Cultura

Itabirito recebe mostra coletiva em prol do patrimônio histórico
Exposição de trabalhos de seis artistas mineiros acontece no Salão dos Ferroviários, com a proposta de arrecadar recursos para restauração de igrejas
Exposição de trabalhos de seis artistas mineiros acontece no Salão dos Ferroviários, com a proposta de arrecadar recursos para restauração de igrejas

 

Até o dia 31 de agosto, o Salão dos Ferroviários, no Complexo Turístico da Estação, receberá a mostra coletiva Da arte urbana às galerias. Realizada pelo Instituto Yara Tupynambá, em parceria com a paróquia de São Sebastião e apoio da Prefeitura de Itabirito, a exposição visa arrecadar recursos para as obras de restauração de três igrejas dos distritos de Acuruí e São Gonçalo do Monte.

“É um conjunto de forças em prol da restauração das igrejas de Nossa Senhora da Conceição e Nossa Senhora do Rosário, em Acuruí, e da capela de São Gonçalo do Monte”, explicou José Carlos Oliveira, diretor municipal de Cultura, na abertura. “A atividade integra a 6ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural de Minas Gerais e já conta pontos para os relatórios do ICMS cultural”, completou.

Fazendo jus ao título, a exposição reúne produções de seis artistas – Ataide Miranda, Gud, Hely Costa, John, Nilo Zack e Scalabrini Kaos – e associa o grafite a um novo ambiente cultural, democratizando a arte. “A gente quis trazer para as galerias artistas que, de certa forma, fazem uma arte de rua e raramente estão nesse olhar”, revelou José Theobaldo Júnior, diretor-presidente do Instituto e um dos curadores.

Concretização de um sonho antigo

Ao longo da mostra, os visitantes terão a oportunidade de adquirir gravuras das obras e lembranças, contribuindo para a preservação das três igrejas. “O evento tem dupla finalidade. Primeiro, é cultural, uma oportunidade de visitar a mostra. O outro aspecto é chamar a atenção para o patrimônio de Itabirito. Aqui, a arte está a serviço da arte”, exaltou Edmar José da Silva, pároco da paróquia de São Sebastião.

Para o público dos distritos, o avanço da restauração marca a concretização de um desejo antigo. “Comecei a mobilização há muito tempo. Meu pai tem 90 anos, e contei para ele: ‘nosso sonho está se realizando’. É uma conquista”, afirmou a ex-presidente da Associação Comunitária de Acuruí, Sirlei Pena. “É uma iniciativa muito importante. Faço questão de contribuir”, emendou o empresário Odilon de Lima.

ROMEU@

Participação da comunidade local

Presente na abertura, a premiada artista plástica montes-clarense Yara Tupynambá ressaltou os bastidores do processo, que tem contado com participação fundamental da comunidade local, por meio dos alunos do curso de oficial da construção civil. “Quando o Instituto foi criado, imaginei que a contribuição social que eu poderia dar era exatamente preparar para o trabalho”, comemorou.

ROMEU@

Bruna Fontes
Secretaria de Comunicação
Prefeitura de Itabirito
(31) 3561-4061