Sociedade

São João del-Rei – 303 anos de história
kwfikaffa

 

A histórica São João del-Rei completa nesta quinta-feira, 08, 303 anos de elevação à cidade. Palco de muitas passagens históricas de Minas Gerais e do país, a cidade é reconhecida também pela sua diversidade cultural.

Quem pensa que o motivo primário da fundação da cidade foi a exploração do ouro está enganado. Na época, o então arraial foi criado com o objetivo de ser um entreposto entre Parati, no Rio de Janeiro, e as cidades da região central de Minas Gerais como Ouro Preto, Mariana, Conselheiro Lafaiete, entre outras. Mais tardiamente é que se encontrou grande quantidade de ouro na cidade, que juntamente com a pecuária e a agricultura permitiram o desenvolvimento e progresso da vila, elevada à categoria de cidade a 8 de dezembro de 1838.

sem-titulo

Na entrada do século XIX, o Rio das Mortes, como era conhecida, abastecia o Rio de Janeiro com todos os gêneros alimentícios. Casarões, lojas comerciais e praças foram surgindo, revelando que o comércio era próspero. A estrada de ferro chegou e as atividades econômicas ficaram mais movimentadas. O século se findou, mas deixou a prosperidade para a cidade, que vivenciou a era da industrialização no século XX.

Um dos momentos históricos mais marcantes pelo qual a cidade passou, certamente foi o movimento da Inconfidência Mineira, gerado pela crise no sistema colonial, a exploração do ouro cada vez mais em decadência e os altos impostos exigidos pela Coroa Portuguesa. Caso o movimento tivesse tido êxito, a vila seria então, a nova capital.

A cidade histórica também é o local de nascimento do ex-presidente Tancredo Neves, que aliás está enterrado no cemitério da Igreja de São Francisco. São João também é berço de Francisca de Paula de Jesus, a Nhá Chica, a primeira beata negra do Brasil, que ficou conhecida como a “Mãe dos Pobres”.

3292946728_79106a2569

Comemorações

As comemorações iniciam as 6h, com alvorada com a Banda Municipal Santa Cecília, na Igreja São Francisco e as 9h15 uma missa será celebrada. Ainda na parte da manhã um busto de Getúlio Vargas será instalado na Avenida Leite de Castro, com horário previsto para 11h.

Dentro das comemorações também será inaugurado o novo gramado do campo do Social Futebol Clube com rua de lazer durante todo o dia e participação da Banda Santa Cecília. A entrada é um quilo de alimento não perecível.

Confira a programação:

8h: Treinamento da escolinha de futebol do Social;

9h30: Futebol Feminino x Santa Cruz;

11h: Corinthians do Rio das Mortes x Nova Holanda;

13h: Amador Social Futebol x América Recreativo;

14h: Descerramento da placa de inauguração;

15h: Social Futebol Clube X PM de Belo Horizonte;

17h: Inauguração do Salão Comunitário da Colônia;

19h: Revitalização da iluminação da Avenida Luiz Giarola;

19h30: Iluminação da Praça Juarez Rezende Agostini;

20h: Iluminação da Praça Cristóvão Colombo, no Bairro Fábricas;

20h30: Iluminação da Praça Guilherme Milward, do Bonfim.

Flávia Siqueira com informações de Revista Viva e Portal G1