os limites territoriais e espalha palavras e imagens urgentes por onde possam haver sujeitos questionadores. A programação desta edição conta com mais de 30 filmes, oficinas e conversas sobre cinema e vida que acontecem entre os dias 7 e 22 de dezembro, gratuitamente, no site www.cinecipo.com.br.

Os filmes da 10ª edição do Cinecipó – Festival do Filme Insurgente estão divididos em quatro conjuntos: “Cartografias políticas” – 7 a 10/12, “Fissuras do imaginário” – 11 a 14/12, “Cenas de enfrentamento” – 15 a 18/12, e “Resgates e salvaguardas” – 19 a 22/12. Também haverá uma sessão de títulos com acessibilidade para pessoas surdas e ensurdecidas e cegos. Além das exibições, acontecerão vários debates com realizadores, pesquisadores, críticos e personalidades.  A coordenação da curadoria fica a cargo de Luís Flores, Gabriel Araújo e Larissa Muniz. Pelo segundo ano consecutivo, jovens curadores, selecionados a partir de um chamado público de Cardes Amâncio, somaram na tarefa de escolha dos filmes. São eles: Ana Paula Vieira, Arthur Quadra, Júlia Noá, Juliana Soares, Luan Santos e Rogério Felix.

Festival Cinecipó lida com variados fluxos de narrativas e muitas delas alcançaram recentemente o cinema. Narrativas que antes circulavam na oralidade, estavam sob o pó de documentos forçosamente esquecidos ou foram subsumidas por mecanismos hegemônicos. “Por outro lado, nosso cinema segue reavivando batalhas que ainda não foram vencidas e que, enquanto a justiça não for feita, não podem ser esquecidas. Cinema que se ocupa em forjar a História”, completa Cardes Amâncio.

10o Cinecipó – Festival do Filme Insurgente é realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte – Projeto 9º Cinecipó, nº 0285/2019, aprovado no Edital  IF 2018-2019 – Ano 2, oriundo da Política de Fomento à Cultura Municipal (Lei nº 11.010/2016). O evento também conta com patrocínio da MGS – Minas Gerais Administração e Serviços S.A. e apoio da Embaúba Filmes.

Sobre o Cinecipó

O Cinecipó – Festival do Filme Insurgente teve sua primeira edição em 2011, na Serra do Cipó (MG). A proposta era realizar quatro dias de cinema ao ar livre, na praça e de graça, levando ao público filmes que não têm espaço na mídia convencional. Até 2015, o festival foi realizado na Serra do Cipó, Lapinha e Santana do Riacho. Também já foram realizadas mostras em outras partes do Brasil como Pernambuco e Brasília. O coletivo também produziu exibições itinerantes no Espaço Comum Luiz Estrela, Quilombo dos Marques, Quilombo do Palmital e em escolas públicas. Além dos filmes, o evento também oferece oficinas e workshops nas áreas de cinema, artes plásticas e música voltadas para a questão da sustentabilidade. Por causa da pandemia da COVID-19, em 2021 o festival acontece online e tem duração de um mês.  Em breve será lançado o livro “Cinema: afeto e territórios”, segundo volume editado no âmbito da parceria estabelecida entre o Cinecipó e a pós-graduação em estudos de linguagens do CEFET-MG. Interessados em participar do terceiro volume podem enviar popostas de capítulos.

SERVIÇO

10ª edição do Festival Cinecipó – Festival do Filme Insurgente

Data: 07 a 22 de dezembro no site www.cinecipo.com.br

*Online e gratuito

Assessoria de imprensa
Vitória-Régia Comunicação – Helga C. Prado      
(31) 986324429 – helgacampos@gmail.com