Sociedade

Programa que estimula atividade física nas escolas conquista prêmio das Nações Unidas

unnamed161024_145743Geração Movimento, programa de formação de professores do Ensino Fundamental, promove a Cultura Corporal de forma interdisciplinar e utiliza a tecnologia para criar uma rede colaborativa de aprendizagem, combinando atividades presenciais e online.

Promovido pelo PNUD, Prêmio Mais Movimento seleciona iniciativas inovadoras que incentivam a prática regular de atividade física.

O programa Geração Movimento é um dos vencedores do Prêmio Mais Movimento, realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil. A premiação chancela iniciativas inovadoras que promovam a prática regular da atividade física, em todas as faixas etárias. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira, dia 2, em cerimônia no MAR – Museu de Arte do Rio. Os projetos são avaliados em relação a sua inovação e originalidade, ao impacto social e trabalho em rede, com potencial de aplicabilidade em novos contextos e de transformação social em escala. Foram premiados também o Erê Lab, com o projeto Brincar Ativo, e o programa de atividade física das Unidades Básicas de Saúde em Minas Gerais e São Paulo.

O Geração Movimento aborda a Cultura Corporal e a atividade física como ferramentas de educação, saúde, bem-estar, convivência e inclusão. O programa promove a formação de professores das redes públicas municipais do Ensino Fundamental (do 1º ao 5º e/ou do 6o ao 9o ano), com o objetivo de adotar a Cultura Corporal e a atividade física como conceitos capazes de qualificar o espaço da Educação Física na escola, a partir de uma abordagem interdisciplinar.

Iniciativa do Instituto Coca-Cola Brasil em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o programa foi implementado, em 2015 e 2016, em Joinville (Santa Catarina) e Sumaré (São Paulo), em conjunto com as secretarias municipais de Educação. Ele utiliza a tecnologia para criar uma rede colaborativa de aprendizagem e combina atividades presenciais e online na formação dos professores, de forma a aumentar o alcance das atividades.

“O Geração Movimento tem um imenso potencial de sustentabilidade por seu caráter reflexivo e por incentivar a autonomia e colaboração entre os participantes. Estamos muito orgulhosos pelo reconhecimento e principalmente pelos resultados alcançados, que só foram possíveis pela contribuição e trabalho conjunto de vários atores como as secretarias de Educação, a Fundação Roberto Marinho, educadores, gestores escolares, equipe de monitoramento…. E vamos disponibilizar via internet uma versão reduzida do material, também produzida pela FRM, para viabilizar que instituições de terceiro setor possam acessá-la”, explica Pedro Massa, diretor executivo do Instituto Coca-Cola Brasil e diretor de Valor Compartilhado da Coca-Cola Brasil.

“O programa amplia a responsabilidade na promoção da vida ativa para além do professor de Educação Física, ao propor atividades para educadores de todas as formações e disciplinas. Assim, ao mesmo tempo em que adota uma abordagem interdisciplinar, faz com que diversos professores reconheçam e contribuam para a valorização da Educação Física na escola”, analisa a gerente geral de Educação Profissional da Fundação Roberto Marinho, Aparecida Lacerda.

Troca de experiência online e presencial

A metodologia Multicurso, adotada no programa, combina três vivências: as atividades dos professores em grupo nas escolas; a troca de experiências dos educadores em uma rede social exclusiva; e um ambiente virtual no qual eles acessam atividades e interagem com os orientadores.

No programa, são trabalhados temas como inclusão e gênero, sempre mantendo o protagonismo das práticas corporais – compreendida não só como a prática de esportes, mas também como brincadeiras e jogos, danças, lutas, atividades de aventura e as de ginástica. As práticas corporais são abordadas em três dimensões: “saber sobre”, “saber fazer” e “saber apreciar”. “É uma abordagem inovadora porque pensa a promoção do movimento em uma perspectiva ampla, para além da oferta de modalidades esportivas no contraturno escolar. Não é um programa feito para ou na escola, mas com a escola”, define Aparecida.

Prêmio seleciona iniciativas de impacto

O prêmio Mais Movimento, promovido pela agência da ONU, seleciona iniciativas criativas, criadas por pessoas físicas ou organizações de todos os setores, que apresentem características de inovação e originalidade, impacto qualitativo, acesso universal e trabalho em rede, com potencial de replicabilidade em novos contextos. Os projetos devem demonstrar sua capacidade de introduzir, com baixo custo, estratégias simples, criativas e comprovadas, com potencial para seguirem no médio e no longo prazos.

As iniciativas devem gerar experiências positivas para crianças desde cedo e/ou integrar a atividade física no dia a dia das pessoas, de forma altamente qualificada em relação ao método (periodicidade e duração adequadas, por exemplo), ao público-foco (crianças, adultos ou idosos, pessoas com deficiência etc.) e à regionalidade (contexto cultural local, áreas urbanas e rurais etc.).

Os projetos também são avaliados em relação ao seu potencial de transformação social em escala ampliada e articulada. Além disso, as iniciativas devem engajar a comunidade, promover a colaboração entre múltiplos setores e ter potencial para ser compartilhadas, replicadas e introduzidas em outros contextos. Também é considerada a capacidade para influenciar políticas públicas e atingir o maior número de pessoas, seja em áreas urbanas ou rurais.

 

Assessoria de Comunicação – Fundação Roberto Marinho / Geração Movimento

Luciana Gondim – luciana.gondim@frm.org.br / (21) 32328921 / (21) 992644494

Adriana Martins – adriana@frm.org.br / (21) 32328864

Flávia Dratovsky – flavia.approach@frm.org.br / (21) 32328901

Assessoria de Comunicação – Coca-Cola Brasil

Liane Thedim – lianethedim@textual.com.br – (21) 3206-6224 /(21) 97163-4731

Paulo Ferreira – pauloferreira@textual.com.br – (21) 3206-6220