Saúde

O chá verde e suas propriedades funcionais no emagrecimento e doenças crônicas não-transmissiveis

O chá verde é uma bebida milenar. Presente na culinária chinesa há mais de 3 mil anos. E, das bebidas não alcoólicas, é a segunda mais consumida no mundo, depois da água. Hoje, faz parte da vida dos brasileiros e de quem busca reduzir aquelas gordurinhas indesejáveis.

É rico em catequinas, substâncias benéficas para a saúde, e conhecido cientificamente por Camellia Sinensis. Entre seus componentes funcionais, podemos encontrar: cafeína, vitaminas E, B, C e minerais como zinco, potássio, além de propriedades antioxidantes. Por conter tantos benefícios, diversos estudos têm comprovado que a utilização do chá verde é capaz de reduzir o aparecimento de alguns tipos de cânceres, diabetes, doenças cardiovasculares e também obesidade.

Seu mecanismo de ação é capaz de: aumentar o “bom colesterol” HDL, diminuir a absorção dos carboidratos ingeridos pela dieta, aumentar o processo de termogênese, acelerar o metabolismo, prevenir o depósito de gordura no fígado e no organismo e, consequentemente, regular o peso corporal.

No entanto, é indispensável avaliar a quantidade certa a ser consumida, de acordo com cada indivíduo. E aliar o seu consumo a uma dieta balanceada, uma adequada hidratação corporal e hábitos de vida saudáveis. Uma dica de utilização saudável do chá verde é 3 a 4 xícaras ao dia.

Lembrando sempre da importância de consultar um profissional nutricionista para avaliar a segurança de consumo e a dose adequada para a sua necessidade. É uma bebida de baixo custo, portanto, vale a pena ser utilizada como coadjuvante no manejo nutricional de diversas doenças.
be1fc83b-d47a-4e76-aee3-2474d1908e52Ana Paula de Abreu Carvalho

  • Servidora pública municipal
  • Nutricionista na Medmaster Estética e Emagrecimento
  • Formada em Nutrição pelo IFSMG
  • Pós graduanda em Nutrição funcional e nutrigenômica ESTÁCIO-MG
  • Concluindo a especialização em modulação intestinal (Doutor Murilo Pereira -Lafayete)